sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Projeto voltado para a pessoa idosa mobiliza estudantes em Almas (TO)


Formar os estudantes de maneira integral e promover um olhar solidário para a pessoa idosa está entre os objetivos do projeto “Viver feliz em tempo de crise”, do Colégio Estadual Dr. Abner Araújo Pacini, de Almas (TO). 

Com o projeto, os idosos da comunidade que estão em isolamento social estão sendo adicionados em um grupo de aplicativo de mensagens instantâneas e chamadas de voz, em que os estudantes compartilham vídeos gravados por eles.

O projeto nasceu de uma demanda da comunidade, conforme destacou a gestora da unidade de ensino, Marizete Cardoso de Souza Freitas. 

“Um dia eu estava aqui na escola e uma pessoa ligava insistentemente, atendi e era a avó de uma aluna pedindo que eu fosse visitá-la, que já estava cansada de ficar no isolamento social, que não estava mais aguentando ficar dentro de casa. Então fui despertada a fazer alguma coisa por essas pessoas”, ressaltou.

A atividade está sendo realizada pelas três turmas da 2ª série do ensino médio, do Colégio Estadual Dr. Abner Araújo Pacini. Já são 25 idosos adicionados no grupo. 

“Nesse grupo, os idosos recebem vídeos e cartas motivacionais, dicas de exercícios físicos, orientações sobre saúde e principalmente acolhimento afetivo. Temos nesta ação o lema: Um sorriso vale ouro”, destacou a gestora.

Os vídeos também são compartilhados na página do YouTube da escola. “Além de divulgar as produções dos alunos para a comunidade em geral, a iniciativa integra uma gincana, em que os estudantes que conseguirem mais curtidas serão premiados. 

As turmas foram divididas em grupos de cinco pessoas e devem realizar as atividades a distância”, apontou Marizete.

Para os idosos que não dispõem de ferramentas tecnológicas e que têm convívio com algum estudante, a entrega de cartas é realizada pelo formato drive-thru. 

“São meios de promover uma vida mais saudável para os nossos idosos e minimizar os efeitos nocivos causados pelo isolamento social, durante a pandemia da Covid -19, visto que os idosos são os mais propensos à solidão por serem pessoas do grupo risco”, apontou a professora de Biologia, Érica Almeida, que está à frente do projeto, com o apoio dos professores Marcelo Reis e Silvana de Sousa.

Os depoimentos dos idosos evidenciam como a ação tem alcançado o seu objetivo. 

Calista Ribeiro Pinto, 60 anos, destacou os efeitos provocados pelos vídeos que tem recebido no grupo. “É bom para nossa vida! Com essa ação, a gente fica mais feliz. Isso é bom para se evitar a depressão e para nos tirar da inutilidade. Muito bom mesmo!”, comemorou.

A estudante Daniella Rodrigues da Silva destacou a alegria em participar do projeto. 

“Eu estou muito feliz em contribuir com essa ação. O que eu desejo é que os idosos da nossa cidade possam se sentir muito felizes e especiais vendo os nossos vídeos, pois fizemos com muito amor e muito carinho. O humor melhora a autoestima e diminui a dor da solidão”.

A estudante Paula Dias destacou os dois lados trabalhados pelo projeto. “Com o projeto ‘Viver feliz em tempo de crise’ nós produzimos os vídeos para promover a alegria dos idosos e nisso também despertamos a nossa criatividade”, contou, lembrando como o projeto traz ganho para toda a comunidade escolar.

Fonte: Governo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.