quinta-feira, 8 de abril de 2021

Kalungas de Arraias (TO) resistem à vacinação contra a Covid



Agentes público de saúde do estado do Tocantins estão com muita dificuldade em realizar a vacinação, contra a Covid-19, em comunidades quilombolas Kalungas de Arraias (TO), sudeste do estado.

A negativa dos quilombolas estão baseadas em questões culturais, medo e desinformação trazida por faknews.

Este Blog cobrou a prioridade da vacinação desse grupo de quilombolas em março passado, por ser uma uma determinação legal, como os índios. 

Na semana seguinte, as doses já estavam disponíveis a todos os integrantes da comunidade. 

Mas não se contava com a resistência e o temor dos quilombolas em tomar a vacina.

Hoje (8) a deputada estadual do Tocantins Claudia Lelis informou que conversou com o governador Mauro Carlesse sobre a situação. 


"Voltei a falar ontem na @assembleialegislativato sobre a questão das vacinas armazenadas. Falei também com o governador @mauro.carlesse sobre isso.

Seguindo o plano nacional, muitos municípios têm tido dificuldade em aplicar as vacinas em alguns grupos prioritários, como no caso de algumas comunidades tradicionais que, devido a sua cultura, estão resistentes à vacinação.

O processo de convencimento destas comunidades precisa continuar mas, enquanto isso, essas doses não podem ficar paradas com tantos", comentou a parlamentar.

Segundo ela, doses estão paradas à espera do convencimento dessas pessoas. 

Há que se fazer uma força tarefa, com pessoas especializadas, principalmente da Universidade Federal do Tocantins, que tem feito inúmeros trabalhos de campo junto à comunidade. 

Eles têm a confiança dos quilombolas e pode ser uma estratégia eficaz de convencimento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.