quarta-feira, 13 de maio de 2020

Em Aurora do Tocantins (TO), segunda pessoa testa positivo e está infectada com a Covid-19



A Secretaria de Aurora do Tocantins, sudeste do estado, confirmou, ainda há pouco, que mais uma pessoa da cidade testou positivo e está contaminada com a Covid-19. 

A pessoa - a Secretaria de Saúde não quis confirmar nem o sexo e nem a idade - teve contato com o enfermeiro que presta serviço na rede pública de saúde do município de Campos Belos (GO), que por sua vez foi infectado por um paciente da UPA.

O idoso, de 74 anos, foi socorrido ao Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO), em Goiânia, no último mês de abril, para um tratamento de saúde.

Recebeu alto e voltou para Campos Belos, onde morava. Dias depois, voltou a ser internado e morreu com sintomas da Covid-19. Exame posterior confirmou a doença. 

Como o novo coronavírus é altamente contagioso, muitas pessoas da família foram contaminados e diversos profissionais da saúde de Campos Belos  também. 

Já são 15 casos confirmados da doença naquele município goiano, a partir deste caso conhecido como o "01" da cidade. 

O enfermeiro contaminado, no mesmo fim de semana da morte do idoso, foi visitar parentes em Aurora do Tocantis, participou de confraternizações e outros eventos públicos e acabou disseminado o vírus. 

Das diversas pessoas de Aurora do Tocantins que tiveram contato com o enfermeiro, 15 estão sendo monitoradas; sete são suspeitos de terem a doença, três casos foram descartados e dois confirmados. 

No total, foram feitas 27 notificações. 

Para complicar a situação, um dos pacientes contaminados de Aurora do Tocantins, sem saber da situação, chegou a ir a um velório na cidade de Lavandeira (TO) e  no cemitério do Distrito de Pouso Alto, em Campos Belos (GO). 

Pessoas que tiveram contato com ele e participaram do velório também estão sendo monitoradas em seus municípios de origem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.