quarta-feira, 6 de maio de 2020

Enfermeiro de Campos Belos (GO) teve com idoso morto por Covid; vai a Aurora do Tocantins e participa de confraternização. 6 estão isolados



Depois de fazer o exame e antes de ter o diagnóstico confirmado para a Covid-19, um dos enfermeiros da Unidade de Pronto Atendimento de Campos Belos, que esteve na linha de frente na assistência ao idoso morto pelo coronavírus, viajou para a casa de parentes, em Aurora do Tocantins, sudeste do estado.

Em Aurora, o enfermeiro visitou amigos e até participou de uma confraternização com dezenas de pessoas durante o fim de semana seguinte. 

Nesta terça-feira (5), saiu o resultado positivo para o coronavírus feito por ele. O rapaz é um dos 6 profissionais de saúde de Campos Belos contaminado no contato com o idoso morto na semana passada. 

Após a publicação, a família entrou em contato com o Blog, disse que ele está isolado em uma fazenda e que, quando foi para a cidade de Aurora no fim de semana não sabia que o idoso tinha morrido. Também informou que ainda tinha feito o teste para a Covid-19, que somente ocorreu no domingo. 

Em um áudio atribuído ao enfermeiro, ele confirma o diagnóstico, pede desculpas pela a ação e orienta a todas as dezenas de pessoas com quem teve contato,  a tomarem todas as precauções para também não transmitirem a doença.

Agora a noite, a Secretaria de Saúde de Aurora do Tocantins confirmou  a informação e disse que uma pessoa que teve contato com o enfermeiro fez o teste, mas o resultado ainda não saiu.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, outras seis pessoas que tiveram contato direto com ele, três estão em isolamento  em Aurora do Tocantins, uma em Campos Belos e duas em Brasília. 

Os que tiveram contatos com essas pessoas, que agora estão isoladas, estão também sendo orientadas e monitorados.

O caso causou revolta e até pavor na cidade de Aurora do Tocantins.

Em um áudio, uma pessoa da cidade que participou do evento chega a citar todas as pessoas que estavam na confraternização e que tiveram contato com o enfermeiro. Outro áudio informa que já há pessoas com dor de cabeça e com outros sintomas. 

Por questão de ética e segurança, este Blog não vai entrar em maiores detalhes para evitar expor ainda mais as vítimas e o próprio enfermeiro, que, afinal de contas, é um dos heróis dessa batalha e também vítima desse letal e contagioso vírus.  

4 comentários:

  1. Um herói vilão né. Mesmo que não sabia que o idoso tinha COVID-19 e vendo o que tá acontecendo no mundo inteiro desde de Final de Fevereiro, ele deveria ficar isolado e não saindo por aí fazendo churrasco. E pode ter certeza que o caso nessas cidades só vai aumentar por ato praticado por essas pessoas irresponsável.

    ResponderExcluir
  2. Esse enfermeiro por ser um atuante no enfrentamento do covid 19,foi de inteira inrresponsabidade perante a população de campos belos e familiares porém ela já tinha feito o teste .então ele era obrigado a se isolar até a saída do resultado.como teve contato com o falecido de covid já era suspeito a ter o covid 10.
    Por ser um agente de saúde foi de inteira inrresponsabidade dele se deslocar para outros lugares .inrresponsavel ......

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia tem que deixar preso deve estar rindo das pessoas que estavam com ele

    ResponderExcluir
  4. Acredito que houve uma falta de experiência ao lidar o o contaminado, até porque pelo que pudemos perceber o ipis são adequado ja é de uma certa forma um perigo! Imagina sendo inadequado, acredito que deveriam ter dado um pequeno curso básico aos heróis enfermeiros e médicos para lidar com essa devastadora epidemia, agora com certeza independente de ter feito teste ou não, deveria o nobre enfermeiro estar isolado sem contato com outras pessoas até estar preparado para tal não achei a atitude do nobre muito responsavel,sabendo dos perigos que poderiam ocorrer, tirarei por ti e todas as pessoas que o contactarem.Deus os abençoe.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.