terça-feira, 4 de agosto de 2020

Live ao vivo com a Rádio RCB AM, de Campos Belos (GO)


Prefeito Eduardo Terra decreta Lei Seca em Campos Belos (GO), por 7 dias





O prefeito de Campos Belos (GO), Eduardo Terra, numa tentativa de barrar o crescimento exponencial dos casos de Covid-19 no município, que nesta terça-feira (4) matou mais uma pessoa e subiu para 93 o número de contaminados, decretou "Lei Seca" no município, por sete dias. 

O Decreto começa a vigorar amanhã (5) e traz a determinação de que "fica vedado, proibido, em todo o território do Município de Campos Belos, a comercialização de bebidas alcoólicas, sob quaisquer circunstância. 

A norma diz também que a proibição vale para supermercados, bares, restaurantes, conveniências e congêneres, incluídos aí distribuidoras de bebidas e postos de combustíveis. 

A Lei seca vigora até o dia 11 de agosto e poupou, por enquanto, os demais ramos de comércios da cidade do fechamento total. 

Agora tem que "combinar" com os "cidadãos de bem" da cidade sobre a não realização de festinhas e dos encontros privados, eventos que parecem ser um dos principais pontos de contágio no município e que virou símbolo de teimosia social. 

Hoje estaremos na live stream da Rádio RCB AM, às 19h


Hoje Bate Papo com a Turma Craques do Rádio presença do Jornalista Dinomar Miranda num balanço e análise do atual momento.

Às 19 horas,  no Canal do YouTube Craques do Rádio, https://www.youtube.com/c/CRAQUESDORÁDIOcb e pelas ondas sonoras da RCB AM 1520 A Rádio do Povo!.

Covid mostra suas credenciais: morre idoso internado pela doença em Campos Belos (GO)


Morreu, nesta terça-feira (4), a segunda vítima confirmada por Covid-19, em Campos Belos (GO).

O paciente era um idoso de 80 anos, que antes estava albergado no "Lar da Baiana", uma entidade que abriga idosos em situação de vulnerabilidade no município.

"Seu Adão" estava internado há dias, em estado grave, na unidade sentinela de Campos Belos, local que abriga as vítimas da doença. 

Um carro de uma funerária foi flagrado hoje pela manhã em frente à esta unidade, o que deixou muita gente chocada e aperreada com a situação da pandemia do novo coronavírus no município, e ao que tudo indica chegou de vez e tem apresentado suas credenciais, principalmente aos incrédulos e aos irresponsáveis. 

Ontem publicamos aqui no Blog que havia dois pacientes em estado crítico, em virtude da Covid-19, em Campos Belos. 

Este idoso que morreu hoje e um outro, prestes a completar 91 anos. 

O Blog conversou com Irani Teixeira, filha do idoso de 90 anos, "Seu Antônio Teixeira".

Ela está o tempo todo do lado dele, e que com muita gentileza e de forma muita lúcida gravou um áudio para o Blog.

O áudio, que é um alerta dos mais nítidos, traz uma dor terrível, porque prova que perante à doença, a medicina nada pode fazer. 

A filha, que também pegou a Covid-19, diz que o pai não está bem e espera por um milagre de Deus. 

Feminicídio brutal: Homem mata esposa, esfaqueia filhos e morre ao bater em caminhonete


Domingos Anjos Morais, de 50 anos, matou a facadas a esposa, Maria Eunice da Costa, de 44, e feriu dois filhos na casa onde moram, em Pontalina (GO). 

O crime, que aconteceu no domingo (2), teria sido motivado por uma discussão entre o pai e a filha do casal, que sugeriu que a mãe se separasse do pai. 

Após esfaquear a família, o suspeito morreu ao bater em um carro na GO-215, em Edealina.

De acordo com  o delegado  Patrick Fernando Carniel, no meio da discussão, Domingos teria ido ao carro, que estava na garagem, e pegou uma faca. 

Na tentativa de defender a irmã, o filho do casal, de 16 anos, foi ferido. A mãe interveio e também foi golpeada, no tórax. 

O irmão mais velho, de 19 anos, também tentou defender a mãe e levou uma facada.

Após esfaquear a família, Domingos fugiu no carro dele. Quando estava na GO-215, em Edealina, colidiu com uma caminhonete F-1000 e morreu no local. Os quatro ocupantes da caminhonete sofreram apenas lesões corporais. 

Patrick Fernando não descarta a possibilidade de suicídio; porém, para confirmar a tese, o delegado aguarda o parecer da Polícia Técnica Científica e os depoimentos dos ocupantes do outro veículo. 

O resultado da perícia não tinha saído até o momento da reportagem.

A mulher e os filhos foram levados ao Hospital Municipal de Pontalina, mas Maria Eunice não resistiu e morreu no hospital. 

Os dois filhos do casal que foram feridos já receberam alta, e a filha não sofreu nenhum ferimento.

Fonte e texto: Mais Goiás 

Covid-19 mata cabo da PM de Caldas Novas (GO) que estava internado há 10 dias


O cabo Fábio Alves Bispo, de 49 anos, morreu, na manhã desta segunda-feira (3), vítima da Covid-19, após dez dias internado na Fundação Tiradentes, em Goiânia. Fábio era lotado no 26º Batalhão da Polícia Militar de Caldas Novas.

