quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Bolsonaro: "Não vou tomar a vacina e ponto final"


Na última terça-feira (15), em entrevista por telefone ao programa do Datena, na TV Band, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não irá se vacinar contra a Covid-19

“Não vou tomar a vacina e ponto final. Se alguém acha que a minha vida está em risco, o problema é meu e ponto final”, disse o mandatário.

O apresentador do programa Brasil Urgente rebateu Bolsonaro e disse que irá tomar a vacina: “Eu vou tomar, eu não tive Covid-19, vou tomar sim".

Logo em seguida, o presidente afirmou que respeita quem vai tomar, mas que é preciso respeitar quem não quiser ser vacinado.

De acordo com ele, a medida provisória que vai regulamentar os critérios da vacinação no Brasil vai deixar que o procedimento não será obrigatório.

O mandatário ainda informou que qualquer vacina aprovada pela Anvisa será comprada pelo Ministério da Saúde. Incluindo, segundo ele, a Coronavac, feita pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinovac.

Fonte: Metrópoles 

4 comentários:

  1. ÓTIMO, SÓ ASSIM SOBRA VACINA PARA UM SER HUMANO

    ATT EDIJALDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade quem não quiser não vacina. É bom que sobra para nós

      Excluir
  2. O MAIOR MEDO DO BOL$$ONARO É O QUEIROZ TOMAR A VACINA. TOMANDO A VACINA, AUTOMATICAMENTE ELE VOLTARÁ PARA A CADEIA. PRESO ELE VAI DELATAR O BOZO, QUE PODE LEVAR TODA A TABOADA PARA A PRISÃO. O 01, 02, 03, e o 04.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.