domingo, 20 de dezembro de 2020

Fraude no transporte escolar: MPGO cumpre mandado de busca e apreensão na prefeitura de Flores de Goiás


O Ministério Público de Goiás (MP) cumpriu ontem, sexta-feira (18), mandado de busca e apreensão na sede da prefeitura de Flores de Goiás, nordeste do estado. 

O objetivo da investigação é desarticular um esquema que supostamente se instalou na administração pública municipal, com a finalidade de direcionar e dispensar indevidamente licitações do transporte escolar.

As investigações apontam a existência de um esquema de fraude a processos de licitação do serviço de transporte escolar, que envolve sociedades empresariais de propriedade de irmãos, constituídas por três empresas.

Conforme apurado pelo Ministério Público, desde o ano de 2017 as empresas de propriedade do grupo familiar se revezaram na prestação do serviço no município, cujas contratações se deram mediante procedimentos licitatórios com suspeita de ilegalidades, todos autorizados à época pelo prefeito.

A empreitada contou com o auxílio de um agente público municipal e um ex-ocupante de cargo comissionado.

Com informações do MP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.