quarta-feira, 22 de julho de 2020

Não tem jeito: após terceiro teste positivo de Covid-19, Bolsonaro se expõe e tenta faturar Fundeb. Base do Governo na Câmara votou contra o importantíssimo projeto


Se expondo a apoiadores nesta quarta-feira (22) no Palácio da Alvorada após testar positivo para coronavírus pela terceira vez, Jair Bolsonaro tentou novamente faturar com a aprovação do Fundeb, projeto que sua base no Congresso tentou derrubar, mas não conseguiu e sofreu grande derrota na noite desta terça.

Apesar de os deputados bolsonaristas terem tentado até o último instante tirar a PEC da pauta no plenário da Câmara, a nova versão do fundo, agora permanente, passou em primeiro turno com 499 votos favoráveis - e apenas sete contrários. 

Em sua fala no início desta noite, Bolsonaro atacou até o PT, governo responsável pela criação do fundo para a educação pública.

Fundeb? Alguém quer saber sobre o Fundeb aí? Uma negociação que levou anos, queriam 40%, eu queria dar 200%, mas não tem dinheiro. Então foi negociado e passou para 23% em comum acordo. 

A Câmara e o Executivo mostrou responsabilidade na aprovação do Fundeb no dia de ontem. 

O PT ficou 14 anos no poder e não fez nada, ou melhor, via método Paulo Freire nos colocou em último lugar no PISA, e o governo conseguiu ontem mais uma vitória e aprovamos o Fundeb, e o Senado deve seguir o mesmo caminho", disse Bolsonaro, distorcendo completamente os acontecimentos.

"Então está aumentando a participação do Estado, coisa que o PT podia ter feito lá atrás e não fez né, agora fizemos, aumentamos a contribuição do Estado. 

Uma votação quase unânime, seis ou sete votaram contra, se votaram contra devem ter seus motivos, é só perguntar para eles. Alguns dizem que a minha bancada votou contra, minha bancada não tem seis ou sete não. 

A esquerda não engole mais uma derrota, não engole. Além de fazer besteira com dinheiro público não fizeram nada, nós estamos fazendo e eles reclamam o tempo todo", disse ainda.

Com texto do Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.