quinta-feira, 11 de março de 2021

Familiares de vítimas de Covid de Campos Belos (GO) reclamam da falta de igualdade em sepultamentos


Familiares de vítimas de Covid de Campos Belos (GO) reclamam da falta de igualdade em sepultamentos na cidade.

Segundo alguns familiares, os protocolos da Covid são rígidos para evitar a propagação da doença e, por isso, após a morte de uma pessoa, o corpo deve sair diretamente do hospital para o cemitério, acompanhado de pouquíssimas pessoas. 

Por isso, familiares procuraram o Blog para dizer que para os mortos deles, a rigidez do protocolo foi forte. 

Mas não ocorreu a mesma coisa para o pastor e para a mulher dele que morreram nesta semana. Segundo a denunciante, eles puderam participar de um carretada e homenagens na porta da Igreja.

"Meu pai morreu e não pode passar nem na porta de casa para se despedir. Acho isso uma grande injustiça. Por que eles puderam e nós não pudemos? 

estou indignada, triste, com remorso. Meu pai era muito querido e importante para mim e por conta de Covid não pudemos fazer uma despedida a sua altura. 

Mas outras pessoas puderam", disse uma filha de um paciente que morreu por Covid na cidade.  

Procurada, a Prefeitura de Campos Belos (GO) informou que o protocolo de velórios e restrições para pacientes com suspeita ou diagnóstico para COVID-19 a ser seguido pela população devem ser de forma padronizada e sem exceções. 

A Secretaria Municipal de Saúde disse que orienta o protocolo aos serviços funerários e informa que não tem condições de acompanhar todos os cortejos da cidade pela grande demanda de atribuições, devendo estes serem responsáveis por seguir as recomendações. 

"Quando há denúncias, as mesmas são investigadas, e se tratando do caso em questão a Vigilância Sanitária já procurou a funerária responsável após o ocorrido e a notificou verbalmente."

9 comentários:

  1. É verdade porque pra uns pode e outros não,devem seguir os regulamento e não ter exceção. Ninguém é melhor que ninguém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, mas pra eles o pastor era né, só pode viu, acontece q eles não deveria ir pro mesmo buraco que o pobre pra debaixo da terra, e por ter grana tinham q ta vivos, e aí querem ser melhores mas não são, só carne podre igual a todos

      Excluir
    2. Todos iguais nesse mundo e perante o todo poderoso

      Excluir
  2. Como será que a vigilância sanitária notificou verbalmente a funerária? Oi, não faça mais isso não, viu? Faça-me o favor! E a prefeitura desperdiça dinheiro borrifando "tratamento precoce " nas ruas comerciais.

    ResponderExcluir
  3. Ah isso e verdade meu avo faleceu foi direto do hospital para o cemiterio acho q num momento desses e direitos iguais a todos ..

    ResponderExcluir
  4. Essa pandemia,veio para mostrar que somos todos iguais.

    ResponderExcluir
  5. Parem de chora pq eles nao eram ricos e sim uma família de bem e eles nao sao melhores que ninguem , entao parem de fala da vida deles e cuidem da de vcs .e respeitem os outros bando de s3m noção.

    ResponderExcluir
  6. Verdade. Todos merecemos ter o mesmo tratamento. Ruim ou bom isso deixa a critério de Deus mais aqui na terra o ser humano é podre e injusto e a desigualdade ñessa hora agente ve mesmo. Aqui nesta terra vc vale o que tem mas depois que morre vc vai valer pra Deus o que vc foi. Acho uma vergonha a hipocrisia dessa classe privilegiada

    ResponderExcluir
  7. verdade por isso que jesus esta voltando



    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.