segunda-feira, 13 de abril de 2020

Como economizar energia elétrica durante a quarentena


Com o avanço do Coronavírus no País e a orientação das autoridades para que as pessoas não saiam de casa, muitas empresas, como a Enel, adotaram o trabalho à distância nos casos em que as atividades não são essenciais para a prestação dos serviços. 

Com o aumento do número de empresas liberando seus funcionários a trabalharem de casa, além da suspensão de aulas em alguns Estados, dicas básicas de economia podem ajudar adultos e crianças a economizarem energia durante o período em que estarão em casa.

A Enel Distribuição Goiás preparou orientações, por exemplo, para quem precisa transformar um cômodo da casa em escritório. 

Computadores, ar condicionados e iluminação estão entre os itens que podem ser usados de maneira mais consciente sem atrapalhar a produtividade do trabalho. 

Da escolha do ambiente ao uso dos equipamentos domésticos, há oportunidades de economizar energia em toda a rotina de home office.

Trabalhar em um ambiente pouco iluminado ou abafado vai exigir luzes acesas mesmo durante o dia e ventiladores ou equipamentos de ar condicionado ligados o tempo todo. 

Por isso, é importante dar preferência a ambientes arejados e com bastante iluminação natural para não desperdiçar energia elétrica. Outra dica é prestar atenção aos equipamentos elétricos ligados, para mantê-los funcionando apenas quando for necessário. 

É comum, por exemplo, as pessoas deixarem TV e computadores ligados ao mesmo tempo, sem estarem usando os dois equipamentos. 

Vigiar os aparelhos de celular e notebooks enquanto recarregam a bateria também é fundamental para não deixar os equipamentos na tomada mais tempo do que o necessário. 

Nas pequenas pausas, desligue o monitor do computador, já que ele é responsável por cerca de 70% do consumo de energia do equipamento. Além disso, mesmo no modo stand-by os eletrodomésticos consomem energia.

Passar mais tempo em casa também pode ser uma oportunidade de observar melhor os hábitos de consumo não apenas de quem está trabalhando à distância, mas de toda a família. Confira abaixo outras dicas para economizar energia:

Iluminação e climatização: 

aproveite a luz natural e abra janelas e cortinas durante o dia. Para paredes e tetos, dê preferência às cores claras, que refletem melhor a luminosidade. Troque lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou LED, que consomem de 60% a 80% menos energia;

Geladeiras e chuveiro elétrico: 

não abra a porta desnecessariamente. Verifique se a borracha de vedação da porta está cumprindo sua função e nunca utilize a parte traseira do equipamento para secar roupas ou sapatos. 

Para o chuveiro, escolha um horário fixo para tomar banho e não consumir em excesso. O chuveiro elétrico é um dos aparelhos que mais consomem dentro de casa.

Atenção ao comprar: 

escolha eletrodomésticos com melhor desempenho energético. Procure por aparelhos com o Selo Procel, que tem por objetivo orientar o consumidor no ato da compra, indicando os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria.

TVs e outros equipamentos elétricos: não deixe aparelhos ligados sem que haja alguém usando. No caso das TV, programe sempre o timer na hora de dormir (desligamento automático).

Computadores e celulares: só deixe carregando quando realmente for necessário. Quando estiver totalmente carregado, retire o carregador da tomada.

Stand-by: desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. Não deixe os aparelhos em stand-by.

Não esqueça: sempre desligue os aparelhos ao sair de um ambiente. Nas pausas para o almoço ou intervalo, faça o mesmo.

Atenção: a Enel orienta que os clientes priorizem os canais não presenciais de atendimento, como: a agência virtual no site da empresa (www.enel.com.br), o aplicativo Enel Goiás, as redes sociais: Facebook e Twitter, a Central de Atendimento (0800 62 01 96) e o Whatsapp, por meio da assistente virtual Elena, disponível 24h, basta enviar uma mensagem para (21) 99601-9608.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.