terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Abuso sexual em cemitério: suposto caso de necrofilia assusta a cidade de Natividade (TO)

Entrada do cemitério municipal 

A comunidade de Natividade, sudeste do Tocantins, está chocada com um suposto caso de necrofilia, que é o ato de violar e abusar sexualmente de cadáveres.

O caso teria ocorrido no cemitério municipal na noite desta segunda-feira (22). 

De acordo com a versão até agora apresentada, uma idosa de 71 anos, professora muito conhecida na cidade, foi sepultada ontem (22),  por volta das 17h, mas hoje a sepultura amanheceu violada e o corpo da idosa com marcas de abusos.

O filho da idosa disse, ainda há pouco, à imprensa que uma agente funerária ligou hoje pela manhã, informando sobre a suposta violação do túmulo. 

Ao chegar no cemitério, o caixão da mãe estava aberto e um preservativo foi encontrado no ao lado do cadáver.

Logo após a notícia se espalhar, muita gente foi à porta do cemitério, revoltada e pedindo uma rigorosa apuração da polícia. 

“Esse cara é um maníaco. Tinha era que ter achado ele. A defunta tá é estuprada. O caixão tá lá aberto lá e ninguém pode entrar. Isso é horrível. 

Esse cara é um maníaco mesmo, tem que encontrar esse cara. Na verdade, tinha era que ter uma câmera escondida naquele cemitério. 

Acontece tanta coisa horrorosa, se instalar uma câmera ali, ia pegar muito vagabundo ali viu. Rapaz, absurdo, eu tô me arrepiando até agora”, disse uma mulher em um áudio que inundou as redes sociais. 

A Polícia Civil e também militares da PM apuram o ocorrido. A ocorrência está em andamento e nenhuma pessoa foi presa como suspeita. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.