sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Escritor Ibenilson Antônio lança o livro "O Tempo da Casa Flor"


O escritor Ibenilson Antônio, o Ibê, lançou recentemente a sua quarta obra.

O livro poesia "O Tempo da Casa Flor" chegou às livraria e também pode ser adquirido pela internet.

"Eis aqui o templo da flor, que no tempo certo brotou com prazer e beleza e agora se fez perfume pelo corpo da mulher amada.

Vamos nos banhar de poesia e sentir o prazer que cada uma das palavras que passeiam por este livro nos proporcionará.

O amor está no ar, e assim conseguimos sentir a beleza da flor tomando conta de nós, enredando-nos de maneira leve e sutil, abraçando-nos com prazer, com emoção e com excitantes palavras ditas ao pé do ouvido".

Segundo o autor, o prazer de ler este livro está nas verdades que cada um descobrirá no tempo certo, no templo onde habitam as nossas revelações.

"Conheçamos nessas páginas a flor que chega apaixonada, que cria raiz, que faz história de amor e gera filhos e netos, e por fim se eterniza em nós."

Ibenilson Antonio da Silva é professor universitário nos cursos de Administração e Gestão Pública e mora no Rio de Janeiro (RJ). 

Além dessa obra, Ibê escreveu  “A vida merece ou não ser vivida?; "Mulher bem Resolvida" e “Comer um Pedaço de Pizza ou Morar na Lua”, que relata, de maneira bastante informativa, suas experiências junto aos órgãos de defesa do consumidor.

Já "Mulher Bem Resolvida ?" crônicas na Mureta da Urca mostra, com todas as letras, o que muitas vezes falta para nós, algo que supra a nossa enorme carência de bons textos. 

É um livro gostoso de ler, muitas vezes intimista, noutras despojado de salamaleques e cheio do bom molho carioca. 

O livro é saboroso e provoca em nós o sagrado apetite da leitura. Ele nos prende com a construção de cada uma de suas partes, sempre trazendo boas lembranças do passado que chegam até o nosso conturbado dia a dia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.