sexta-feira, 31 de julho de 2020

“Sou inocente, foi armação”, diz padrasto suspeito de matar Danilo


Reginaldo Lima Santos, padrasto do menino Danilo Sousa da Silva, de 7 anos, alegou inocência ao ser questionado por repórteres, na porta da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), se foi ele quem matou o enteado. 

“Sou inocente, foi uma armação!”, disse. 

Reginaldo foi preso juntamente com o colega Hian Alves de Oliveira, suspeitos de matarem o menino.

De acordo com a Polícia Civil (PC), a motivação do assassinato foi o suposto mau comportamento do menino. 

Danilo desapareceu no último dia 21 de julho. Seis dias depois, um corpo foi encontrado a 100 metros da casa do garoto pelo Corpo de Bombeiros em avanço estado de decomposição. 

A confirmação de que o corpo era do garoto foi dada pelo Corpo de Bombeiros, inicialmente, em no dia seguinte pelo Instituto Médico Legal (IML). 

O reconhecimento foi possível graças a coleta biométrica e o confronto dos resultados com a Carteira de Identidade do menino.

O corpo de Danilo foi enterrado na última quarta-feira (28) sob forte emoção. Uma tia do menino disse que “a família está destruída, um tentando dar força para o outro. 

A mãe, coitada, só Deus para cuidar dela.” 

Há indícios de que o menino tenha sido afogado na lama e também tenha sofrido abuso sexual. Os peritos encontraram fragmentos de lama na cavidade oral do garoto, além de hematomas nos órgãos sexuais do menino.

Num primeiro momento, a investigação foi realizada pela Delegacia de Proteção da Criança e ao Adolescente (DPCA), por causa do desaparecimento. 

A delegada Ana Elisa Gomes relatou que os pais do menino foram indicados por abandono de incapaz no dia seguinte ao desaparecimento de Danilo.

O caso, então, foi repassado para a DIH. Uma força-tarefa foi criada para apurar o caso. Segundo a delegacia, são 20 policiais civis que estão trabalhando no caso com o colhimento de diversos depoimentos. Ainda não há um suspeito definido ou ainda confirmação do abuso sexual.

A divulgação da imagem e identificação dos presos foi precedida nos termos da Lei n.13.869, portaria n.02/2020 – PC, despacho do delegado titular desta unidade, n.00010828006 e despacho 61/2020 – DIH-DGPC-09555 dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa ao surgimento de novas provas e principalmente novas testemunhas do homicídio.

Fonte: Mais Goiás 

"Antes tarde do que nunca": Prefeitura de Campos Belos (GO) suspende provas objetivas de concurso devido à pandemia



Como já diz o ditado, "antes tarde do que nunca". 

Após muita pressão e severas críticas, a prefeitura de Campos Belos (GO), no nordeste de Goiás, finalmente, resolveu suspender as provas do concurso público, aberto bem no auge da pandemia do novo coronavírus. 

O órgão divulgou na última quarta-feira (29) uma retificação referente ao Concurso Público.

O Concurso deseja selecionar profissionais para o preenchimento de vagas em cargos efetivos em órgãos do município.

Segundo o documento de retificação, o cronograma de atividades do Concurso foi alterado e as provas objetivas foram suspensas devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Além disso, foram excluídos do certame os cargos de professor de artes e professor de ciências. 

Outra atualização feita foi em relação ao conteúdo programático de informática aos cargos de níveis médio e superior.

As inscrições começam no dia 3 de agosto (segunda-feira que vem) e vão até do dia 23 de agosto. 

Fiquem atentos para não perdem o prazo. 

Clique aqui e acesse o site da organizadora do concurso

Dianópolis (TO) sem médicos


Diversos moradores de Dianópolis (TO), sudeste do estado, têm informando que a cidade está sem médico no hospital regional, em plena pandemia. 


Pelas redes sociais, vários cidadãos pedem que denúncias sejam feitas aos órgãos responsáveis.

Dianópolis somou nesta sexta-feira (30) mais de 210 casos de Covid.

Um morador da cidade compartilhou apelo para que a situação seja resolvida.  

"Estamos passando por uma das maiores dificuldades desde que entrei no Hospital", disse um servidor. 

"Está muito difícil trabalhar, assumir pacientes graves, sem médico, sem técnico de raios x, sem motoristas e técnicos parados por falta de pagamento”, disse. 

A maioria sai traumatizado daqui. Pois são plantões puxados para um profissional só, ainda mais com Covid em pleno pico”, escreveu outro servidor.

“Estamos aqui sem médico plantonista, só com a enfermagem na linha de frente, ficamos aqui sem respaldo de nada e temos que nos virar com o que chega”, disse uma profissional do hospital.

A site a Gazeta solicitou informações sobre a contratação e alocação de novos profissionais para o hospital e busca uma resposta.

Em tempo, Dianópolis é referência, em termo de saúde, no Sudeste do Estado.

Irmão do ex-prefeito Divaldo Rinco, assassinado em pleno cargo, é pré-candidato a prefeito de Alto Paraíso de Goiás


O irmão do ex-prefeito Divaldo Rinco, assassinado em pleno cargo, é pré-candidato a prefeito de Alto Paraíso de Goiás, na Chapada dos Veadeiros.  

Marcus Rinco é Engenheiro Florestal, empresário local e residente no município desde 1964.

Agora ele anuncia sua pré-candidatura a prefeito.

Nascido em Espírito Santo do Pinhal (SP), Marcus Rinco chegou ao nordeste goiano ainda menino, aos dois anos de idade, em 1964 junto a seus pais Andalécio e Romilda Rinco e seu irmão Divaldo Rinco, para tornar realidade o sonho da Cidade da Fraternidade, uma comunidade então criada para receber famílias, jovens e crianças em situação de vulnerabilidade, em Alto Paraíso. 

Junto com seu pai Andalécio e seu irmão Divaldo, fundou a primeira empresa na cidade de Alto Paraíso. 

Em mais de 30 anos à frente dos negócios familiares, na área do reflorestamento, Marcus Rinco, segundo diversas pessoas da cidade,  mostrou-se um empresário de sucesso e atualmente emprega diretamente 52 funcionários. 

Ainda de acordo com informações colhidas pelo Blog, a vocação social é um traço familiar de Marcus Rinco.

"A chegada da família em solo goiano tem origem no trabalho social, no desejo de tornar real uma cidade condicionada para receber até 5.000 pessoas, vindas de todos os lugares do Brasil, que se encontravam em situação de vulnerabilidade, especialmente crianças e jovens, a Cidade da Fraternidade existe ainda, apesar de já não trazer consigo a vocação inicial", contou uma fonte local.

Após o período como fundadores e moradores da Cidade da Fraternidade, a família Rinco criou a Associação Assistencial Paulo de Tarso, que inicialmente funcionou em endereço rural na Fazenda Posse e chegou a receber 80 crianças e jovens, que se encontravam em situação vulnerável.

Depois de longo período a Associação Paulo de Tarso mudou-se para endereço na zona urbana da cidade, onde oferece os serviços educacionais de creche e educação básica até os 4 anos e conta com o Abrigo Lar de Luara.

