segunda-feira, 1 de março de 2021

Final de semana desesperador em Campos Belos (GO). Duas pessoas jovens morrem por Covid


A pandemia da Covid-19 trouxe um final de semana desesperador em Campos Belos (GO), nordeste do estado. 

Um terror para pacientes e familiares.

Duas pessoas, muito conhecidas na cidade, morreram em virtude da doença. 

Uma delas foi socorrida com falta de ar, sem UTI para tratamento intensivo e sem vagas em qualquer outro hospital, em Goiás ou Brasília.

Esta primeira vítima foi a professora Adreia Amaral, 44 anos. 

Nossa amiga seguidora e ativa neste Blog. Pessoa jovem, querida e servidora da rede municipal de educação. Trabalhava na Escola Joana Miranda. 

Foi contaminada pela Covid, seu quadro agravou muito rapidamente. 

Socorrida aos hospitais, lutou desesperadamente para sobreviver. 

Mas por falta de UTI na cidade e também por falta de leitos em hospitais de Goiás, Brasília e Tocantins, não conseguiu uma transferência e morreu sem o devido atendimento. 

A segunda pessoa da cidade a perder a vida para a Covid foi o jovem Marcos.

Menino bonito, forte, também muito conhecido na cidade. Filho do empresário Waltinho.

Contaminado pela Covid, ele conseguiu uma vaga numa UTI fora de Campos Belos. 

Mas, mesmo com o suporte médico, não resistiu à agressividade do vírus.

Provavelmente foi contaminado pela "variante de Manaus" ou a "variante brasileira", hoje muito temida no mundo. 

Três vezes mais contagiosa, sua carga viral é 10 vezes maior do que o novocoronavírus original. 

Tem matado muito jovens e adultos abaixo dos 30 anos. 

Ontem, o prefeito Pablo Giovanni, disse que está com as mãos atadas e nada pode fazer para socorrer os vitimados pela Covid. 

"Hoje recebi várias ligações de famílias da nossa cidade solicitando interferência para serem disponibilizadas vagas nas UTIs em Brasília e Goiânia para tratamento da Covid. Infelizmente não possui vaga disponível, Muito triste essa situação. Vamos nos prevenir", publicou o prefeito numa rede social.

A má notícia é que isso é só o começo.

Pelas projeções dos cientista de Goiás, março será um mês negro, de muito sofrimento e dor para as diversas famílias.

Muita gente vai morrer.

3 comentários:

  1. Muito triste está situação, se o poder público tivesse precavido está situação antes q agravasse, disponibilizando hospitais, UTI e médicos, já teria salvado muita gente. Agora o urgente é desesperador não tem pra onde correr. Infelizmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cabe somente ao poder publico. As pessoas tem que fazer a sua parte.

      Excluir
  2. JESUS, jovens e pessoas que tem como ficarem em casa fiquem aproveitem par fazer coisas que por falta dd tempo não fazia,fiquem com a família, não vamos espelhar essa doença.meus sentimentos a família enlutada

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.