Por meio de nota, a corporação lamentou a morte do policial. “Rogamos que Deus, em sua infinita bondade, possa confortar a todos os familiares e amigos, recebendo o militar em seus braços”, diz o trecho da nota. 

O texto informa que Fábio tinha 29 anos de serviços prestados à PM. Ele deixa esposa e dois filhos.

Nas redes sociais, o governador Ronaldo Caiado (DEM) lamentou a morte do policial. “Começamos o dia com uma notícia triste. Perdemos mais um grande herói da nossa Segurança Pública para a Covid-19. 

O cabo Fábio Alves Bispo, atuou por 29 anos na PM e atualmente estava lotado no 2º Batalhão da Polícia Militar de Caldas Novas. Ele deixa a esposa e dois filhos. Meus sentimentos a todos os amigos e familiares pela perda dolorosa. E nossa gratidão pela dedicação na segurança do nosso Estado. #Luto.”


O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), disse, também por meio de post nas redes sociais, que o cabo era seu amigo. 

“Lamentavelmente, anuncio a morte de um policial militar: Fábio Alves Bispo, que nos deixa na flor da idade. Era um grande amigo. Uma grande ser humano. Manifesto solidariedade para toda a família. O coração está enlutado. Todo o cuidado é pouco minha gente”, disse o prefeito.

Fonte: Mais Goiás 

Covid-19 em Campos Belos (GO): 90 casos, 37 ativos, 56 suspeitos e o silêncio ensurdecedor de autoridades e entidades representativas


Por Jefferson Victor,

90 casos confirmados, 37 ativos pacientes, 56 suspeitos a ponto de serem confirmados.

E olha que quando Caiado sugeriu unificar decisões, Campos Belos tinha apenas um caso ativo. Eu fiz matéria no Blog do Dinomar Miranda.

Justamente suspeitando que a maioria dos municípios não estavam preparados para o enfrentamento unilateral, me referia principalmente ao nosso. 

Ouvi o decreto e achei as medidas muito maleáveis, tipo agradar comerciantes, frequentadores de bares, academias, igrejas etc. 

Ficou muito evidente que.as decisões eram mais politicas que técnicas, muito singelas, não representavam o momento que vivemos, uma situação de guerra. 

Normalmente procuro não envolver com as questões politicas local, mas o que está em jogo são vidas, e não posso esconder que estou incomodado com as decisões da administração municipal. 

O silêncio de entidades representativas, vereadores, os quais têm a função de fiscalizar as ações do executivo trazem insegurança e demostram falta de compromisso com a comunidade. 

A indignação tem que ser mostrada enquanto se pode fazer alguma coisa, lamentar mortes não é a melhor saída.

Esperamos que desta vez haja um decreto que possa trazer resultados satisfatórios. Os decretos anteriores trocaram seis por meia dúzia.

Maracutaia em plena pandemia: juiz suspende contrato de saúde de Planaltina (GO); prefeita é ré


O juiz Alano Cardoso e Castro suspendeu qualquer ato de execução do Contrato de Gestão nº 29/2020, feito entre o município de Planaltina e a Associação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu, bem como todos os atos e negócios jurídicos dele decorrentes. 

Foi ainda determinada a indisponibilidade de bens dos acionados, suficientes para garantia do débito de R$ 1.098.627,50. 

São réus, na ação, a prefeita Maria Aparecida dos Santos; o secretário municipal de Saúde, Germano Andrade Ladeira; a Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu, e sua representante legal, Amélia dos Santos Ramos.

Esta é a segunda decisão judicial proferida no âmbito do processo que apura a contratação irregular de uma organização social (OS) pelo município de Planaltina-GO. 

Na ação, o promotor Rafael Simonetti sustentou que a contratação da OS aconteceu com o objetivo de operacionalização e gerenciamento do Hospital Municipal Santa Rita de Cássia e do Hospital de Campanha para enfrentamento da pandemia da Covid-19. 

Ocorre que o contrato foi firmado apenas quatro dias após a abertura do chamamento público, de maneira absolutamente ilegal.

Ele cita que a contratação permitiu a transferência integral da gestão das principais unidades de saúde à disposição da população de Planaltina para entidade do terceiro setor. 

De acordo com o promotor, a transferência integral de serviços típicos de saúde para a iniciativa privada ocorreu mesmo já tendo o Supremo Tribunal Federal (STF) decidido pela impossibilidade desse tipo de substituição da atividade estatal garantidora do direito à saúde a todos, sendo admitida apenas em caráter de complementariedade (leia sobre a ação).

Ao analisar argumentação do MP-GO, o magistrado afirmou que “as condutas dos requeridos possuem o condão de propiciar, em tese, o enriquecimento ilícito da empresa participante e seus respectivos sócios, o dano ao erário, ante a frustração da competitividade (que eleva o preço) e violação das leis, assim como resultam em violação dos princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade”.