Em parceria com os órgãos competentes recebe crianças em situação de abandono ou com problemas familiares graves, até serem recondicionados. 

Além da assistência voltada aos pequenos, a Associação oferece uma diversidade de cursos e oficinas à população, distribuição de alimentos, um Bazar Social, além da assistência diária à população mais necessitada.

Todo o recurso para manutenção da Associação Assistencial Paulo de Tarso é originário das empresas familiares, doações e parcerias diversas em Alto Paraíso.

O Político

Apesar de nunca ter encabeçado um mandato ou ter alguma participação direta nos processos, Marcus teve grande influência e participação nas campanhas e gestões de Divaldo Rinco.

Divaldo foi prefeito por três vezes e capitalizou-se como a principal liderança política do nordeste goiano por longo período, mesmo hoje de maneira póstuma. 

Os mandatos de Divaldo destacaram-se principalmente pela atenção à sociedade mais necessitada, criação de projetos avançados e sempre voltados ao desenvolvimento humano e econômico da região. 

Sobre não ter participado anteriormente dos pleitos eleitorais, Marcus diz “Eu entendo que em momentos anteriores, eu tinha outra função, tanto politicamente quanto como empresário. Tinha funções que davam o suporte para que Divaldo pudesse ser o grande gestor que foi”.

Conhecedor das realidades da região e bem relacionado na política goiana, o empresário traz consigo o apoio do Deputado Estadual Iso Moreira, além de nomes importantes na articulação política que diz respeito à Região da Chapada dos Veadeiros.

"Sinto-me preparado para enfrentar o desafio de ser gestor de Alto Paraíso, que é a principal cidade do cinturão da Chapada. Acredito que minha experiência bem sucedida como empresário, somada a toda experiência e conhecimento das necessidades e realidades de nosso povo é o que Alto Paraíso precisa para voltar a trilhar o caminho do desenvolvimento, do crescimento.”

Gravíssimo acidente mata três pessoas na rodovia BR-020, agora à tarde



A rodovia da morte não para de fazer vítimas.

Ainda há pouco, na tarde dessa sexta-feira (31), a 10ª Companhia Independente Bombeiro Militar, juntamente com o SAMU de Posse (GO), atendeu gravíssimo acidente de trânsito.

O acidente envolveu dois carros de passeio, com famílias dentro, e um caminhão.

O sinistro foi na BR-020, Km 242, próximo ao Balneário Água Quente, em Posse (GO)

Na ocorrência atendida pelos bombeiros, três vítimas morreram no local e os militares nada puderam fazer.

Outras três vítimas feridas foram transportadas ao Hospital Municipal de Posse (GO).

Enel distribuição Goiás lança campanha online para negociação de dívida e amplia facilidade de parcelamento


Diante do atual cenário de crise econômica em decorrência da pandemia da Covid-19, a Enel Distribuição Goiás lança uma campanha de negociação online com condições especiais para o cliente negociar sua dívida com a companhia. 

Até o final de setembro, os clientes poderão parcelar as contas em atraso em até 10 vezes (entrada + 9 parcelas) na própria fatura, sem cobrança de juros de financiamento.

“Estamos sensíveis ao atual momento pelo qual passam muitas famílias, que tiveram sua renda reduzida em função da pandemia, e queremos facilitar a vida dos clientes, para que possam regularizar sua situação. 

Pelo Portal de Negociação ou App, com poucos cliques, o cliente escolhe opção de parcelamento mais adequada para ele”, afirma Márcia Sandra, Diretora da Mercado da Enel Brasil.

O parcelamento poderá ser realizado por meio do Aplicativo Enel Goiás, que pode ser baixado gratuitamente, ou pelo Portal de Negociação, no site da empresa, no link https://www.enel.com.br/pt-goias/Para_Voce/negocie_sua_divida.html.

Para acessar os serviços, é necessário fazer login com os dados do cliente, que poderá escolher o número de parcelas e o valor da entrada que quer pagar. A ideia é oferecer para o cliente um canal rápido e de fácil utilização.

A campanha de negociação é uma boa opção para o cliente ficar adimplente com a companhia, evitando, assim, a suspensão do fornecimento de energia, quando ocorrer o retorno desta atividade. 

Vale ressaltar que a suspensão de corte não impede outras ações de cobrança.

Serviço:

Campanha de parcelamento de contas da Enel Distribuição Goiás

Locais para negociação:

• Aplicativo Enel Goiás, que pode ser baixado gratuitamente pelo iOS (https://apple.co/2pb8F66) e Android (https://bit.ly/2HioUtv). Para os clientes que já possuem o aplicativo, a companhia orienta que façam a atualização para visualizar as condições especiais do parcelamento.

• Portal de Negociação: https://www.enel.com.br/pt-goias/Para_Voce/negocie_sua_divida.html

Para comunicar ocorrências, solicitar serviços ou informações, os clientes da companhia podem entrar em contato com a Central de Atendimento, por meio do 0800 62 01 96. 

Além disso, o cliente também pode falar com a empresa pelo WhatsApp, enviando um “Olá” para o número (21) 99601-9608. A atendente virtual Elena irá atender, ingressando serviços como Falta de Energia, Consulta de débitos, Envio de 2ª via da conta e respondendo às perguntas mais frequentes.

Sobre a Enel Distribuição Goiás

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². 

A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia.

Oportunidade: UFT abre seleção para ingresso de professores em especialização em transtorno autista


A Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e do Instituto de Pesquisa e Extensão de Desenvolvimento Regional do Centro Norte Brasileiro (Ipex-Regional), publicou nesta sexta-feira, 31, o edital de seleção de candidatos para ingresso na segunda turma do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Transtorno do Espectro Autista (TEA) no Âmbito das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), na modalidade remota e com atividades a distância.

A especialização faz parte das ações do Projeto TEA-TDIC e tem como objetivo promover a qualificação de profissionais para trabalhar com estudantes autistas, por meio da inserção das tecnologias digitais de informação e comunicação, visando incrementar a formação dos professores da rede pública municipal e estadual de ensino do Tocantins.

São oferecidas 50 vagas para licenciados no efetivo exercício do magistério na rede pública, sendo 35 para professores da rede municipal e 15 da estadual. 

As inscrições são gratuitas e acontecem no período de 03 de agosto até às 18 horas do dia 04 de setembro, por meio do preenchimento do formulário online, disponível no endereço: https://forms.gle/odqMVGm5tiYwRqpJ8.

Após devidamente preenchido o formulário, os candidatos deverão digitalizar e anexar a seguinte documentação: Currículo Lattes; carta de intenção apresentando os motivos que levaram o candidato a fazer o curso, e como essa formação contribuirá para o desenvolvimento das suas atividades profissionais; e comprovação do exercício profissional, ou seja, declaração da chefia imediata da área em que atua.

Fonte: UFT

Neste sábado (1º), Arraias (TO) completa 280 anos de história, cultura e turismo





Há 280 anos nascia oficialmente Arraias. 

