sexta-feira, 31 de julho de 2020

Oportunidade: UFT abre seleção para ingresso de professores em especialização em transtorno autista


A Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e do Instituto de Pesquisa e Extensão de Desenvolvimento Regional do Centro Norte Brasileiro (Ipex-Regional), publicou nesta sexta-feira, 31, o edital de seleção de candidatos para ingresso na segunda turma do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Transtorno do Espectro Autista (TEA) no Âmbito das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), na modalidade remota e com atividades a distância.

A especialização faz parte das ações do Projeto TEA-TDIC e tem como objetivo promover a qualificação de profissionais para trabalhar com estudantes autistas, por meio da inserção das tecnologias digitais de informação e comunicação, visando incrementar a formação dos professores da rede pública municipal e estadual de ensino do Tocantins.

São oferecidas 50 vagas para licenciados no efetivo exercício do magistério na rede pública, sendo 35 para professores da rede municipal e 15 da estadual. 

As inscrições são gratuitas e acontecem no período de 03 de agosto até às 18 horas do dia 04 de setembro, por meio do preenchimento do formulário online, disponível no endereço: https://forms.gle/odqMVGm5tiYwRqpJ8.

Após devidamente preenchido o formulário, os candidatos deverão digitalizar e anexar a seguinte documentação: Currículo Lattes; carta de intenção apresentando os motivos que levaram o candidato a fazer o curso, e como essa formação contribuirá para o desenvolvimento das suas atividades profissionais; e comprovação do exercício profissional, ou seja, declaração da chefia imediata da área em que atua.

Fonte: UFT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.