quinta-feira, 25 de junho de 2020

Dinheiro público na lata de lixo: obra do governo destrói áreas da adutora do rio mosquito, em Campos Belos (GO)




Muita barbeiragem. 

Seria cômico, se não fosse trágico, porque milhões de reais enterrados em canos de uma adutora de água potável, que levaria água doce do rio mosquito para a comunidade de Campos Belos (GO), está sendo destruída, duas vezes; esmagada a bem da verdade.  

Primeiro pelo abandono da obra, iniciada com o governador Marconi Perillo e parada ainda na sua gestão e abandonada de uma vez pelo atual governador Ronaldo Caiado. 

O resultado disso são dezenas de km de canos, entre a área rural de Campos Belos e a comunidade urbana, enterrados no chão, literalmente apodrecendo. 

Não satisfeito com o desperdício do dinheiro público, o Governo Estadual arrebenta com a obra pela pela segunda vez. 

Trabalhadores de uma firma terceirizada, contratada para fazer o levantamento da estrada de chão da rodovia GO-110, até o distrito de Pouso Alto (GO), estão destruindo com seus maquinários o que seria a adutora dos sonhos dos campos-belenses. 

Nesta quinta-feira (25), um cidadão indignado fez os registros em vídeo e nos enviou. É extremamente lamentável a situação. 

Além da barbeiragem, há incompetência e desleixo com o que é público.

O Blog espera que o Ministério Público de Goiás tome ciência do que está ocorrendo e cobre dos administradores públicos responsáveis pelo desperdício do dinheiro público - meu, seu , nosso - pago com muito suor ao governo, e os responsabilizem, inclusive criminalmente.

Não há mais espaço para o acometimento de atos dessa natureza, em pleno século 21, com todos os olhos da sociedade mais que abertos para este tipo de malversação da coisa pública. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.