A data do dia 1° de agosto de 1740 foi marcada oficialmente pela transferência, assinada pelo governador da Capitania de São Paulo, D. Luís de Mascarenhas, do povoado de Chapada dos Negros para uma área distante poucos quilômetros. 

O povoamento da região havia iniciado quatro anos antes, para exploração de ouro.

O tempo passou, mas a importância histórica do município distante cerca de 420 km de Palmas permanece viva no orgulho dos arraianos, nas construções históricas, nas tradições culturais, nos muros de pedra do antigo povoado que testemunharam um dos garimpos mais ricos da região e a consequente presença de enorme número de negros escravizados.História

Tudo começou com um arraial, que já nasceu com seu nome definitivo, em referência à espécie que traz um ferrão no rabo, muito comum no ribeirão de mesmo nome. 

Localizada no Sudeste do Tocantins, na Região Turística das Serras Gerais, também é conhecida como a Cidade das Colinas, por estar em um vale e cercada por várias destas formações. 

Sua zona urbana também é a mais alta do Estado, com cerca de 722 metros de altitude, o que proporciona noites bem amenas nos meses de junho e julho.

Seu centro histórico ainda preserva traços da arquitetura em o estilo colonial português. Nos casarões mais antigos, ainda é possível encontrar as iniciais dos patriarcas das famílias que as construíram e o ano de conclusão da obra. 

Um deles, localizado na Praça Dr. João d’Abreu, guarda objetos de época e registros sobre a formação do município: o Museu Histórico e Cultural de Arraias é administrado por meio de acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Prefeitura Municipal e Universidade Federal do Tocantins.

Turismo

Por sinal, é justamente no Câmpus de Arraias que a UFT mantém seu curso Tecnólogo de Turismo Patrimonial e Socioambiental, confirmando a vocação do município para o desenvolvimento desta área.

Riquezas naturais e culturais não faltam, como a Gruta da Fazenda Furnas e as trilhas que leva às ruínas da Chapada dos Negros e ao Morro da Cruz, um mirante com vista para todo o vale.

O Turismo de Base Comunitária (TBC) também tem grande potencial de desenvolvimento nas comunidades remanescentes de quilombo, como Mimoso de Kalunga e Lagoa da Pedra. Nesta última, ainda se realiza a Roda de São Gonçalo, uma tradição trazida pelos portugueses, em pagamento de promessas feitas ao Santo. 

No ponto alto da festa, mulheres desfilam em pares, vestidas de branco, carregando arcos de madeira enfeitados com flores de papel e iluminados com pavios feitos de cera de abelha. Enquanto isso, os homens tocam viola e entoam versos em louvor a São Gonçalo, cuja imagem fica em um altar erguido próximo a um cruzeiro todo iluminado.

Arraias é um dos oito municípios da Região Turística das Serras Gerais, que reúne cidades históricas famosas por suas festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro. 

O turismo de natureza também é destaque, devido à grande quantidade de rios, canyons, cachoeiras, grutas e cavernas. Para quem se interessar em conhecer Arraias, a dica é fazer um circuito maior, visitando outras localidades da região.

“A região sudeste do Tocantins é uma referência em cultura e belezas naturais, e Arraias se destaca por sua rica história. 

O município merece todas as honras em seus 280 anos”, afirma o presidente da Adetuc e secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra.

Tradição

Apesar dos atrativos naturais, os “saberes e fazeres” da população local é o grande destaque. 

Quem nunca ouviu falar na famosa Paçoca de Arraias? Alimento dos sertanejos e viajantes, a paçoca tem uma longa história, iniciada com a ocupação portuguesa e que chegou aos dias de hoje como alimento tradicional do Tocantins, apesar de estar presente em outros estados.

A carne seca, cortada em cubos e frita em óleo quente, é socada no pilão (de preferência sem verniz), com alho picado e farinha de mandioca. 

As batidas ritmadas fazem com que a carne se desmanche e seu sabor seja assimilado pela farinha. 

A produção arraiana teria conquistado fama antes mesmo do desmembramento dos estados de Goiás e Tocantins, com a apreciação do produto em feiras agropecuárias e outros eventos.

Também chama a atenção a produção artesanal, em especial as peças em argila branca, transformada em potes, panelas e objetos decorativos de cerâmica.

Já o seu carnaval preserva uma tradição quase extinta em outras regiões do País, o Entrudo, onde os brincantes jogam água uns nos outros enquanto percorrem as ruas da cidade animados por marchinhas carnavalescas tocadas por uma animada banda.

Comemoração

Com as restrições impostas pela prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), o município terá apenas algumas atividades para marcar a data. 

Conforme a Diretora Municipal de Cultura e Turismo, nesta sexta, 31, será lançado o portfólio virtual Arraias: 280 Anos. 

Para o sábado, está programada palestra on-line sobre o Sisteminha, projeto de produção integrada de alimentos, com seu criador, o pesquisador da Embrapa Luiz Guilherme, às 10 horas. 

O mediador será o secretário de Meio Ambiente, Mauro Barreto. A partir das 16 horas haverá uma live de contação de histórias com Nicinha Castelo. 

A transmissão será feita pelo Youtube, no link.

Fonte: Governo 

Caso Danilo: padastro é preso, suspeito de ser o assassino



Reginaldo Lima Santos, padrasto de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, foi preso nesta sexta-feira (31), suspeito de matar o garoto na última semana com ajuda de Hian Alves de Oliveira, filho adotivo do pastor, que também foi preso. 

De acordo com informações iniciais da Políca Civil, os dois alegam ter matado a criança como forma de vingança em razão de suposto mal comportamento. 

Os dois estão sendo encaminhados para a Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), no Setor Cidade Jardim, em Goiânia.

Segundo afirmou a nossa reportagem a pastora Mariele Silveira, provável ato de crueldade é isolado. 

As igrejas evangélicas segundo afirma a religiosa defendem a família e o bem estar das crianças e adolescentes.

Com informações do DM 


Corpo de mulher encontrado em área de mata próximo ao campus da UFT em Palmas é identificado


A Polícia Civil do Tocantins, por meio do Instituto de Identificação em parceria com o Instituto Médico Legal (IML), órgãos vinculados à Superintendência da Polícia Científica, identificou o corpo de uma mulher encontrado na manhã do último domingo (26) na região norte de Palmas, próximo à Universidade Federal do Tocantins.

O corpo foi encontrado em estado avançado de decomposição e não apresentava documentos. 

O Instituto de Criminalística, por meio dos peritos oficiais, também esteve no local para realização da perícia criminal.

A vítima foi identificada como Daniela de Paula Tavares de Moraes, de 32 anos. 

A identificação foi realizada pelos papiloscopistas lotados no Núcleo Especializado de Identificação Necropapiloscópica pelo exame papiloscópico. 

A papiloscopista Maurícia Simas Queiroz Costa relata que foram necessárias 72 horas de trabalho constante para a recuperação do tecido tegumentar devido ao estado avançado de decomposição que se encontrava o corpo. 

Contudo, segundo ela, foi gratificante chegar a um resultado positivo ao final de todo o processo.

