quarta-feira, 13 de maio de 2020

Recado do Fórum da comarca de Campos Belos (GO)


Durante o período emergencial em função da pandemia do coronavírus, os cidadãos que desejam ingressar com atendimentos pré-processuais no Centro de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) e ações em Juizado Especial sem advogado, na comarca de Campos Belos, poderão enviar as petições por e-mail, para os seguintes endereços eletrônicos cejusccamposbelos@tjgo.jus.br e juizadocbelos@tjgo.jus.br, respectivamente, conforme Portaria 12/2020 da Diretoria de Foro de Campos Belos.

O jurisdicionado pode encaminhar sua própria petição assinada com toda documentação pertinente à causa em formato PDF legível, nunca superior 2MB, devendo constar o número de celular para fins de comunicação via aplicativo whastapp.

Para agilizar o atendimento, ao enviar o e-mail, além do objeto da ação, deve-se inserir os dados pessoais, os dados da parte que será demandada/processada e a documentação exigida (veja relação abaixo). 

Após conferência e protocolo do atendimento pré-processual e da ação, o interessado recebe um código de acesso para que ele possa acompanhar o andamento do processo. Em caso de dúvidas, o contato pode ser feito pelo telefone:(62) 34511681.

A Justiça Goiana tem procurado alternativas para prestar o atendimento a todos os jurisdicionados, se atentando aos princípios que norteiam nossa legislação, tendo usado os meios virtuais e as ferramentas tecnológicas disponíveis para que as todas as unidades continuem atendendo as demandas e que não haja prejuízo na prestação do serviço durante o teletrabalho, levando à justiça independente do perfil socioeconômico e dos contrastes físicos de cada região.

Documentação que deverá ser anexada para abertura da ação:

-Documento de identidade

-Comprovante de endereço recente no nome do autor da ação

-Documentos que comprovam os fatos alegados na sua ação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.