Retorno de servidores

O juiz Alano Castro também manteve a decisão quanto ao imediato retorno dos servidores públicos da Saúde ao exercício de suas funções nos seus postos de trabalho no Hospital Municipal Santa Rita de Cássia e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas), bem como a suspensão do pagamento de qualquer valor do restante do montante empenhado relativamente ao contrato. 

Em caso de descumprimento desta medida, poderá ser adotada a medida já definida contra a prefeita e o Secretário de Saúde, que é a aplicação de multa diária de R$ 1 milhão.

Conforme apontado na ação, no dia 2 de julho, um dia após a celebração do contrato com a OS, o secretário de Saúde determinou, em comunicado genérico, que aproximadamente 170 servidores deixassem de exercer suas funções no hospital municipal. 

Fonte: Ministério Público 

Acredite se quiser: piloto de voo livre é internado após ser atacado por jumento durante pouso em Formosa (GO)


Piloto de voo livre de Campo Grande - que realizou pouso de asa delta em pasto no Vale do Paranã, em Goiás -, Edson Zardo foi atacado por um jumento enquanto descansava, de costas, em uma sombra na área onde pousou.

Ele sofreu fissuras nos ossos da mão direita e pé direito, além de vários ferimentos mais leves, e está internado no Hospital Home, em Brasília, para onde foi transferido por precisar de procedimento especial de desinfecção nos ossos lesionados pelo animal.

O caso foi divulgado em página chamada “Air Boys Team”, do Instagram, espaço voltado ao público do esporte praticado por Edson. 

Para a página, deu entrevista por transmissão de vídeo e relatou o acidente. Apesar do humor demonstrado ao contar sobre acidente “inusitado”, disse ter passado momentos de pânico ao “ter achado que ia morrer”.

A região onde ele pousou é conhecida por ser um “pico” dos praticantes de voo livre. 

O vale é localizado no município de Formosa, interior de Goiás, próximo à divisa com Brasília, a 87 km do Distrito Federal.

Carro é filmado em zig-zag na BR-020. Criança estava a bordo, possivelmente com motorista bêbado


Um veículo trafegando pela BR-020 foi flagrado, próximo ao Distrito Rosário, no Oeste da Bahia, no último fim de semana, em zigue-zague pela pista.

Visivelmente o motorista estava colocando em risco sua própria vida e de pessoas que passavam pela rodovia.

Segundo a moça que flagrou a ação criminosa, o motorista não estava sozinho e  uma criança era conduzida com a família, o que agrava mais ainda o flagrante.

Naquele dia não foi registrado nenhum acidente na rodovia, naquele trecho. 

Com informações de Antônio Carlos 

Polícia Militar impede ação de ladrão em farmácia na cidade de São Domingos (GO)


Na madrugada da última segunda-feira (03), a polícia militar recebeu informações através de uma denúncia anônima, de que uma drogaria na cidade de São Domingos, no nordeste goiano, estaria sendo furtada naquele momento.

A equipe deslocou rapidamente até o local e flagrou um indivíduo dentro do estabelecimento tentando subtrair pertences do local e em sua posse foi encontrado um facão e uma haste de metal.

O rapaz havia danificado uma das portas de acesso, mas graças à ação rápida e eficiente da PM e da participação ativa da sociedade através do denunciante, ele não teve tempo de concluir sua ação criminosa.

O autor da tentativa de furto e arrombamento possui diversos antecedentes criminais pela prática de furtos e outros delitos.

Ele foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil onde foi autuado em flagrante delito.

Fonte: 13º CRPM

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Em Campos Belos (GO) há dois pacientes em estado grave, vítimas de Covid-19. Só um milagre, diz filha


Em Campos Belos (GO) há dois pacientes está em estado crítico, em virtude da Covid-19.  

São dois idosos, um com 80 anos e um outro, prestes a completar 91 anos. 

Eles estão internados na unidade sentinela de Campos Belos (GO), apta a receberem doentes acometidos pela Covid.

O pior é que um dos pacientes é morador do "Lar da Baiana", uma entidade privada, mantida com dinheiro doado pela comunidade e que abriga idosos em situação de vulnerabilidade social. Imaginem a situação. 

O segundo caso é de um idoso que foi contaminado dentro de casa. 

A doença foi levada, obviamente sem querer, pelos próprios familiares, fato que alertamos por diversas vezes aqui no Blog, que é uma das formas mais comuns de contaminação de idosos. 

O Blog conversou com a filha do idoso, que está o tempo todo do lado dele, e que com muita gentileza e de forma muita lúcida gravou um áudio para o Blog.

O áudio, que é um alerta dos mais nítidos, traz uma dor terrível, porque prova que perante à doença, a medicina nada pode fazer. 

A filha, que também pegou a Covid-19, diz que o pai não está bem e espera por um milagre de Deus. 

Mulher de 34 anos morre em Tocantinópolis de Covid-19 após município tentar em vaga em UTI e não conseguir


Em sua página no Facebook, a Prefeitura de Tocantinópolis (TO)informou, neste domingo ( 2), a 11ª morte registrada na cidade por Covid-19. 

Segundo o município, houve tentativas de transferência para leito de UTI nos hospitais estaduais, mas foi “negado devido à falta de vagas”.

