quinta-feira, 16 de abril de 2020

Avisamos, mas não acreditaram: agora é hora da onça beber água. Vídeo de hospital de Manaus mostra ala cheia de corpos ao lado de pacientes



Um vídeo gravado no hospital estadual João Lúcio, em Manaus, mostra corredores e salas com corpos à espera de remoção ao lado de pacientes e macas no chão. 


A capital é a única cidade com UTI no Amazonas, o estado com a mais alta taxa de incidência do novo coronavírus do país.

Na imagem, de pouco mais de um minuto e aparentemente gravada por uma funcionária, há 10 corpos dentro de sacos mortuários ou sob cobertas e 11 pacientes. 


Alguns pacientes estão na mesma sala do que mortos, e duas pessoas aparecem sob macas perto do chão. Só se vê um leito vazio.

O local das imagens foi corroborado por três fontes independentes. Além disso, é possível ver o nome do hospital em dois avisos afixados em macas. Uma das fontes indicou que o vídeo foi gravado nesta quarta-feira (15).


O hospital de referência do estado, Delphina Aziz, já está com a capacidade máxima, segundo relato obtido pela Folha. Com isso, outros hospitais estaduais têm recebido pacientes com Covid-19, entre os quais o hospital João Lúcio.

O Amazonas registrou mais 165 casos e 18 óbitos nas últimas 24h. Com isso, o estado chegou nesta quinta-feira (16) a 1.719 registros do novo coronavírus, com 124 mortos.

No final da manhã desta quinta, a reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do governador Wilson Lima (PSC) solicitando esclarecimentos sobre o teor do vídeo, mas não houve resposta até a publicação deste texto.

Desde a semana passada, quando houve uma troca de secretários de Saúde, o governo do Amazonas parou de divulgar a taxa de ocupação das suas UTIs. 


Nesta semana, o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual entraram com uma ação na Justiça Federal para assegurar a divulgação de dados sobre a epidemia pelo governo estadual.

Com informações da Agência Folha 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.