segunda-feira, 22 de junho de 2020

Prefeitura de Arraias atende MPTO e proíbe feiras livres e realização leilões


Após intervenção do Ministério Público do Tocantins (MPTO), a prefeitura de Arraias publicou, na quinta-feira, 18, decreto em que proíbe a realização de feiras livres e de leilões presenciais na cidade durante o período de pandemia de Covid-19.

A intervenção do MPTO foi no sentido de que não haja flexibilização das regras de distanciamento social no período em que o Estado vivencia um aumento expressivo no número de casos, tendo a própria cidade de Arraias confirmado seus três primeiros casos da doença nesta semana e registrado outros casos suspeitos. 

Também foi considerado o aumento de infectados na cidade vizinha de Campos Belos (GO).

No último dia 10, a gestão municipal havia publicado decreto em que restabelecia o funcionamento das feiras livres. Também no que se refere a evento com potencial para aglomeração de pessoas, estava agendado para acontecer no próximo dia 28, na sede do Sindicato Rural da cidade, a realização de um leilão de gado.

O Ministério Público vem atuando representado pelo promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega, da Comarca de Arraias. Nos últimos dias, ele requisitou posicionamentos formais do prefeito e reuniu-se com a secretária de saúde para tratar sobre a liberação das feiras livres. 

O MPTO também havia requisitado informações ao Sindicato Rural sobre o agendamento do leilão de gado.

Vigilância sanitária

O Ministério Público também solicitou da gestão providências para estruturação da Vigilância Sanitária municipal, com o objetivo de intensificar as ações de fiscalização e prevenção da Covid-19, em especial nas comunidades da zona rural, postos de combustíveis, terminais e estações rodoviárias, casas lotéricas, agências bancárias, mercados, supermercados e em pontos estratégicos da divisa com o Estado de Goiás.

Neste sentido, o promotor de Justiça reúne-se nesta sexta-feira com a coordenadora da Vigilância Sanitária, para tratar sobre o assunto.

Com informações do T1 Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.