segunda-feira, 11 de maio de 2020

Hackers invadem servidores das Forças Armadas e vazam dados de militares






Hackers invadiram servidores do Exército Brasileiro e vazaram uma grande quantidade de dados neste domingo (10). 

O grupo, denominado Digital Space, vazou dados de alguns pacientes de hospitais do Exército e de integrantes e soldados da corporação.

De acordo com publicação do grupo no Twitter, o ataque teria sido motivado pelo comportamento do Exército e do governo federal em relação ao combate ao coronavírus. 

Segundo os hackers, militares e integrantes do governo estariam ajudando a promover aglomerações.

O grupo ameaça vazar mais documentos, já que dizem ter mais de 200 mil registros de dados. 

Entre os documentos vazados estão, além de tabelas de prontuários de pacientes em hospitais do Exército, dados pessoais de militares, inclusive a fórmula datiloscópica dos integrantes da força. 

Veja, a seguir, a mensagem publicada pelos hackers:

“Saudações, viemos trazer uma mensagem para o exército brasileiro e ao governo federal.

Queremos de vocês responsabilidade, seriedade em meio esse caos que vocês estão ajudando a promover.

3 milhões para incentivo de uma mega aglomeração ? 

Tomam atitudes ignorando todas as recomendações e revogam baseados nas reações causadas ?

Não permitiremos tamanha irresponsabilidade para com nosso povo. Estamos observando de perto, estamos dentro do sistema de vocês.

Isso não é nem se quer um dos nossos alvos mais importantes e muito menos 25% do tipo de Informações que temos de não só Militares mas como outros órgãos.

Vamos Soltar as DB a baixo e vamos deixar alguns poucos dados somente para comprovar a veracidade junto com um Print de quando estávamos explorando.
TODOS DADOS DO EXÉRCITO CONTIDO NA DB ABAIXO EXIBIDA ESTARÃO A VENDA PARA QUEM SE INTERESSAR EM COMPRAR OS DADOS DOS MILITARES E PACIENTES.

OBSERVAÇÃO TEMOS MAIS DB COM MAIS DADOS QUEM SE INTERESSAR SÓ NOS CONTATAR!!!”

Procurado pela reportagem de CISO Advisor, o Departamento de Comunicação do Exército não quis confirmar a invasão dos servidores e solicitou que fosse encaminhado pedido de esclarecimento. 

Assim que recebermos as informações do Exército, atualizaremos esta notícia.

Procurado pela reportagem de CISO Advisor, o Departamento de Comunicação do Exército não quis confirmar a invasão dos servidores e solicitou que fosse encaminhado pedido de esclarecimento. Assim que recebermos as informações do Exército, atualizaremos esta notícia.
Fonte e texto: CISOAdvisor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.