A paciente é uma mulher de 34 anos, que fazia uso de medicamento de controle especial e tinha doença pulmonar crônica. 

Ela teve problemas respiratórios decorrentes da Covid-19. Estava entubada, com uso de ventilação mecânica, desde sexta-feira, 31.

Tocantinópolis já tem tem 457 casos de Covid-19 e, repito, 11 mortes. 

Gravíssimo: mulher faz denúncia de agressão e tentativa de estupro em Formosa; veja o vídeo


O que era pra ser apenas um encontro entre dois "ficantes", acabou se transformando numa sequências de crimes, denunciados numa Delegacia da Polícia Civil, na última sexta-feira (31/07), em Formosa (GO), Entorno do Distrito Federal. 

Corajosa e sabedora de seus direitos, a jovem Katiely Pedro Alves denunciou seu agressor, que pode responder na Justiça por diversos crimes contra mulher. 

Em entrevista concedida ao repórter Júnior Popó, da TV Terra, ela relatou ter sido agredida por Wellington Galeno dos Santos, após ter-se recusado a manter relações sexuais com ele. 

Segundo a moça, ambos se encontraram numa praça da cidade, e lá mesmo começaram a discutir.

Após o desentendimento, Katiely Alves desceu do veículo e andava a pé pela via, quando Wellington Galeno a teria agarrado ela pelo braço e a obrigado a entrar no veículo.

Na entrevista, a vítima conta que o envolvimento entre os dois, apesar de nunca ter sido sério, existia há cerca de dois meses, após terem sido apresentados por um amigo em comum.

No entanto, de algumas semanas para cá,  o rapaz teria começado a demonstrar muita agressividade, com ela e também com suas amigas, o que teria motivado a ela não querer mais envolvimento com o acusado. 

Machista, ele não aceitou a negativa.

Ainda de acordo com a vítima, após lancharem dentro do veículo, o acusado conduziu o veículo no sentido de um motel, quando ela questionou para onde eles estariam indo. 

Após várias negativas de relação sexual, a moça fugiu, mas foi alcançada logo em seguida e agredida pelo rapaz, com tapas e socos. 

"Ele me segurou pela cabeça, dizendo que iria acabar com minha beleza, e deu  vários socos em meu rosto", contou.  

A moça foi salva das graves agressões, físicas e morais, por um casal que passava pelo local em outro veículo. 

O caso foi registrado na Central de Flagrantes de Formosa. O rapaz, até a edição deste texto, ainda não tinha sido encontrado. 

Deputada federal Magda Mofatto (PL) grava vídeo de apoio irrestrito a Wesley Oliveira


A deputada federal Magda Mofatto, líder e braço pesado do PL em Goiás, gravou um vídeo para dizer que apoia, de forma irrestrita, a pré-candidatura do empresário Wesley Oliveira à prefeitura de Campos Belos (GO).

Com esse apoio de peso - político e econômico -, dos mais significativos, por sinal, Wesley Oliveira sai na dianteira rumo à corrida eleitoral e torna-se um forte adversário para o atual prefeito Eduardo Terra; para o ex-prefeito Aurolino Ninha e para as pretensões dos jovens delegado Pablo Giovanni (PSB) e Leandro Fox (PSL).

Assista ao vídeo de apoio. 

Após cobranças por equipamentos de hemodiálise, Leandro Fox diz que R$ 300 mil já estão nos cofres da prefeitura


O pré-candidato a prefeito de Campos Belos (GO), pelo PSL, Leandro Fortes, gravou um vídeo para explicar à comunidade sobre a emenda, de mais de R$ 300 mil, destinada pelo deputado federal delegado Waldir e pelo deputado estadual Paulo Trabalho.

A emenda tinha destino certo: comprar máquinas de hemodiálise para as futuras instalações da clínica em benefício do tratamento de pacientes, que sofrem com doenças crônicas renais em Campos Belos e em toda a região. 

Essa era a promessa feita no final do ano passado. 

Desde o último sábado (1), este Blog tem cobrado dos correligionários e dos parlamentares a prestação de contas das promessas feitas em datas anteriores.

Cada máquina custa, em média, R$ 50 mil. 

A emenda do PSL para a saúde municipal de Campos Belos permite comprar cerca de seis equipamentos.

Diante da cobrança pública, Leandro Fox veio a público e gravou um vídeo a respeito do assunto; Assista.


Após preso em flagrante, vereador de Campos Belos (GO), Márcio Valente, ganha liberdade condicional


O juiz de Alvorada do Norte (GO), Pedro Henrique Guarda Dias, atuando como juiz de plantão pela Comarca de Campos Belos (GO), concedeu a liberdade provisória ao vereador Márcio Valente.

O parlamentar tinha sido preso em flagrante, na madrugada de domingo (2), pelo crime previsto no artigo 342 do Código Penal - Fazer afirmação falsa, ou negar ou calar a verdade como testemunha, perito, contador, tradutor ou intérprete em processo judicial, ou administrativo, inquérito policial, ou em juízo arbitral.

