quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Ancelmo Alves Feitosa é pré-candidato a vereador de Novo Alegre (TO). Vamos Conhecê-lo?


"Prezado Dinomar Miranda,

Este Sou eu: Ancelmo Alves Feitosa

Bom, morávamos em Novo Alegre, até então, distrito de Arraias, na época ainda Goiás. Por algum motivo voltamos para a Bahia, mais especificamente na Tabúa, no município de Baianópolis-BA, foi lá onde fui gerado, eu nasci em Barreiras-BA, pois minha mãe começou a ter complicação no parto. Ufa! Eu nasci. Viva! Era 06 de agosto de 1983.

Filho de pais baianos, Dona JoselitaPalmeira (Dona Jó) e Sr. Adhemar Feitosa (Demazinho), a mãe, hoje aposentada, trabalhou durante anos no colégio Estadual Dr. João D’Abreu, no qual exercia a profissão de merendeira, poucos não experimentaram o seu tempero baiano, eu era daqueles que raspavam o tacho com os coleguinhas. 

O Pai, Sr. Demazinho, lavrador, também exercia a profissão de pedreiro, muito por bom sinal. Quando ouço a música: Cidadão, de Zé Geraldo, lembro logo da rotina cansativa do meu velho. Os saudosos avós maternos, que viveram muito tempo por aqui, Dona Maria Palmeira Wanderley popularmente conhecida como Dona Branca e Sr. Otacílio Palmeira (Sr. Moreno), ambos conhecidos e queridos por todos.

Infância

Não tínhamos recursos, pois o dinheiro suado era apenas para o sustento da família, então com a participação de primos e amigos, fazíamos nossos próprios brinquedos, seja de lata, madeira, borracha de sandália, cadarço de calçado, coroa de bicicleta e até plástico para fazer as rodas. Eu deveria ter sido engenheiro.

Minha família se mudou para Arraias no final 1989, como eu era menino custoso, precisei ir e repetir a primeira série. Arraias muito me marcou, pois fiz grandes amizades que se perpetuaram, estudando na Escola Estadual Silva Dourado e no Colégio Estadual Joana Batista Cordeiro.

Juventude

A fase da juventude foi pesada, foi onde aprendi que “A vaca não dá leite”... como diz Mario Sergio Cortella.

Eu precisava de uma receita para cobrir minhas despesas, então fazia o que podia, vendia dindin (geladinho), picolé, salgados, tive um emprego de vendedor de pão delivery (nem sabia o que essa palavra significava), acordava bem cedinho e buzinava de porta em porta numa bicicleta garupeira e uma buzina que incomodava. Por fim, ainda capinava quintal para ganhar um trocado e ir para a danceteria, época boa. kkkk

Família

Apesar de não constar o Palmeira no sobrenome, talvez por opção de registro, este sangue corre em minhas veias, uma família muito tradicional em nossa região.

Caçula de um total de quatro filhos, três deles mulheres; Joelma, Maria Selma (in memoriam) e Ednelma, tio de três moças e dois rapazes, o meu ainda não chegou. Hoje, casado com a Tabeliã substituta do Cartório local, Rayanne da Silva Araújo, pessoal que me acolheu muito bem em sua família e em seus braços, a qual eu tenho muito a apreço.

Religião

Foi na Capela São Francisco de Assis, que recebi os sacramentos do Batismo, da Eucaristia e da Crisma, chegando a ser coordenador do grupo de jovens da nossa comunidade católica, lembro-me das diversas atividades que fazíamos na região, alem do catolicismo, tinha também diversão através de jogos, brincadeiras e artes.

A vida deu uma abalada no inicio de 2017, ano que perdi minha irmã querida para o câncer de cólon, Maria Selma (popularmente conhecida como Dadinha), uma tristeza imensa e uma dor constante.


Educação e Profissionalismo

Aqui, tive ótimos professores e fiz muitas amizades, desde a Escolinha Juraildes de Sena Abreu, passando pela Escola Diolindo dos Santos Freire até chegar ao Colégio Estadual Dr. João D’Abreu. Sempre fui um aluno que tirava boas notas.

Em 2002 ingressei na faculdade no curso de Licenciatura Matemática, à época, ainda era UNITINS, vindo a federalizar pouco tempo depois, conclui o curso em 2006. Ainda hoje me lembro da frase do professor CariónRiveros: você quer um zero redondo ou um zero quadrado. 

Não que fosse direcionada a mim. Tempos difíceis, precisava trabalhar e estudar, chegava tarde, e fazia o famoso “junta” (junta tudo na mesma panela), enquanto assistia ao programa do Jô Soares, pelo menos passava o tempo com cultura. Por vezes, noite a dentro com uma garrafa de café.

