quinta-feira, 25 de junho de 2020

Pior que Campos Belos (GO), São João Aliança registra 37 casos de COVID-19, o maior número do nordeste goiano




A COVID-19 avança sem dor e piedade sobre o nordeste de Goiás, a região mais pobre e necessitada do estado. 

Para quem pensava que a situação de Campos Belos (GO), na mesma região, é muito delicada, é porque não viu os números de São João da Aliança (GO). 

Ainda há pouco, a prefeitura divulgou o balanço do dia. 

O município está registrando nesta quinta-feira (25) 37 casos confirmados da doença, trazida pelo novo coronavírus. 

Para piorar a situação, há ainda 28 casos suspeitos aguardando por confirmação de laboratório. 

Só para lembrar, o município de São João conta com apenas 13 mil habitantes. 

Em São João da Aliança, berço do agronegócio na região, e local de muitos negacionistas da COVID em virtude do apoio ideológico ao governo Bolsonaro, a doença estourou de vez. 

Dos contaminados, há uma morte, dois internados e 21 pacientes em isolamento dentro de casa à espera da cura.

Lá também a transmissão é comunitária. 

O governo local perdeu o controle e não sabe mais aonde está o foco da doença, que apresenta, em todo o país, altas taxas de pessoas assintomáticas.

Em março passado, no início da pandemia, o nosso temor era justamente este, uma transmissão comunitária nas cidades pequenas do interior pobre do Brasil. 

Pior, segundo os especialistas, a curva agora é que começou a ascender no interior do país e não chegou ao seu pico. 

Há secretários de saúde municipais sem dormir, preocupados com a situação sanitária daqui a 15 ou 20 dias.  É um Deus nos acuda.

Um comentário:

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.