O Blog não teve acesso ao Auto de Prisão em Flagrante (APF), feito em Campos Belos,  para identificar as circunstâncias da prisão, que ocorreu por volta das 6h do domingo. 

O blog também tentou contato com o vereador Márcio Valente, mas até a edição deste texto, ele não tinha retornado o contato. 

Na decisão, o magistrado afirma que a leitura do Auto de Prisão em Flagrante evidencia que os seus requisitos formais foram integralmente observados, tendo em vista que após apresentação do conduzido à Autoridade Policial, procedeu-se à oitiva do condutor e das testemunhas do delito, para além do interrogatório do autuado.

Ainda de acordo com o juiz, foram observadas as advertências constitucionais acerca da possibilidade de comunicação com a família ou pessoa indicada pelo conduzido, bem ainda a de lhe ser assegurada assistência por profissional da advocacia, verificando-se a comunicação da prisão e o local em que se encontrava o juiz no prazo legal.

Em relação ao crime, a decisão do juiz informa que se atribui ao investigado - vereador Márcio Valente -  a virtual realização da conduta prevista no crime, não havendo o que se falar em nulidade do ato prisional. 

Mas ao analisar os autos, Pedro Henrique Guarda Dias verificou a prescindibilidade da manutenção da prisão do detido ou seja, não era imprescindível mantê-lo preso.

"Há muito tempo, nossos tribunais assentaram o entendimento de que a gravidade em abstrato não pode lastrear nenhum decreto condenatório nem  autorizar a segregação cautelar, mas apenas a gravidade em concreto, amparada por meios probatórios robustos e idôneos, uma vez que a prisão cautelar somente deve ser autorizada em situações extremas, quando as medidas cautelares diversas se mostrarem ineficazes, o que não é o caso dos autos",

Para o magistrado e pela análise das declarações dos condutores, bem como pelas demais provas documentais, há a configuração da comprovação da existência de um crime e indícios suficientes de autoria ( chamado pelo juiz de fumus comissi delicti) em relação à materialidade delitiva e indícios de autoria.

"Em contrapartida, revendo o processado, denota-se que inexiste nos autos risco do periculum libertatis nesse momento, considerando que a soltura do acusado não evidencia possível violação à ordem pública ou ordem econômica e nem mesmo há conveniência da instrução criminal, não sendo possível admitir uma presunção negativa em desfavor do acusado, sem elementos concretos para aferição", argumentou. 

O magistrado disse ainda que igualmente, não vislumbra risco à aplicação da lei penal, indicando que o conduzido pretenda fugir, não havendo elementos concretos que atestem maior desvalor à conduta perpetrada, em relação ao seu modus operandi, e nem há nada que ateste a periculosidade do conduzido, o que afasta a possibilidade de conversão em prisão preventiva.

"Não há elementos indicando que a liberdade do autuado colocará em risco a ordem pública ou econômica, ou que a prisão seja necessária para garantir a instrução criminal ou a aplicação da lei penal. Ainda, há de ser ressaltado que o suposto crime foi praticado sem qualquer violência à pessoa."

Pedro Henrique Guarda Dias disse ainda que a defesa do autuado apresentou pedido de liberdade provisória com o arbitramento de fiança.

"O que entendo merecer acolhida", disse, mas aplicou diversas medidas cautelares: 

- O pagamento de fiança, em 10 salários-mínimos;

- Proibição de frequentar bares, boates, prostíbulos e estabelecimentos congêneres, bem como de apresentar-se publicamente embriagado, ou sob efeito de qualquer substância estupefaciente e/ou que reduza seu discernimento, excetuando seu local de trabalho;

- Não mudar de endereço sem comunicação a este Juízo, e, em caso de mudança para outra Comarca solicitar autorização judicial previamente;

- Não cometer infração penal;

- Apresentar comprovante de endereço atualizado no processo e documento de identificação com foto.

O juiz advertiu ainda na decisão que o descumprimento da medida imposta, bem como das demais constantes da liberdade provisória, poderá implicar não só a quebra da fiança, como também na decretação de sua prisão
preventiva.

Inscrições para concurso da prefeitura de Campos Belos (GO) começam hoje (3)


As inscrições para o Concurso da prefeitura de Campos Belos (GO) começam nesta segunda-feira (3) e vão até do dia 23 de agosto e poderão ser feitas por intermédio do site: www.itame.com.br.

Concurso com 139 vagas 31 imediatas e 108 vagas de cadastro reserva para:

- agente de serviços gerais (5),
- agente de serviços de higiene e alimentação (7),
- auxiliar de pedreiro (3 CR),
- motorista (2),
- agente administrativo (3),
- técnico em enfermagem (5),
- técnico em laboratório (3 CR),
- biomédico (1),
- enfermeiro (1),
- fisioterapeuta (1),
- fonoaudiólogo (1),
- nutricionista (1),
- odontólogo (1),
- professor de artes (3 CR),
- professor de cênicas (3 CR),
- professor de geografia (3 CR),
- professor de história (3 CR),
- professor pedagogo (3).

Salário: entre R$ 1.045 e R$ 3.026,66. Taxa: entre R$ 50 e R$ 90.

Edital: bit.ly/3ggjNql.

