terça-feira, 18 de agosto de 2020

Direito dos animais: Égua ferida que foi acalmada por agente de trânsito em Goiânia não será mais sacrificada



Na manhã desta segunda-feira (17), uma égua foi atropelada no cruzamento das avenidas Senador Jaime e Perimetral Norte, em Goiânia. 

O dono do animal não foi localizado, e enquanto aguardava as providências para a remoção, a agente de trânsito Graziella Neres Fleury não hesitou em proteger e cuidar do animal ferido.

Graziella Fleury é agente de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) desde 1998, quando abandonou o curso de Medicina Veterinária, mas a paixão pelos animais permanece.

A ação espontânea da agente de trânsito reflete a missão maior desses profissionais: salvar vidas. 

Ela tentou acalmar a égua, dando água e fazendo carinho nela. Como noticiado anteriormente pela Redação do Curta Mais, o animal estava com fratura exposta em uma das patas e iria ser sacrificado.

Após a repercussão do caso, a égua não foi sacrificada, ela recebeu os primeiros cuidados de um veterinário do Centro de Zoonoses, foi anestesiada e removida por um guincho da SMT para a Zoonoses.

Mais tarde, ela foi retirada do local pelo protetor de animais, Marco Berquó, que passa a ser o responsável pelo animal. 

O homem levou a égua para continuar o tratamento na Clínica Saúde Animal Veterinária.

Fonte: Mais Goiás 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.