sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Goiás registra aumento de 21% nos casos de coronavírus em uma semana






O estado de Goiás registrou 17.010 casos de coronavírus em uma semana, de acordo com os dados fornecidos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Nesta quinta-feira (13), foram registradas 97.425 confirmações, contra 80.415 do dia 6 de agosto. O aumento no período foi de 21,2%.

Os números mostram que ou aumento do número de casos está estável em relação à semana passada. No último levantamento semanal feito pelo Mais Goiás, que apurou dados publicados entre os dias 30 de julho a 6 de agosto, o crescimento foi de 21,7%. 

A alta é menor do que o apurado entre os dias 23 e 30 de julho, que registrou 29,7%.

Nesta semana o número de mortes por Covid-19 subiu em um percentual menor do que o de casos confirmados. Foram registrados 289 óbitos no período e o total chegou a 2.213, o que representa um aumento de 15%. 

O resultado foi menor do que nas duas semanas anteriores, quando registrou-se 19,8% entre os dias 30 de julho e 6 de agosto e 24% entre os dias 23 e 30 de julho.

Os dados também mostram que tanto o número de casos quanto o de óbitos continuam crescendo acima da média nacional. Em todo o país, o número de casos confirmados de coronavírus subiu 8,7% no período, chegando a 3.164.785 infectados, de acordo com o Ministério da Saúde (MS). 

 Já o número de vítimas fatais aumentou 7,1% e chegou a 104.201. Entretanto, a taxa de letalidade no estado de Goiás (2,3%) é menor do que a média brasileira (3,3%).

Covid-19 nos três maiores municípios

Entre as três maiores cidades do estado, Goiânia registrou o maior aumento. O número de casos de coronavírus saiu de 20.279 para 24.401, um crescimento de 25,9% no período. 

O percentual está acima da média estadual e também do que o notado no período anterior, quando o acréscimo foi de 24,5%.

Ocorreram ainda 73 novos óbitos, o que representa um aumento de 13,6%. O total agora é de 610 vítimas fatais na cidade. 

Este percentual foi menor do que o percebido na semana anterior, quando atingiu 19,6%. Goiânia continua a ser o epicentro da doença, concentrando 25% dos casos do estado. No período anterior o percentual foi de 25,2%.

Fonte e Texto: Mais Goiás 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.