TIM anuncia mudanças na comunicação


A jornalista Alessandra Ber é a nova Gerente Executiva de Relações com a Imprensa da TIM Brasil. 

Com mais de 20 anos de experiência em comunicação corporativa, ela já trabalhou no Santander, McDonald’s e, mais recentemente, na Via Varejo. Alessandra, que tem especialização em marketing e governança corporativa, chega à TIM para uma nova fase da área e da companhia.

“Queremos ser mais proativos, explorando para o público externo assuntos que já são reconhecidos internamente, como employer branding e diversidade, além dos temas relacionados a Telecom”, afirma. 

“Vamos trabalhar para dar mais relevância aos escritórios regionais, trazer boas histórias e mostrar como a conectividade muda a vida das pessoas.”

Na Vice-Presidência de Regulatório, Institucional e Relações com a Imprensa, na equipe de Mario Girasole, o time de Alessandra Ber na sede da TIM, no Rio, conta com Kaliandra Sá, Débora Proença, Juliana Isidoro e Caroline Pimentel. 

Nas regionais, é composta por Roberta Câmara e Fernanda Veiga (Nordeste/Norte), Sheyla Modesto (São Paulo), Rafael Guimarães (Centro-Oeste) e Silvia Bica (Sul).

A chegada de Alessandra marca também a mudança de agência de comunicação da operadora. 

Depois de seis anos à frente das ações de mensuração de dados de imprensa e consultoria para a TIM Brasil, a MassMedia conquistou a conta e será responsável por todo o trabalho de assessoria de imprensa e relações públicas da empresa.

Para o atendimento da TIM, a MassMedia manterá uma equipe de dez profissionais distribuídos entre São Paulo, Rio, Brasília e Belo Horizonte. 

Além disso, usará seus escritórios regionais no Norte e no Nordeste. 

No Sul, terá como parceira a Zigg Comunicação e, no interior de SP, a agência ComTexto.

Referência no atendimento ao setor de infraestrutura, a MassMedia integra comunicação e tecnologia e lidera um projeto de análise de dados multicanais, com desenvolvimento de modelos preditivos de comunicação usando inteligência artificial e machine learning. 

O objetivo dessa nova etapa é usar tais dados para desenvolver um trabalho de comunicação assertivo, focado nos novos desafios da empresa.

sábado, 1 de agosto de 2020

Com mais de cinco casos por dia, 41 pacientes suspeitos ativos e sem UTI, Campos Belos (GO) caminha para um Lockdown




Pelo andar da carruagem, como diz o ditado popular, Campos Belos (GO), no nordeste do estado, caminha para um lockdown, medida extrema, tomadas por autoridades públicas do mundo inteiro contra a Covid, nos momentos de pânico e de alta letalidade da doença Covid-19.

Nesta semana, em dois dias seguidos, a cidade registrou média de cinco casos da doença por dia. 

Neste sábado, o município que nem possui ao menos um leito de UTI, tem registrado 87 casos de Covid, 48 pacientes suspeitos a espera de exames e em isolamentos, três doentes hospitalizados e uma morte.

A pergunta é: o prefeito Eduardo Terra terá pulso firme para decretar o Lockdown? 

Correrá o risco político de proibir a população de sair de casa?

Há outra solução para barrar o avanço acelerado do novo coronavírus no município?

O que é o 
Lockdown ?
 
Lockdown é a versão mais rígida do distanciamento social e quando a recomendação se torna obrigatória. 

É uma imposição do Estado que significa bloqueio total.

No cenário pandêmico, essa medida é a mais rigorosa a ser tomada e serve para desacelerar a propagação do novo Coronavírus, quando as medidas de isolamento social e de quarentena não são suficientes e os casos aumentam diariamente.

Como funciona o lockdown?

Consiste em restringir a circulação da população em lugares públicos, permitindo apenas, e de forma limitada, para questões essenciais, como ir à farmácias, supermercados ou hospitais. 

O descumprimento dessa regra pode acarretar multas e em toque de recolher, dependendo do governo local.

Qual a diferença entre isolamento social, quarentena e lockdown?

Esses termos se tornaram parte do nosso dia a dia e podem gerar certas dúvidas quanto aos seus significados. Apesar de terem o mesmo objetivo que é manter as pessoas em casa, essas palavras não são sinônimas.

Isolamento social: É uma recomendação médica para pessoas que podem ter tido contato com algum paciente infectado ou estão aguardando o resultado de testes (sobre a contaminação pelo novo Coronavírus) ou tenham o diagnóstico confirmado. 

Nestes casos, é recomendado que se isolem das demais e evitem a propagação da doença. O isolamento pode ser tanto domiciliar quanto hospitalar, dependendo da gravidade de cada caso.

O isolamento é subdividido em dois tipos:

Isolamento Vertical: É limitado ao grupo de risco, idosos e pessoas com doenças pré-existentes que possuem maiores chances de apresentarem quadros mais graves da doença.

Isolamento Horizontal: Nesse tipo de isolamento, não há limitações de grupos e todos devem ficar em casa. Isso restringe a circulação e aglomeração de pessoas e reduz a disseminação do vírus.