O laudo com as possíveis causas da morte foi enviado para a 1ª Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa – DHPP juntamente com o laudo necropapiloscópico de identificação da mulher. 

O caso está sendo investigado pela DHPP que trabalha para elucidação do crime.

Cadáver encontrado no domingo (26)

O cadáver, em estado avançado de decomposição, foi encontrado no domingo (26) em Palmas. 

Na oportunidade, de acordo com informações apuradas pela Agência Tocantins, o corpo aparentemente sendo de uma mulher, foi localizado por volta das 9h em uma área de mata ao lado de uma pista de MotoCross, próximo ao Campus da Universidade Federal do Tocantins – UFT.

O corpo foi localizado por uma pessoa que passava pelo local e sentiu o mau cheiro, ao entrar no mato, avistou o cadáver e acionou a Polícia Militar.

A Polícia Militar esteve no local e isolou a área para os trabalhos dos peritos da Polícia Técnica Científica. 

Segundo apurado pela reportagem, próximo ao corpo da vítima ainda não identificada de aproximadamente 24 anos, vários objetos usados para o consumo de drogas, além de um cachimbo para o uso de crack foi encontrado no bolso da roupa da jovem.

Há suspeita que a mulher tenha sido assassinada enquanto consumia drogas. Após o local ser periciado, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal – IML, onde passará por exames de necropsia que identificará às causas da morte.

Fonte: Agência Tocantins 

Prefeito de São Domingos (GO) emite Nota


NOTA DE ESCLARECIMENTO À POSTAGEM, INTITULADA COMO 

“Vereador de São Domingos (GO), desconsolado, diz que rolo compressor do governo vai funcionar novamente nesta sexta-feira (31) ”.

Prezado Blogueiro,

Coma veiculação da matéria retro, senti a necessidade de pronunciar acerca da mesma, pois vejo a necessidade de corresponder com a nossa população, bem como aos leitores desse blog, que aliás, são muitos.

Pautamos pela busca incessante das melhorias deste município, que como é sabido por todos, foi dilapidado ao longo dos anos, ora por incompetência, ora por má fé de quem geriu administrativamente esta municipalidade.

Nossas ações, até aqui, posso dizer, que foram na sua grande maioria, acertadas. Prova do que falo, é o apoio maciço que percebemos dos nossos munícipes, em todos os quesitos que elejo para análise.

Não restam dúvidas que a positividade que nos envolve politicamente, incomoda aqueles que ainda fazem parte do grupo político que sempre promoveu a desordem, provocando o caos e prejudicando a vida e as perspectivas do nosso povo.

Quando intitulamos o slogan “São Domingos, um novo rumo, uma nova história”, tinha e tem um propósito. 

Mudar os rumos da política velha, arcaica, que sempre conduziu nosso município ao anti – progresso. Então foi necessário introduzir um novo modelo de administração e elevar a autoestima do nosso povo. Melhorar a prestação dos serviços públicos, oferecer o meu trabalho sério, assim como de todos os Servidores Públicos municipais.

Não vejo no horizonte, nada para baixar a minha vontade de continuar buscando os meios necessários para a implementação de boas ações como Gestor Público, muito menos ações de agentes eleitos para defender o bem do povo e, que a todo tempo se manifesta negativamente, ora no plenário da Câmara, ora nas redes sociais, ora nos denunciando junto ao ministério Público, como é o caso do Vereador ODAIR JOSÉ, se posicionando contra as melhorias diversas, não sendo diferente no caso do poço artesiano da Fazenda São José.

Estamos a todo custo, com recursos da Federação, do estado ou municipais, realizando obras e honrando os compromissos assumidos. 

Ressalta-se informar que os pagamentos relativos ao mês de julho já foram pagos aos servidores e aposentados no dia 30 do corrente mês, ou seja, antecipadamente. 

Entre tantas obras, destaco a Praça do Povoado São Vicente, que inclusive, contempla a casa dos familiares do Nobre Vereador, sendo os gastos quitados com os recursos do Tesouro Municipal, mesmo assim, o Vereador se posicionou contra a obra e consequentemente contra povo daquele Povoado.

Nossa gestão não faz retaliação a quem quer que seja, não fazemos acepção de pessoas. 

Por isso, com a aprovação massiva da nossa população às nossas ações, o que distancia a possibilidade da oposição voltar ao comando do Executivo Municipal, entendem que denegrir é o melhor caminho, como foram as considerações do citado Vereador, ao dizer que haveria um rolo compressor sobre as ações dos legislativos na apreciação dos projetos a serem analisados pela Câmara de Vereadores. 

Se a aprovação dos projetos por convicção for rolo compressor, então precisamos concordar com ele, pois o Executivo retirou dos trâmites da Câmara, o Projeto de Lei nº 011/2020, com fundamento no Artigo 8º, Inciso II da Lei Federal nº 173/2020. 

Com esse Projeto de Lei, nosso objetivo era de regulamentar a Secretaria Municipal de Habitação, para a qual, diversas pessoas foram nomeadas como titular da Pasta, percebendo os respectivos salários de Secretários desde o ano de 2013. 

Já o que autoriza a suspensão dos pagamentos previdenciários de março a dezembro de 2020, foi aprovado pela unanimidade dos Vereadores presentes, inclusive do Vereador Odair José, autor da matéria publicada no blog, sendo então, contraditório ou simplesmente, sem noção.

O mesmo votou aprovando, por entender que era necessário. Que o Executivo Municipal, mais uma vez agiu com maturidade e, não com o termo figurado de “rolo compressor”. 

O nosso rolo compressor é para o progresso na vida das pessoas que padeceram ao longo dos anos pelo grupo ao qual o Vereador defende e apoia.

Nosso foco continua, nossas ações do bem, também e conclamamos a toda população deste município a estar atenta às ações dos agentes públicos que são pagos por ela para bem agir em benefício da nossa coletividade.

Cleiton Gonçalves Martins

Prefeito Municipal

Está com a conta do auxílio emergencial bloqueada? Veja o calendário de desbloqueio


Os beneficiários do Auxílio Emergencial que tiveram contas bloqueadas preventivamente por inconsistência cadastral podem realizar o desbloqueio pelo próprio aplicativo CAIXA Tem. 

Para isso, basta seguir as orientações do aplicativo para enviar a documentação. O processo é digital e o desbloqueio ocorre em até 24 horas.

Os usuários que tiveram as contas bloqueadas por suspeita de fraude serão informados pelo CAIXA Tem que devem procurar uma agência para o desbloqueio, de acordo com o calendário escalonado por mês de aniversário.



Caixa credita parcelas do auxílio emergencial para 3,8 milhões de brasileiros nascido em abril; Veja o calendário



Nesta sexta-feira (31), a CAIXA credita as parcelas do Ciclo 1 do Auxílio Emergencial para 3,8 milhões de brasileiros. 

A partir desta data, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem para pagamento de boletos, compras na internet e através das maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais.

Também nesta quarta, está disponível para saque ou transferência os valores do Saque Emergencial do FGTS para as pessoas nascidas em janeiro. 

