domingo, 15 de novembro de 2020

Maguito é entubado outra vez. Ele lidera a apuração em Goiânia (GO)




Por causa de uma nova inflamação nos pulmões, a equipe médica que acompanha o candidato a prefeito de Goiânia pelo MDB, Maguito Vilela, decidiu introduzir, na tarde deste domingo (15), ventilação mecânica invasiva assistida. 

Esta ocorre quando o aparelho é deflagrado pelo esforço inspiratório do paciente.

O candidato está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo para tratar da Covid-19.

O intuito foi submeter o ex-governador a uma broncoscopia para examinar a causa de um aumento na inflamação dos pulmões verificado nos exames deste domingo. 

“O paciente está sedado, confortável e com as funções vitais preservadas.”

A equipe médica que acompanha o candidato a prefeito de Goiânia pelo MDB, Maguito Vilela, decidiu por introduzir na tarde de hoje ventilação mecânica invasiva assistida (quando o aparelho é deflagrado pelo esforço inspiratório do paciente) para que ele fosse submetido a uma broncoscopia, com o objetivo de examinar a causa de um aumento na inflamação dos pulmões verificado nos exames de hoje. 

O paciente está sedado, confortável e com as funções vitais preservadas.
Maguito

Maguito foi hospitalizado em 19 de outubro, no Hospital Órion, em Goiânia – dois dias após testar positivo para a Covid. 

No dia 28, ele foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein para receber uma inflamação nos pulmões.

No dia 31, a assessoria do candidato informou, por volta das 14h40, que o estado de saúde do emedebista se agravou e que ele precisou ser intubado. 

O paciente havia apresentado ligeira melhora no dia 30 de outubro, de acordo com boletim médico divulgado pela coordenação de campanha. No dia 30 ele foi intubado.

A recuperação do candidato foi lenta, com leve redução da inflamação no pulmão, a partir de 31 de outubro. Dali em diante, mesmo devagar, foi constante. Na última quinta-feira (12), ele chegou a posar para uma foto, já perto de abandonar o suporte respiratório.

No sábado (14), a equipe médica do hospital chegou a informar que ele havia voltado a se alimentar por via oral. Na data, a assessoria informou que “todos os exames feitos já voltaram aos patamares normais”.

Com informações do Mais Goiás 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.