Quarentena: Pessoas que tiveram contato com pacientes contaminados pelo vírus ou estiveram em regiões com surtos da doença, devem se manter em quarentena. 

A duração da quarentena é determinada de acordo com o período de incubação (tempo em que a doença se manifesta), e pode variar de 1 a 14 dias. O objetivo é observar ao longo dos dias, se a pessoa apresenta algum sintoma e assim controlar a propagação do novo Coronavírus.

Lockdown no Brasil

Com o aumento diário do número de infectados e mortos por COVID-19, alguns Estados como Maranhão, Pará, Rio de Janeiro e Ceará já adotaram a nova medida de prevenção e isso pode se estender para os demais Estados em breve.

O primeiro Estado a adotar o sistema de lockdown foi o Maranhão.

Foram suspensos todos os serviços não essenciais e entrada e saída de veículos particulares na capital São Luís e nos municípios de Paço Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. 

O descumprimento da regra poderia acarretar multas e o uso de máscaras de proteção, em locais essenciais, é imprescindível.

No Ceará, terceiro Estado com mais casos de Coronavírus no Brasil, a capital Fortaleza também entrou em restrição de circulação no dia 08 de maio. A medida tem o tempo inicial de 20 dias e depois foi estendido por mais 20.

Lockdown em Pernambuco

Com o objetivo de aumentar o isolamento social na Região Metropolitana do Recife, o Governo do Estado decretou quarentena em Recife e nos municípios de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata, ampliando as medidas de proteção, restringindo o trânsito de veículos, aumentando a fiscalização em estabelecimentos comerciais e reduzindo a circulação de pessoas nesses locais. 

As medidas ficaram válidas no período de 16 a 31 de maio.

Que países adotaram o 'lockdown'?

Para desacelerar a disseminação da doença, muitos países que foram amplamente afetados pela doença, tiveram que adotar o lockdown:

China: A cidade de Wuhan, epicentro da doença, manteve o bloqueio total por 76 dias. Além disso, no final de janeiro as fronteiras foram fechadas, a fim de paralisar a circulação de pessoas no país.

Com a redução dos casos, e após 11 semanas, o isolamento chegou ao fim. De forma gradual as atividades estão sendo retomadas, porém respeitando algumas medidas (como o uso obrigatório de máscaras de proteção em lugares públicos e privados) e com o monitoramento online que permite de toda a população.

Espanha: Segundo país com mais casos confirmados de Coronavírus, a Espanha decretou lockdown por duas semanas, no dia 28 de março. 

A multa para quem circulasse nas ruas, sem necessidade comprovada, era de 600 Euros. Com essa medida, o governo espanhol reduziu os casos de maneira significativa.

Itália: Em 9 de março o governo da Itália impôs uma quarentena nacional, restringindo o movimento da população. O período de lockdown durou oito semanas. Com essa medida foi possível reduzir o contágio da doença e diminuir a ocupação de pacientes nos hospitais do país. 

Mesmo o comércio voltando aos poucos, o protocolo de segurança, que consiste no uso de máscaras e de distanciamento social, deve ser seguido.

Alemanha: O país passou três semanas em lockdown, o que possibilitou a Alemanha ter um número maior de pacientes curados do que doentes e mortos. Os números mostram que o pico da doença, pode já ter passado no país. 

Os pesquisadores recomendaram a reabertura das escolas e funcionamento de lojas e comércios, desde que sejam mantidas as regras de distanciamento social, que consistem em ficar pelo menos 2 metros de distância de outras pessoas.

Fonte: brasildefato

Ótima notícia: Com emenda da deputado Lêda Borges, clínica de hemodiálise de Campos Belos (GO) sai do papel e vai começar a funcionar





Antes de a pandemia da Covid-19 afetar brutalmente a sociedade mundial, familiares e pacientes que sofrem diariamente com doenças crônica renais, em Campos Belos (GO) e região, e precisam semanalmente filtrar o sangue em máquinas,  estavam numa árdua luta para a implantação de uma clínica de hemodiálise em Campos Belos (GO). 

Com apoio de produtores rurais, mais de 200 bezerros foram doados, um fundo foi criado, além de uma Associação dos Doentes Crônicos Renais do Município ter sido criada. 

A intenção da batalha era criar uma clínica de hemodiálise em Campos Belos, mesmo fora do guarda-chuva do Governo.

Porque a mais próxima está a mais de 300 km de distância, em Formosa (GO), obrigando os pacientes, todos já muitos frágeis e muitos deles idosos, a deslocarem-se neste percusso, ida e volta, cerca de três vezes por semana, apenas para filtrar o sangue e garantir a sobrevivência de seu próprio corpo.

A situação deplorável é um pesadelo sem fim para os pacientes, principalmente.

Depois da campanha, feita também por intermédio deste Blog, a Secretaria de Saúde do Município de Campos Belos caiu em campo e comprou a briga. 

Mas a iniciativa foi barrada pela burocracia estatal do estado de Goiás, que informou que o Nordeste do estado iria ganhar uma clínica de hemodiálise, garantida dentro da policlínica que seria inaugurada na cidade de Posse (GO), como de fato foi criada e já funciona.