Os valores também podem ser movimentados através do aplicativo CAIXA Tem, sem que o beneficiário precise se deslocar até uma agência. 

Já os beneficiários do Auxílio Emergencial nascidos de abril a maio que tenham a conta bloqueada, podem procurar uma agência para desbloqueio.

A CAIXA reafirma que os clientes não precisam madrugar nas agências. Todos que chegarem no horário de funcionamento das agências, das 8h às 14h, serão atendidos. 

Os recursos do Saque Emergencial do FGTS e do Auxílio Emergencial podem ser movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem. Os usuários que precisam atualizar o cadastro no aplicativo, podem enviar a documentação pelo próprio App.

Os beneficiários que estão no programa Bolsa Família e possuem o Número de Identificação Social (NIS) com final 0 recebem a parcela 4 nesta sexta-feira (31). 

O recebimento do Auxílio Emergencial por este público é feito da mesma forma que o benefício regular, utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui, ou por crédito na conta CAIXA Fácil.

Já foram pagos R$ 141,8 bilhões do Auxílio Emergencial para 65,4 milhões de brasileiros, num total de 201,8 milhões de pagamentos. 

Somando ao Saque Emergencial do FGTS e o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), a maior ação de inclusão financeira e digital da história do país vai beneficiar 121,3 milhões de pessoas, oito em cada dez adultos no Brasil.

Saque Emergencial do FGTS:

Os trabalhadores nascidos em janeiro que tiveram o crédito do Saque Emergencial do FGTS e que não movimentaram a conta Poupança Social Digital ou que tenham saldo remanescente já poderão sacar o benefício em dinheiro. 

Também será possível transferir os valores, via aplicativo CAIXA Tem, para outras instituições financeiras.

Para realizar o saque, é preciso fazer o login no App, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. 

O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da CAIXA, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui.

Continua disponível ao trabalhador a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.

Veja o calendário:


Pesquisa revela aumento de mais de 13% na busca por internet móvel no primeiro semestre de 2020


O Brasil alcançou, no início de julho, a marca de 100 mil antenas de telefonia e internet móvel em operação em todo o país, de acordo com estudo do SindiTelebrasil, sindicato que reúne as prestadoras de serviços de telecomunicações. 

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a busca por internet móvel cresceu mais de 13% no primeiro semestre de 2020 em relação ao semestre anterior, como mostra um levantamento do Portal de Planos (https://portaldeplanos.com.br/) - site que reúne todos os planos de internet, celular, TV e telefone para otimizar a jornada de compra dos clientes.

“A mudança de hábitos na rotina dos brasileiros também impactou a maneira de consumir internet. 

Se em um primeiro momento as pessoas passaram a ficar muito mais em casa do que de costume, utilizaram de forma mais intensa a internet fixa. 

Agora, com a liberação gradual do comércio e retomada da economia, volta à tona a necessidade de usufruir da internet móvel”, afirma Yuri Kaminski, especialista em marketing digital do Portal de Planos.

Nem todo mundo sabe, mas é possível conectar uma internet de graça pelo celular. 

“Ainda que não seja garantido usufruir de um pacote de dados sem pagar nada e ilimitado em qualquer lugar, existem algumas opções seguras de internet gratuita que podem ajudar em momentos de falha na conexão, por exemplo. 

Para quem se interessar, uma plataforma disponibiliza um conteúdo que aborda as 7 formas de obter uma conexão segura e sem colocar a mão no bolso”, revela.

Fonte: Portal dos Planos 

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Dianópolis (TO) sem médico


Diversos moradores de Dianópolis (TO), sudeste do estado, têm informando que a cidade está sem médico no hospital regional, em plena pandemia. 


Pelas redes sociais, vários cidadãos pedem que denúncias sejam feitas aos órgãos responsáveis.

Dianópolis somou nesta sexta-feira (30) mais de 210 casos de Covid.

Um morador da cidade compartilhou apelo para que a situação seja resolvida.  

"Estamos passando por uma das maiores dificuldades desde que entrei no Hospital", disse um servidor. 

"Está muito difícil trabalhar, assumir pacientes graves, sem médico, sem técnico de raios x, sem motoristas e técnicos parados por falta de pagamento”, disse. 

A maioria sai traumatizado daqui. Pois são plantões puxados para um profissional só, ainda mais com Covid em pleno pico”, escreveu outro servidor.

“Estamos aqui sem médico plantonista, só com a enfermagem na linha de frente, ficamos aqui sem respaldo de nada e temos que nos virar com o que chega”, disse uma profissional do hospital.

A site a Gazeta solicitou informações sobre a contratação e alocação de novos profissionais para o hospital e busca uma resposta.

Em tempo, Dianópolis é referência, em termo de saúde, no Sudeste do Estado.

Agora é rezar e orar: casos de Covid-19 explodem em Campos Belos (GO) e vão a 75


Agora é rezar e orar, porque as ações humanas não estão mais fazendo efeito em Campos Belos (GO). 

Pelo contrário, só fazem é a doença se propagar em tremenda velocidade. 

Os casos de Covid-19 no município deram um salto de 6 contaminados em um só dia, explodindo para 75 o número de pessoas com a doença, confirmada por exames laboratoriais.

O pior são os numeros de suspeitos, que são capazes de multiplicar esses dados: hoje são 37.

Pelo Boletim desta quinta-feira (30), dos 75 pacientes confirmados, 50 deles já estão curados. 

Mas 24 estão ativos, em plena fase de contaminar outras pessoas. 

Dois deles estão hospitalizados, sendo um no Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás.

Um paciente morreu em virtude da Covid e dois outros óbitos, inclusive o de Iris Neto Rodrigues, 38 anos, que morreu na semana passada, foram descartados. 

Os bairros setores Aeroporto e Cruzeiro são os campeões de casos.

Duas pessoas morrem, após capotamento próximo a barragem do Paranã, em Vila Boa (GO)


Um grave acidente ocorrido na tarde desta quinta-feira (30), na rodovia que dá acesso a barragem do Paranã, em Vila Boa (GO), matou duas pessoas. 

Um veículo Fiat Uno de cor vermelha, com 6 pessoas abordo, capotou numa estarda de terra e causou a tragédia. 

O condutor, um homem que não teve a identidade revelada, e uma mulher foram as vítimas fatais. 

Há a informação, ainda não confirmada, de que seriam todos moradores de Formosa (GO).

Vereador de São Domingos (GO), desconsolado, diz que rolo compressor do governo vai funcionar novamente nesta sexta-feira (31)


O vereador de São Domingos (GO), Odair José Ferreira da Silva (Democratas), no nordeste do estado, na região de Terra Ronca, está desconsolado com a situação política do município. 

Segundo o parlamentar, na Câmara de Vereadores somente há três parlamentares de oposição - ele e mais dois -  e  em qualquer matéria de interesse do Executivo Local, o rolo compressor do governo passa por cima de tudo.

Amanhã (31), por exemplo, é praticamente certa a aprovação de dois projetos polêmicos, que estão na pauta do dia.

