segunda-feira, 27 de julho de 2020

Festa e foguetório em Novo Alegre ( TO)





O prefeito de Novo Alegre (TO), sudeste do estado, está sendo acusado de fazer uma farra, em plena pandemia.

A denunciante, moradora da cidade, diz que a festa ocorreu na residência do irmão do prefeito, que mora no mesmo lote de sua mãe (Secretária de Ação Social).

Na festa, houve um foguetório, segunda a cidadã, que começou por volta 18h30 e só acabou depois das 22h30h, do último sábado (25).

Os fogos teriam atingido a residência da sogra da esposa de um vereador de oposição, pois teriam sido direcionados. 

Ainda de acordo com a denunciante, durante a queima de fogos, o vereador entrou em contato com o vice-prefeito, pedindo para terem um pouco de respeito pelos idosos da cidade, principalmente devido ao horário.

O parlamentar teria dito ao vice-prefeito que não estava em tempo de haver queima de fogos, pois o mundo estava parado em razão da pandemia. 

"O vice-prefeito respondeu com desdém, através de mensagens via WhatsApp", disse ela e pediu para divulgar os prints da conversa entre ambos. 

"Ocorreu queima de fogos paralelamente na casa do vice prefeito Valdomiro e do irmão prefeito Fernando Pereira no mesmo horário. 

Após o incidente, os apoiadores do Prefeito ficaram na praça da matriz soltando fogos e fazendo gritaria até altas horas. 

Todos os vizinhos são provas que houve a queima de fogos durante o horário citado dentro do lote do irmão do prefeito", afirmou. 

Ainda de acordo com a denunciante, a idosa mãe do vereador, sofre com problemas de saúde (hipertensão, problema cardíaco, diabetes), a outra vizinha, também idosa com mais de 80 anos, também hipertensa, não conseguiu dormir. 

A mãe do vereador teria convidado o prefeito para ver os danos causados pelo foguetório.

"Percebendo o prejuízo, o prefeito pediu desculpas. 

A mãe chamou os filhos para verem os danos e todos ficaram decepcionados com a atitude do prefeito, no exato momento em que o prefeito foi ao local", disse. 

O Blog procurou o prefeito Fernando Pereira, que confirmou que houve queima de fogos em comemoração à pesquisa. 

Mas disse que não foi por parte dele ou da prefeitura. E que também não promoveu qualquer tipo de confraternização. 

"Alguns correligionários mais exaltados efetuaram a queima de fogos.

Isso eu não posso controlar. Mas não houve confraternização. 

Não fizemos qualquer tipo de festa. Mas mesmo assim, entendendo a situação de que os fogos poderiam ter partido de correligionários nosso, fui à casa da senhora que teve as telhas quebradas e pedimos desculpas", disse o prefeito.

"Ela não tem como provar de que foram os fogos que destruíram as telhas, como nós também não temos como provar de que não foram um de nossos correligionários que soltou os rojões. 

Por isso fiz questão de ir lá pedir de desculpas. Há de se entender que eventos políticos mexem com os ânimos e nós estamos atentos para deixar tudo dentro do equilíbrio", disse Fernando.  



4 comentários:

  1. O engraçado mesmo é a mulher do tal vereador não se recordar de que na campanha eleitoral de 2016, o grupo deles(oposição) faziam queimas de fogos de assustar qualquer pessoa, inclusive, havia rojões que pareciam verdadeiras bombas de guerra, deixando assim, idosos e todo o resto da cidade incomodados. Caso ela não se lembre, poderia fazer um exame de consciência sobre a postura e ações de seu marido e de seu grupo político com relação à solta de fogos. Outra coisa em que ela deveria se preocupar é o modo como se refere às pessoas da comunidade. Por ter tanto orgulho de ser mulher de um homem público, não deveria usar palavras de baixo calão para nomear as pessoas em redes sociais.

    ResponderExcluir
  2. A maioria dos prefeitos principalmente de interior acha que é dono da cidade e faz o que quiser. E esse prefeito aí precisa urgentemente de uma reciclagem em português. Ele mostra o grau de político que temos em nosso País.

    ResponderExcluir
  3. Engraçado né o prefeito Fernando dizer que não pode controlar os correligionários pra soltar fogos, mas no momento ele estava lá junto e nem assim pôde impeldi- Los de fazer isso?
    Sei que não é proibido soltar fogos, mas não em casa das pessoas, isso é uma falta de respeito, ele falando que não tem provas de de foram os fogos que quebraram as telhas da casa da idosa, então doi due que fez isso?
    Estamos passando por pandemia e o prefeito e o vice não estão nem aí com a cidade de Novo Alegre.

    ResponderExcluir
  4. Muito eu me admiro da mulher do vereador fazer uma colocação dessas, ela tem que criar vergonha na cara, antes de fazer uma colocação ela tem que ter provas, já que ela fala que a queima de fogos que foi o motivo da telha quebrada ela tem provas? pois ela está afirmando algo que a mesma não possui provas, e o vereador tem provas? pois me lembro muito bem e em 2016 no ano politico o prefeito fazia queima de fogos pra assustar e o interessante é que eles não lembraram que tinha idosos na cidade, se eu fosse o prefeito pediria provas mesmo nem que entrava na lei mas fazia provar.....

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.