domingo, 10 de maio de 2020

Caminhoneiro desaparecido em Paranã (TO) é encontrado com vida


A família do caminhoneiro desaparecido na última sexta-feira (8), numa fazenda da zona rural do município de Paranã (TO), sudeste do estado, informou, ainda há pouco, que ele foi encontrado.

Segundo a família, Joelson Torres, morador da cidade de Taguatinga (TO), carregou o caminhão de gado, saiu da fazenda às 17h e duas horas depois, o caminhão foi encontrado na entrada da Fazenda Juma, onde carregou. 


Pessoas se depararam com o caminhão parado perto da fazenda, ligado, com as chaves na ignição, mas o motorista não estava.

Neste domingo, o profissional foi encontrado bem e com vida. 

Questionada sobre os motivos do desaparecimento, a família limitou-se a dizer que foram "problemas psicológicos".

Este é um ótimo momento para tocarmos em um tema muito delicado e importante, mas que muita gente "joga para debaixo do tapete", que são as questões da saúde mental.

Depressão e ansiedade, principalmente, são o mal do século e tem atacado milhões de pessoas mundo a fora, todos os dias. 

No Brasil é quase uma epidemia. Em época do novo coronavírus, quarentena e desemprego, casos estão pipocando e explodindo em todas as famílias.

É preciso deixar de lado o preconceito. Homens, pelo machismo, demoram procurar a ajuda, por vergonha ou por não saber de fato o que está acontecendo.

É preciso não ter vergonha. Nós não somos super-homens. 

Qualquer alteração importante é preciso procurar ajuda dos familiares, amigos e, claro, um profissional médico.

Psiquiatra não é para doido. 

É preciso acabar com este estigma. Esse profissional são para pessoas comuns, como nós, que vez por outra é acometida por doenças da mente.

Saiba identificar cada uma delas

Ansiedade

A ansiedade é uma reação que todo indivíduo experimenta diante de algumas situações do dia a dia, como falar em público, expectativa para datas importantes, entrevistas de emprego, vésperas de provas, exames de saúde entre outras.

Algumas pessoas, porém, vivenciam esta reação de forma mais frequente e intensa, que pode ser considerada patológica e comprometer a saúde emocional.

Como saber quando a ansiedade normal ultrapassa os limites e pode ser considerada um transtorno?

De acordo com o DSM-5 (Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais) os transtornos de ansiedade incluem transtornos que compartilham características de medo e ansiedade excessivos e perturbações comportamentais relacionadas.

Medo é a resposta emocional a ameaça iminente real ou percebida, enquanto ansiedade é a antecipação de ameaça futura.

O medo é com mais frequência associado a períodos de excitabilidade aumentada, necessária para luta ou fuga, pensamentos de perigo imediato e comportamentos de fuga.

Os ataques de pânico se destacam dentro dos transtornos de ansiedade como um tipo particular de resposta ao medo.

A ansiedade é mais frequentemente associada a tensão muscular e vigilância em preparação para perigo futuro e comportamentos de cautela ou fuga.

Ela vira doença quando a pessoa perde o controle, que podem ter:

No comportamento: hipervigilância, inquietação ou irritabilidade

Na cognição: falta de concentração, pensamento acelerado ou pensamentos indesejados

No corpo: fadiga ou suor

No sistema respiratório: falta de ar ou respiração rápida

No sono: insônia ou pesadelos

No humor: ansiedade ou ataque de pânico

Também é comum: preocupação excessiva, boca seca, medo, náusea, palpitações, sentimento de tragédia iminente ou tremedeira

Depressão

Depressão ou transtorno depressivo maior é uma doença comum e séria que afeta negativamente como você se sente, como pensa e como age. Felizmente, também é tratável.

A depressão provoca sentimentos de tristeza e/ou perda de interesse em atividades que em momentos anteriores traziam prazer. 

Pode levar a uma variedade de problemas emocionais e físicos e pode diminuir a capacidade de uma pessoa manter suas atividades normais no trabalho e em casa.

Os sintomas de depressão podem variar de leves a graves e podem incluir:

Tristeza ou com um humor deprimido;

Perda de interesse ou prazer em atividades antes apreciadas;

Alterações no apetite – perda de peso ou ganho não relacionado à dieta;
Problemas para dormir (insônia) ou dormir demais;

Perda de energia ou aumento da fadiga;
Baixa autoestima e presença de sentimentos de culpa;

Dificuldade para pensar, concentrar ou tomar decisões;
Pensamentos de morte ou suicídio.

Os sintomas devem durar pelo menos duas semanas para um diagnóstico de depressão.

Além disso, condições médicas (por exemplo, problemas de tireóide, um tumor cerebral ou deficiência de vitamina) podem imitar sintomas de depressão, por isso é importante descartar causas médicas gerais.

Sentiu que está com problemas semelhante aos citados, procure ajuda. Não tente resolver sozinho. 

Um comentário:

  1. Verdade... problema na mente,ansiedade hoje em dia são muito comum e precisa de atenção da família e acompanhamento médico.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.