quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Funerária troca corpos e família enterra cadáver de outra mulher no DF


troca de corpos de duas mulheres causou confusão durante o velório da família de uma das vítimas na manhã desta quinta-feira (13/8), no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul.

Arminda Silva, 66 anos, morreu com septicemia e infecção hospitalar, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. 

Ela teve Covid-19, mas não faleceu em decorrência da doença. O velório e sepultamento ocorreriam a partir das 9h30 desta quinta.

De acordo com a filha de Arminda, a enfermeira Mabi Cristina da Silva Fagundes, 47, a situação veio à tona quando abriram o caixão e viram se tratar do corpo de uma outra mulher. 

A família descobriu que o corpo de Arminda foi enterrado no Cemitério Campo da Esperança de Taguatinga, nessa quarta-feira (12/8), às 15 horas.

Fonte: Metrópoles 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.