quarta-feira, 24 de junho de 2020

Depois de apoiar Bolsonaro e atacar isolamento social, Zema diz que MG tem 90% de chance de adotar lockdown


O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), que apoiou de maneira decidida Jair Bolsonaro no combate ao isolamento social para o combate à epidemia do coronavírus, agora colhe os frutos amargos de sua decisão e saiu à público em entrevista à TV Globo nesta quarta-feira (24) para anunciar que há 90% de chances de o estado decretar lockdown. 

Minas registrou nesta quarta o recorde de mortes em 24 horas: foram 51 em um dia. 

Em 9 de abril, depois de um encontro com Bolsonaro, Zema desdenhou da crise, disse que “o vírus precisa circular” e passou a defender a reabertura do comércio no Estado. 

Minas Gerais é o estado que menos realiza testes em casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil e há sinais claros de manipulação das informações sobre a doença. 

70% das mortes registradas em Minas Gerais desde o início deste ano até 13 de junho não tiveram causa definida, pela falta de realização de exames ou pela execução inadequada do diagnóstico. 

Paralelamente, o estado tem uma das taxas de letalidade de Covid-19 mais baixas do país, de 2,4%, enquanto o Brasil é de 4,63% -o número baixo explica-se pela falta de testes.

Segundo o epidemiologista e professor do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Stefan Vilges, o volume muito grande de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) sem causa definida pode ser, em sua maioria, casos de Covid-19 que não foram devidamente diagnosticados.

Com texto do Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.