O primeiro deles é sobre o desmonte do Fundo de Previdência dos Servidores Municipais de São Domingos ( Fundoprev), que existe para pagar os funcionários do município em suas aposentadorias e pensões.

Ocorre que em governos passados, muitos dos gestores simplesmente usaram o dinheiro desse fundo, deixando em extremo perigo a percepção dos valores por quem de direito e em data futura, na maioria das vezes servidores já idosos. 

Foi preciso a prefeitura refinanciar os valores devidos e cobrados judicialmente  em parcelas a perder de vistas. 

Agora, o prefeito Ceiton Martins mandou à Câmara um Projeto de Lei (PL) que tentar suspender o pagamento das parcelas vencidas desde março passado e também as que vencerão até dezembro deste ano. 

O PL também suspende os pagamentos previdenciários patronais ao fundo. 

Explicando: ao fundo, dividem os depósitos, os servidores e quem emprega, no caso, a prefeitura de São Domingos (GO). 

Ficarão ainda suspensas de pagamento alíquotas suplementares que a Prefeitura paga, também por dívida, até dezembro de 2020. 

O Vereador Odair afirma que não entende o porquê dessa suspensão, em prejuízo dos servidores, já que o mandato do atual prefeito está quase no fim. 

O segundo projeto que será apreciado amanhã é da criação da Secretaria de Habitação.

Odair afirma que o projeto visa especificamente acomodar a filha do prefeito, que ocupa uma cargo em comissão na prefeitura, ação muito questionada pelo parlamentar. 

Recentemente, uma decisão judicial, a pedido do Ministério Público, afastou a filha do prefeito da ocupação por falta de cargo formalmente criado. 

"Defender meus ideias tem custado caro. Frequentemente tenho sofrido ataques nada rede social por parte dos apoiadores da administração remunerados com o erário público", ainda se queixa ele. 

Ouça o áudio do vereador: 

Vídeo do Dia: uma lição para quem reclama de tudo; menino de 10 anos trabalha sozinho para sustentar a família


quarta-feira, 29 de julho de 2020

Reflexão do padre Joacir d’Abadia: "O silêncio que se escuta"



O silêncio é um barulho que os místicos e os ascetas conseguem escutar. 

É o som que brota do interior do ser humano que busca elevar seu espírito sem, segundo Mansur Challita, “medo de curvar-se diante do desconhecido e do sobrenatural e de conhecer a força e a beleza das aspirações elevadas que resistem às seduções da terra” .

Os Mestres da lei e os Fariseus ficaram em silêncio diante da cura que Jesus Cristo operou na vida de um hidrópico (que tem acúmulo de líquido em tecidos e cavidades do corpo): “Mas eles ficaram em silêncio... E eles não foram capazes de responder a isso” (cf. Lc 14,1-6).

Foi um silêncio que superou o preconceito da norma que escravizava um povo, por isso que “não podemos impedir a nossa mente de olhar, maravilhada, para um cego que recuperou a visão ou um paralítico que ainda, sem que nossa razão ou nosso saber possam explicar esses acontecimentos” (Mansur Challita ), necessita de uma cura. 

O silêncio espiritual serve, todavia, como purificação. “Por conseguinte, para o homem que pretende libertar-se do seu próprio "eu" é esperada uma árdua luta. 

Esta luta é entre o "eu" que pertence ao mundo com o "Eu" superior e ideal que possibilitará ao homem apresentar-se diante de Deus. 

Neste esforço, tal como declarou Jesus Cristo, o homem deverá submeter-se a si mesmo como também seus atos a um rigoroso exame. 

É necessário abandonar muitos bens mundanos para obter o tesouro celestial e submeter-se à prova do sofrimento para purificar sua vontade” (Panayiotis Christou) .

Nesta luta contra todos os ditames deste mundo barulhento, caminha o sacerdote no silêncio que se perde na superação do preconceito: “Perdia-se em Deus como um rio se perde no mar”, nos ensina o admirador do monástico São Charbel (1828-1898), Paul Daher . 

O silêncio, portanto, permite ao homem voltar-se a si mesmo descobrindo sua grandeza frente ao mistério de sua purificação. 

Padre Joacir d’Abadia é pároco em Formosa (GO)


Bibliografia

Challita, Mansur. São Charbel (1828-1898). Brasília-DF: Gráfica Charbel, p. 2.

Id. p. 01.

Christou, Panayiotis. A vida monástica na Igreja Ortodoxa. Tradução: Pe. Paulo Augusto Tamanini. https://www.ecclesia.com.br/biblioteca/monaquismo/a_vida_monastica_na_igreja_ortodoxa_oriental.html acessado dia 29 de julho de 2020 às 10h42.

Challita, Mansur. São Charbel (1828-1898). Brasília-DF: Gráfica Charbel, p. 8.

Vídeo do Dia: antes da pandemia era assim, na grande festa da Folia do Divino; saudades


Consequências: MPTO investiga possível distribuição indiscriminada de vermífugo à população de Rio da Conceição (TO)



O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Dianópolis (TO), instaurou hoje, quarta-feira, 29, um inquérito civil público para apurar a possível distribuição indiscriminada do vermífugo ivermectina à população de Rio da Conceição, como método de prevenção e tratamento da Covid-19.

A investigação parte do funfamento que não existe estudo científico conclusivo acerca da eficácia do uso deste medicamento na prevenção ou no tratamento da Covid-19 e que a sua possível distribuição sem prescrição médica contraria orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que inseriu o vermífugo na lista de substâncias sujeitas a controle especial.

O inquérito civil público vai apurar se houve dano ao erário municipal, decorrente da aquisição do medicamento para a distribuição em larga escala e de forma indiscriminada.

Ao instaurar o procedimento investigativo, a promotora de Justiça Luma Gomides de Souza especificou uma série de informações que serão requisitadas ao prefeito e ao secretário de Saúde, sendo elas: a cópia integral do processo referente à compra do remédio e a fundamentação técnica para a definição do quantitativo adquirido; a base científica adotada pelo município para distribuição da ivermectina na prevenção e tratamento das infecções decorrentes da Covid-19; se há prescrição médica individualizada do medicamento à população e, em caso afirmativo, as cópias de todas as fichas de atendimento em que houve prescrição.

A 2ª Promotoria de Justiça de Dianópolis também vai verificar se existem informações quanto aos gastos realizados para a aquisição do medicamento no portal da transparência do município.

Fonte: Agência Tocantins 

PM prende traficantes que levavam drogas para Alto Paraíso. Foram pesados 15 kg de maconha e meio de cocaína


A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu, nesta terça-feira (28/7), dois homens suspeitos de tráfico de drogas. 

Eles foram abordados na DF 345, em Planaltina, e lavavam as substância para Alto Paraíso (GO).

Segundo os militares, o veículo dos suspeitos foi parado em um ponto de bloqueio. 

Durante a busca do carro, os policiais militares encontraram aproximadamente 15 Kg de maconha e meio quilo de cocaína tipo “escama de peixe”, além de R$ 886. 

