sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Comoção em Posse (GO): por ordem judicial, máquinas derrubam dezenas de casas, feitas em terreno público



Uma desocupação de um terreno público, em Posse (GO), no nordeste do estado, a mando da Justiça, causou comoção na cidade, nesta sexta-feira (18).

No local, que fica ao lado do Instituto Federal Goiano, campus Posse(GO), cerca de 25 famílias moravam, numa espécie de loteamento improvisado, onde construíram suas casas e suas vidas, há muitos anos. 

Ao Blog, os despejados gravaram diversos depoimentos, em áudio e vídeo, explicando a situação. Um dos moradores informou que os lotes foram doados pela prefeitura, por isso todos ocuparam e construíram ali seus sonhos.

Os moradores são pessoas carentes, em situação de fragilidade social, inclusive há muitas crianças entre os cerca de cem moradores do loteamento, situado no Setor Aeroporto.

Mas nesta sexta-feira não houve conversa. 

Os "donos" das casas foram notificados da decisão judicial e tão logo os homens da Polícia Militar chegaram no local, no final da manhã, tratores da prefeitura de Posse (GO) iniciaram a demolição das edificações. 

Umas casas prontas e há muitos anos habitadas, como a de uma senhora  idosa, de 80 anos, que pediu "pelo amor de Deus" para não derrubarem sua moradia. 

Mas não teve jeito. Todas elas viram pó após a ação das máquinas.

O Blog não conseguiu contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Posse, mas é interessante e muito importante que o órgão emita uma Nota Oficial e informe à sociedade, não apenas da cidade, mas de todo o estado de Goiás, quais as medidas que vai tomar para manter a dignidade e o teto dos cidadãos hoje despejados, que em outrora caíram na lorota do loteamento gratuito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.