segunda-feira, 15 de junho de 2020

Mais que dobra o número de suspeitos de Covid-19 em Campos Belos (GO). Casos confirmados sobem para 27



Mais que dobrou o número de pessoas suspeitas de estarem contaminadas com a Covid-19 no município de Campos Belos (GO), nordeste do estado. 

Na semana passada, havia sete suspeitos de portarem a doença do novo coronavírus. 

Este número mais que dobrou e agora são 15 suspeitos à espera de confirmação laboratorial. 

Além disso, nesta segunda-feira (15) foi registrado e confirmado mais uma pessoa com a Covid-19: o total agora são 27 casos, seis apenas em uma semana. Preocupante, muito preocupante pelo tamanho da cidade. 

Pelo boletim da Secretaria Municipal de Saúde, foram notificados até hoje 159 casos; com 116 descartados, 27 confirmados; 15 suspeitos, um morto, 20 recuperados e seis com o vírus ativo no corpo. 

Salve-se que puder

Como disse na semana passada, já não há mais espaço para informar e educar as pessoas da comunidade sobre os métodos de prevenção e tão pouco sobre os conhecimentos sobre a doença. 

Há muita informação disponível e a sociedade está mais do que informada sobre o assunto. 

Quem não tomar as devidas ações de prevenção é porque é mesmo  irresponsável; não sabe conviver em sociedade e só pensa em si próprio, no próprio umbigo e no bem querer da família, e "olhá lá". 

Já não choca mais ver pessoas aglomeradas, em festas, piscinas, bares ou qualquer outro tipo de confraternização. Se ao menos estivessem trabalhando!

Mas sabem muito bem o que estão fazendo. 

Então, como disse, a partir de agora é "cuide-se" vocês mesmo de ti, porque a maioria  das pessoas da sociedade, local, regional e nacional, está pouco se lixando por você. 

Agora é salve-se que puder. Cada um por si e Deus por Todos. Fico apenas preocupado com os mais pobres. Serão os mais afetados. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.