Questionados, os abordados informaram que vinham de Goiânia e iriam distribuir a droga na região de Alto Paraíso de Goiás.

Os suspeitos foram encaminhados à 16ª DP (Planaltina) para o registro da ocorrência. Eles foram autuados por tráfico de drogas interestadual.

Fonte: CorreioWeb

Projeto Um Novo Olhar utiliza arte e capacitação de professores e regentes para aumentar a inclusão


Com ênfase nas artes visuais, projeto é fruto de parceria entre Funarte e a UFRJ e será lançado hoje, 29 de julho, com uma live transmitida pelo Youtube. 

Reunindo oficinas de artes em geral, online e em várias regiões do país, iniciativa tem como destaque capacitações para professores em arte-educação e em regência coral, com foco em pessoas com deficiências

Parceria entre a Fundação Nacional de Artes – Funarte e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Projeto Um Novo Olhar vai disponibilizar oficinas de artes em geral, com ênfase nas artes visuais, online e em várias regiões do país. 

A iniciativa, cujo lançamento será na quarta-feira, dia 29 de julho, com uma “live”, reúne capacitações, em arte-educação para professores da rede pública de ensino, e também em regência coral. 

A ação integra o Programa Funarte de Toda Gente.

A live de lançamento do projeto acontecerá no dia 29/7, quarta-feira, às 18h, e será mediada pelo Diretor artístico, Vice-diretor da Escola de Música da UFRJ e coordenador do projeto Um Novo Olhar, Marcelo Jardim, e contará com a participação de Patrícia Dorneles (Coordenadora do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural da UFRJ e coordenadora integrada das ações de acessibilidade dos projetos Funarte-UFRJ).

E ainda Maria José Chevitarese (Canto Coral da UFRJ e coordenadora das ações de coro do projeto Um Novo Olhar), Leila Santos (Centro de Artes Visuais da Funarte), Sara Bentes (cantora, compositora, escritora e atriz deficiente visual) e Robson Xavier da Costa (Departamento de Artes Visuais e Programas de Pós-Graduação da UFPB).

Entre os dias 5 e 6 de agosto, a agenda inclui o Encontro Um Novo Olhar de Arte/Educação + Acessibilidade, com a participação de especialistas nesses segmentos. 

As atividades do evento se iniciam online, no canal de vídeo Arte de Toda Gente, no Youtube, com oficinas em arte-educação, com foco total na acessibilidade; e também em regência coral, tendo como norte a inclusão. 

Em uma segunda fase, todas as ações serão também presenciais, com oficinas para crianças com deficiências.

Desenvolvido conjuntamente pela Funarte e pela UFRJ, por meio da Escola de Música da Universidade, o Um Novo Olhar tem como alvo promover a inclusão e o acesso de crianças, jovens e adultos com algum tipo de deficiência, por meio das artes e da capacitação de professores e de regentes para coro. Com a exibição online de performances de artistas e vídeo podcasts (“vodcasts”) sobre arte e acessibilidade; e com uma série de publicações, o projeto tem também o objetivo de ampliar a percepção de toda a sociedade sobre as deficiências.

As três frentes do projeto

A ação possui três frentes distintas, que têm a inclusão como seu principal objetivo comum. 

A primeira delas, que começará apenas online, dedica-se à oferta de capacitação em arte-educação para acessibilidade, destinada especialmente a professores do ensino fundamental. 

As atividades começam com o Encontro Um Novo Olhar em Arte/Educação+Acessibilidade, com palestras e mesas redondas online, no qual especialistas tratarão de temas relacionados à arte-educação inclusiva. 

As atividades acontecerão na forma de “lives”, transmitidas pelo canal Arte de Toda Gente, que permanecerão disponíveis no no site do projeto www.umnovoolhar.art.br e no canal, a partir do dia 29.

Na sequência, será lançado o primeiro de uma série de sete cursos online destinados a apoiar professores no uso das artes como ferramenta facilitadora no trato da pessoa com deficiência. Para participar, será necessário fazer uma inscrição no site. 

O acesso às aulas e ao material será dado mediante um login. Cada turma terá até oito semanas para concluir as atividades. Os próximos cursos serão disponibilizados ao longo dos próximos meses e, também, em 2021.

A segunda frente é composta por ações de canto coral – uma das atividades musicais consideradas de maior capacidade inclusiva. 

Haverá oficinas online de capacitação para regentes de coro infantil, além de material didático – vídeos e partituras de repertório, de compositores brasileiros (especialmente formatado para esses conjuntos). 

Existirá também conteúdo sobre acessibilidade em música para pessoas com deficiência, de forma a facilitar e tornar as apresentações mais atraentes para esse público. 

As oficinas serão ministradas por professores da UFRJ, de outras universidades e instituições de ensino e, também, por outros especialistas em canto coral convidados. 

Aqui, o objetivo é proporcionar uma base de conhecimento e de recursos técnicos para que os participantes possam melhorar e ampliar sua atuação profissional.

Já na terceira frente do projeto, que deve acontecer somente a partir do primeiro semestre do ano que vem, estão previstas oficinas presenciais de regência coral e de arte-educação para professores da rede pública, com foco na acessibilidade. Também serão promovidas oficinas de artes visuais para crianças com deficiência, em diferentes regiões do país. 

A ideia é incentivar o exercício da arte e trabalhar as habilidades motoras e físicas, estimulando capacidades de percepção, comunicação, expressão e sensibilidade. O desenvolvimento de todo o processo, com a evolução dos trabalhos, será registrado em audiovisual, dando origem a um documentário e um catálogo, para exibição futura.

“Vodcasts”, performances e publicações

Paralelamente, e como apoio às demais atividades, serão veiculados pelo site apresentações musicais e performances de artistas com deficiência, de artes visuais e cênicas e literatura, e “vodcasts” com participação de professores especialistas e outros artistas, em abordagens de temas diversos. 

Serão feitas também publicações de uma revista sobre a acessibilidade e a arte, e de partituras para canto coral – incluindo a reedição de obras para coro publicadas anteriormente pela Funarte. 

Como primeira leva de publicações, as revistas Arte/Educação+Acessibilidade+Inclusão e Atualidade do Canto Coral no Brasil: 

perspectivas, iniciativas e possibilidades e, ainda, o caderno didático Aprimorando meu coro infantil: técnicas e criatividade.

Parceria estratégica

Principal fomentadora, promotora e incentivadora governamental de atividades artísticas no país, a Funarte agrega, na parceria com a UFRJ, conhecimento e capacidade técnica para a execução do projeto Um Novo Olhar, no Programa Funarte de Toda Gente. 

Uma das principais e mais respeitadas instituições de ensino superior do país, a Universidade – com sua Escola de Música – tem em seu quadro, docentes especializados, não somente em métodos e didática específicos, direcionados a alunos, como também na capacitação de professores e regentes; e no estímulo do desenvolvimento pedagógico e artístico, por meio de oficinas, palestras e preparação de material didático.

A parceria visa a promover políticas sociais públicas que proporcionem a acessibilidade e a inclusão no ambiente cultural. 