Em Campos Belos, fiz o curso de Técnico em Informática, que me abriu muitos caminhos, 2004.

Em 2003, passei em segundo lugar no concurso municipal para o cargo de Agente Administrativo, o que me dava condições de pagar minhas despesas universitárias. Em seguida, no ano de 2005, fui aprovado em primeiro lugar no concurso estadual, concorrendo para Novo Alegre. Em 2010, surgiu a vontade de mudar de ares, então pedi remoção para a capital Palmas, onde, mais uma vez conheci muitas pessoas e cresci pessoal e profissionalmente, chegando a chefiar meu setor com pouco tempo de casa. Era responsável pelo suporte de T.I. da Adapec. Ainda em Palmas, fiz o curso de Administrador de Redes Windows e Linux, o que ampliou meus conhecimentos em T.I.

A vida na capital é difícil e cara, solicitei remoção de volta (de volta para minha terra).

Reingressei como portador de diploma no curso de Ciências Contábeis, na Faculdade Terra, aproveitando várias disciplinas, concluí o curso em julho de 2019.

Ainda em 2018, ingressei no mestrado em Matemática pela UFT, mas tive que abandonar, pois não consegui conciliar com a outra graduação e a prova do CRC, também aprovado.

Mais uma vez uma decisão acertada.

Hoje, sou funcionário da Agência de Atendimento de Novo Alegre, Sefaz.

Política

O primeiro convite veio em 2004, mas há época eu não estava preparado, além de ser jovem e com outros propósitos. Desde então não pararam.

Sempre fui muito conhecido e aberto por onde passei, colecionando amigos, devido a minha simplicidade e hospitalidade, ainda me acho uma pessoa introvertida, mas a gente vai contornando isso.

O que me motivou a tentar pleitear uma vaga na câmara de vereadores, foi justamente sobre a forma como os nossos representantes veem agindo, hoje, os vereadores ao invés de representar os interesses da população perante o poder público, viraram propagandistas da gestão ao invés de fiscal.

Entrar na política é uma decisão extremamente difícil, devido a complexidade cultural já adotada por ações dos próprios políticos, ainda assim, tenho a intenção de disponibilizar meu nome em favor do meu município pelo PSD – Partido Social Democrático.

Intenções

Propor a criação do PLANO DIRETOR de Novo Alegre. Com parcerias público e privadas.

Propor a aplicação do PROJETO SISTEMINHA Embrapa. Com parcerias de órgãos estaduais.

https://www.embrapa.br/busca-de-solucoes-tecnologicas/-/produto-servico/1251/sisteminha-embrapaufufapemig-

Propor a criação de projetos que possam ser integrados ao PROGRAMA CALHA NORTE, do governo federal. Com parceria federal e estadual.

https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/programas-sociais/copy_of_programa-calha-norte

https://www.primeirapagina.to/noticias/governo-federal-inclui-48-municipios-do-tocantins-no-programa-calha-norte/

E o mais importante, propor um estudo que viabilize a exploração do GÁS NATURAL que existe em nosso subsolo, assim como em Combinado e Aurora. Fazendo com que o nosso município e região se desenvolva com os royalties dessa importante exploração.

https://secom.to.gov.br/noticias/12o-leilao-de-gas-natural-da-anp-inclui-areas-dentro-do-tocantins-160303/


Redes sociais

https://www.linkedin.com/in/ancelmo-feitosa-3ba444188/

https://www.instagram.com/ancelmo_feitosa/ 

--------------------------------

Em tempo, este não é um anúncio e tão pouco uma propaganda paga. 

É um texto informativo, sobre gente da comunidade, com a intenção em se candidatar a um cargo eletivo. 

A intenção aqui é apresentá-los e também propostas , independentemente de partidos e ideologias, para as pessoas das respectivas comunidades. 

Como sempre digo, informação é sempre essencial em qualquer decisão, pessoal e política. (Dinomar Miranda) 

3 comentários:

  1. Muitíssimo obrigado Dinomar Miranda, na verdade ainda tem muita informação que daria pra fazer até um livro (Biografia), mas tenho certeza que as pessoas passarão a me conhecer um pouco mais. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Conhece muito bem esse rapaz, tive a grande oportunidade de trabalhar com ele na agência de defesa agropecuária do estado Tocantins - ADAPEC, um excelente profissional competente em tudo que faz! tenho a plena certeza que está preparado para assumir um cadeira no legislativo de Nova Alegre -TO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poderia se identificar.
      Meu muito obrigado pelas palavras.

      Excluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.