quarta-feira, 22 de julho de 2020

Em Formosa (GO), PM acaba com festa. Pasmem, 80 pessoas se divertiam no evento, organizado numa fazenda


Por mais que se fale; por mais que haja esforço dos jornalistas, de modo geral, para levar informação  às comunidades; por mais que a sociedade implore, não adianta.

Há pessoas sem senso de coletividade; sem humanidade, sem senso de responsabilidade com a vida do outro, já que não dá a mínima bola para a sua saúde.

Veja este caso, que bem especifica a cabeça de certas pessoas em Goiás. 

Nesta terça-feira (21), por volta das 23h30, a Polícia Militar em Formosa (GO), no Entorno do Distrito Federal, foi acionada para averiguar uma aglomeração, com bebidas e música.

Não deu outra. 

O evento estava sendo organizado numa fazenda, zona rural do município,  em um rancho dentro da fazenda Brocotó, segundo informou a PM.

Quando os policiais chegaram ao local, verificaram que o evento realmente se tratava de uma festança e, pasmem, com a presença de cerca de 80 pessoas.

Partes delas estava em um salão, todos sem máscaras. 

Óbvio que o evento virou caso de polícia, pois estava claramente descumprindo Decreto Municipal contra a pandemia da Covid-19, doença que tem atormentado também a cidade de Formosa, com centenas de casos e mortes. 

A Polícia teve que acabar com a bagunça e levou o organizador do evento, um rapaz de 27 anos, para a delegacia da PC, onde foi lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência). 

A pergunta que não quer calar é o que pensa as mentes dessas 80 pessoas? 

Bem calhou o vídeo que publicamos hoje. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.