terça-feira, 13 de abril de 2021

Deu no G1: Cinco pessoas são presas após vídeo de criança segurando armas viralizar nas redes sociais, em Campos Belos (GO)







Cinco pessoas foram presas após um vídeo de uma criança de 8 anos segurando duas armas de fogo viralizar nas redes sociais, em Campos Belos de Goiás, no nordeste do estado. 

De acordo com a Polícia Civil, o menino foi ameaçado pelos criminosos a participar da gravação. A corporação informou ainda que a gravação era uma forma de os suspeitos ameaçarem traficantes rivais.

Apensar das cinco prisões na segunda-feira (13), a corporação informou que o principal suspeito de envolvimento na gravação e dono das armas que aparecem com a criança continuava foragido até as 12h30 desta terça-feira (14). 

A polícia afirmou que o homem tem mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio, expedido pela Justiça do Tocantins.

Como os nomes dos suspeitos não foram divulgados pela corporação, o G1 não conseguiu localizar a defesa deles para que se pronunciasse sobre o caso.

As prisões aconteceram durante cumprimento de dois mandados de prisão e de busca e apreensão em quatro residências no Setor Bem Bom, o qual é citado pela criança no vídeo. 

A operação teve apoio da Polícia Civil do Tocantins.

São apurados os crimes de corrupção de menores, apologia ao crime, associação criminosa e entrega de arma para criança. Os presos também estão envolvidos com o tráfico de drogas, conforme a corporação.

De acordo com a polícia, cinco pessoas foram presas, sendo um outro homem também envolvido na gravação com a criança; um casal também envolvido na gravação, cuja mulher ainda foi detida em flagrante por tráfico de drogas e posse de um arma caseira; e a mãe do foragido e o seu companheiro também, mas por tráfico. 

Um bolsa com cerca de R$ 7 mil também foi apreendida na casa de um dos suspeitos.

Criança ameaçada

O delegado Carlos Eduardo, um dos responsáveis pelas investigações, informou que a criança disse em depoimento que havia sido ameaçada a gravar o vídeo, no qual aparece com uma arma calibre 32 e outra calibre 38, ao lado de outros quatro adultos. 

Um emoji tampava o rosto dele nas imagens divulgadas.

Conforme a Polícia Civil, o menino, que não tem relação de parentesco com os presos, foi encaminhado ao Conselho Tutelar junto com a mãe, que não tem nenhum envolvimento com o vídeo. 

Segundo o investigador, ela só tomou conhecimento da situação após ver as imagens circulando nas redes sociais.

Participaram da operação a Polícia Civil de Goiás, a Diretoria de Polícia do Interior e o Grupo de Operações Táticas Especiais do Tocantins. Os detidos foram encaminhados para o presídio de Campos Belos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.