quarta-feira, 27 de maio de 2020

Sudeco viabiliza horta e pomar comunitários em Campos Belos (GO)


A Superintendência do Desenvolvimento do Centro- Oeste (Sudeco) liberou R$ 117 mil para a viabilização do projeto Horta e Pomar Comunitários Irrigados, no município de Campos Belos (GO), idealizado pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IFGoiano).

“É o nosso papel apoiar iniciativas que promovam o desenvolvimento econômico e social no interior dos estados do Centro-Oeste. 

Vemos a parceria do IFGoiano como uma grande oportunidade de levarmos tecnologia e geração de renda aos agricultores familiares de Campos Belos”, ressalta o diretor de Planejamento e Avaliação (DPA) da Sudeco, João Balestra do C. Filho.

Por meio de Termo de Execução Descentralizada Nº 02/2019, o Projeto de Extensão busca favorecer diretamente 10 famílias cadastradas no programa em situação de risco social, além de agricultores familiares da região. 

O período do projeto é de um ano, com finalização prevista para o final de 2020.

Sob orientação de docentes e técnicos da área agrária do IFGoiano, a comunidade terá vários benefícios. 

Um deles deverá ser o aumento da renda das famílias participantes com a comercialização dos produtos em feiras de comercialização de produtos.

A distância de Campos Belos das capitais próximas, como Brasília, Palmas e Goiânia é um fator determinante para a criação de uma fonte de abastecimento de hortifrúti na região, uma vez que a produção de pequenos produtores locais resume-se basicamente a folhagens. 

“São comercializadas em uma pequena feira aos domingos, ou seja, quase todo tipo de verduras e frutas que são consumidas no município não são produzidas aqui e estão disponíveis no comércio local apenas dois dias na semana”, justifica o IFGoiano.

A horta e pomar comunitários estão localizados na Fazenda Escola do IFGoiano, no Campus Campos Belos (GO) e possui 18,5 alqueires de terra. 

A ação também tem como objetivo ofertar cursos de capacitação técnica de agropecuária e de formação inicial e continuada na área de projetos para potenciais produtores da região, assim como, propiciar o desenvolvimento de planos de iniciação científica para discentes do curso técnico em agropecuária.

Um comentário:

  1. Parabéns pela iniciativa. Ivestir nesta idéia é uma das formas mais rápida de gerar fonte de renda, sem contar o prazer de quem prepara a terra, faz a semeadura...e ao final faz a colheita.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.