“A arte, tratada pedagogicamente é capaz de construir pontes e estabelecer diálogos, em todas as linguagens”, comenta o Vice-diretor da Escola de Música da UFRJ, Maestro Marcelo Jardim. 

“No campo das artes visuais, e das demais, de igual forma, além de todos os benefícios diretamente terapêuticos, trabalha-se a autoestima das crianças. 

Nesse sentido, utilizando as artes como ferramentas, os professores são capazes de promover uma melhor acolhida às crianças com deficiência no ambiente escolar. 

Com a capacitação de regentes, o projeto amplia as possibilidades de atuação desses profissionais para melhor atender as crianças e jovens, com o cuidado da acessibilidade e da inclusão, estimulando o fazer artístico como elemento fundamental na formação humana”, conclui o educador.

Serviço:

Projeto Um Novo Olhar

Live de lançamento: 29/7, quarta-feira, 18h com transmissão pelo canal www.youtube/artedetodagente

Realização: Fundação Nacional de Artes – Funarte e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Coordenação: Escola de Música da UFRJ

Programação e inscrições no site www.umnovoolhar.art.br, a partir do dia 29 de julho, quarta-feira

Ação integrante do Programa Funarte de Toda Gente

Informações sobre editais e outros projetos da Funarte: www.funarte.gov.br

Banco Central lançará notas de R$ 200 no fim de agosto, estampadas pelo lobo-guará


A família das notas do Real vai crescer. 

A garça-branca, arara, mico-leão-dourado, onça-pintada e garoupa agora também terão a companhia do lobo-guará. 

O Banco Central anunciou na tarde desta quarta-feira (29) que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou o lançamento da nova moeda de R$ 200, que será estampada pelo lobo-guará, escolhido após uma pesquisa da entidade.

Segundo o comunicado do Banco Central, serão impressas 450 milhões de cédulas, totalizando R$ 90 bilhões, que entrarão em circulação no final de agosto. 

Os elementos e características da cédula serão divulgados no lançamento oficial, no fim de agosto. 

A escolha do lobo-guará é resultado de uma pesquisa realizada em 2001 pelo BC.

A diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, explicou que o projeto já era pré-existente e o momento se mostrou oportuno para o lançamento, já que a pandemia do coronavírus trouxe um aumento na demanda por papel-moeda desde março. 

Além disso, foi observado um maior entesouramento do dinheiro e o retorno do auxílio emergencial ao sistema tem acontecido de forma mais lenta do que o esperado.

A diretora do BC afirmou também que o lançamento da nova cédula é uma medida preventiva, com o Banco Central se adiantando a um possível crescimento na demanda de papel-moeda nos próximos meses, mas que no momento a quantidade existente é adequada para suprir a demanda. 

Com a nova cédula, o BC espera reduzir custos de logística e distribuição de numerário pelo país.

Carolina de Barros disse que o CMN autorizou R$ 113,4 milhões para impressão de 450 milhões de cédulas de R$ 200 e 170 milhões de cédulas de R$ 100 e que a a impressão das novas moedas não está relacionada com a inflação. 

"Temos um sistema de metas. No momento, a inflação é baixa, estável, e controlada".

As 450 milhões de notas de R$ 200 serão lançadas gradualmente, de acordo com a necessidade do sistema. As moedas estão em fase final de testes de impressão.

Com informações do "Seu Dinheiro"

Exame de Iris Neto Rodrigues dá negativo para Covid-19


Deu como não detectado o resultado do exame para Covid-19 do paciente Iris Neto Rodrigues dos Santos, 38 anos, morador de Campos Belos (GO). 

Ele, que era uma pessoa portadora de necessidades especiais, morreu no último dia 25 de julho, após ter sido transferido para o hospital de campanha de Águas Lindas de Goiás, montado pelo governo federal para bem acolher os portadores da doença causada pelo novo coronavírus.

O rapaz foi socorrido por familiares para a UPA de Campos Belos (GO), há cerca de 16 dias, se queixando de faltar de ar. 

No local, um teste rápido não detectou a Covid-19. 

Pela piora do quadro médico dele, os médicos de Campos Belos (GO) decidiram por encaminhá-lo para o Hospital de Campanha de Águas Lindas, no Entorno de Brasília

Lá, sua saúde foi piorando a cada dia e ele precisou ser entubado. 

No último dia 25, ele não resistiu às complicações médicas e morreu. 

Antes, no dia 22, o paciente tinha feito um exame PCR, aquele que coleta secreções pelo nariz, para a detecção da Covid-19. 

Como não tinha o resultado do exame, no documento de óbito emitido pelos médicos, foi declarado que ele morreu com forte suspeita de ser Covid-19.

E assim foi sepultado em Guarani de Goiás, com as honras fúnebres respeitando todos os protocolos de quem morre pela doença. 

Hoje, no entanto, a família recebeu o resultado do exame PCR feito por ele antes de morrer. 

E para surpresa de muitos, e não da família que dizia a todo instante que o rapaz não tinha morrido de Covid, o exame deu negativo, segundo o laudo do laboratório.

"Queria informar ao senhor que o  resultado do teste do meu tio saiu. Ele não tinha covid-19. Morreu apenas de sepse pulmonar", disse uma sobrinha dele ao Blog. 

Nós publicamos a respeito 

Morre mais um paciente de Covid-19 em Campos Belos (GO)


Drama em Palmas (TO): maior hospital tem 138 profissionais infectados, apenas 3 vagas na UTI Covid e 1 leito clínico


Nesta quarta-feira, 29, o maior hospital público do Tocantins, o Hospital Geral de Palmas (HGP), referência também para a rede pública no tratamento dos pacientes com Covid-19, apresenta uma Taxa de Ocupação de Leitos de UTI Covid-19 de 85%. 

São apenas três das 20 vagas não ocupadas. 

Já a Taxa de Ocupação de Leitos Clínicos Covid-19 a taxa era de 95%: apenas um leito livre. Os dados são do painel IntegraSaúde, da Secretaria Estadual da Saúde (SES).

“Aqui no HGP lotado, quase sem vaga pra Covid! Só aumentando e muitos profissionais se afastando aqui cm Covid (sic)”, reclama uma servidora do HGP. “Até cancelaram as férias de agosto e setembro”.

O HGP está com 138 profissionais infectados entre o 827 confirmados de trabalhadores de estabelecimentos de saúde sob gestão da Secretaria da Saúde (SES), conforme último Relatório Situacional publicado no dia 23. 

O documento aponta 40 recuperados no HGP e 101 estão afastados por contaminação da doença.
considerando os 19.965 casos confirmados até 23/07/2020,

Segundo a SES os mais de 80 trabalhadores representavam 4,14% do total de confirmados até aquela data. 

"O percentual de acometimento da COVID-19 entre os trabalhadores de saúde da SES é de 6,28%, número inferior se comparado com os dados nacionais, cujo percentual é de 9,78%, segundo informado no Boletim Epidemiológico Especial MS nº 22 de 15/07/2020", diz o órgão, no relatório.

Fonte: Jornal do Tocantins