Em visita a Campos Belos (GO) e ciente de que Posse (GO) não poderia atender Campos Belos, principalmente pela distância de 200 km em estrada de chão, o governador Ronaldo Caiado (PSDB) prometeu também uma policlínica para Campos Belos, já instalada com um centro de hemodiálise, a ser construída em março passado.

Com a pandemia do novo coronavírus, tudo mudou e a policlínica que seria feita em Campos Belos saiu de prioridade. 

Mas o pesadelo dos doentes renais crônicos continuou a atazanar a vida de todos, a cada dia pior e mais doloroso. 

Situação que não foi esquecida, principalmente pelo produtor rural e advogado José de Sousa Júnior, que chegou perder seu pai, José de Sousa,  também paciente renal, em meio à campanha pelo centro.

Nesta semana, ele, a vereadora Ivone do Touro, o vereador Márcio Valente e o secretário de Saúde de Campos Belos Guilherme Davi se reuniram e chegaram a uma decisão importantíssima e muito valorosa.

A pedido da vereadora Ivone do Touro, a deputada estadual Lêda Borges tinha designada uma emenda para o município de R$ 200.000,00 para aplicação na saúde.

Com a intermediação de Ivone do Touro, de Márcio Valente e de José Júnior, costurou-se um acordo em que esse valor foi deslocado para a compra de três máquinas de hemodiálise - cada uma custa cerca de R$ 50 mil -, de forma urgente, além de outros móveis, como cadeiras, mesas e armários.

Em contrapartida, o Secretário Guilherme Davi vai "doar" o prédio do antigo Posto de Saúde do Setor Cruzeiro, que fica dentro do complexo hospitalar da cidade.

O prédio será reformado e adaptado para se tornar um centro de hemodiálise provisório, até que a pandemia da Covid-19 chegue ao fim e a policlínica de Campos Belos se torne uma realidade. 

Até lá, os pacientes não precisarão sair da cidade para filtrar o sangue.

Melhor ainda, doentes de cidades vizinhas, de Goiás e do Tocantins, também serão atendidos pelo centro de hemodiálise provisório de Campos Belos.

Mas o secretário Guilherme quer abrir o centro, não apenas com as três máquinas, valor da emenda da deputada Lêda Borges.

A intenção é já abrir o espaço com seis máquinas e chegar em um total de 20, porque o espaço do antigo Posto Médico pode abrigá-las confortavelmente.

Por isso, essa força tarefa precisa de mais colaboração e mais emendas parlamentares, para se adquirir as demais máquinas.

Assim, aqueles correligionários de parlamentares federais e estaduais, de Goiás e Tocantins, sensíveis à causa, estão convidados a participar da força tarefa.  

sexta-feira, 31 de julho de 2020

“Sou inocente, foi armação”, diz padrasto suspeito de matar Danilo


Reginaldo Lima Santos, padrasto do menino Danilo Sousa da Silva, de 7 anos, alegou inocência ao ser questionado por repórteres, na porta da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), se foi ele quem matou o enteado. 

“Sou inocente, foi uma armação!”, disse. 

Reginaldo foi preso juntamente com o colega Hian Alves de Oliveira, suspeitos de matarem o menino.

De acordo com a Polícia Civil (PC), a motivação do assassinato foi o suposto mau comportamento do menino. 

Danilo desapareceu no último dia 21 de julho. Seis dias depois, um corpo foi encontrado a 100 metros da casa do garoto pelo Corpo de Bombeiros em avanço estado de decomposição. 

A confirmação de que o corpo era do garoto foi dada pelo Corpo de Bombeiros, inicialmente, em no dia seguinte pelo Instituto Médico Legal (IML). 

O reconhecimento foi possível graças a coleta biométrica e o confronto dos resultados com a Carteira de Identidade do menino.

O corpo de Danilo foi enterrado na última quarta-feira (28) sob forte emoção. Uma tia do menino disse que “a família está destruída, um tentando dar força para o outro. 

A mãe, coitada, só Deus para cuidar dela.” 

Há indícios de que o menino tenha sido afogado na lama e também tenha sofrido abuso sexual. Os peritos encontraram fragmentos de lama na cavidade oral do garoto, além de hematomas nos órgãos sexuais do menino.

Num primeiro momento, a investigação foi realizada pela Delegacia de Proteção da Criança e ao Adolescente (DPCA), por causa do desaparecimento. 

A delegada Ana Elisa Gomes relatou que os pais do menino foram indicados por abandono de incapaz no dia seguinte ao desaparecimento de Danilo.

O caso, então, foi repassado para a DIH. Uma força-tarefa foi criada para apurar o caso. Segundo a delegacia, são 20 policiais civis que estão trabalhando no caso com o colhimento de diversos depoimentos. Ainda não há um suspeito definido ou ainda confirmação do abuso sexual.

A divulgação da imagem e identificação dos presos foi precedida nos termos da Lei n.13.869, portaria n.02/2020 – PC, despacho do delegado titular desta unidade, n.00010828006 e despacho 61/2020 – DIH-DGPC-09555 dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa ao surgimento de novas provas e principalmente novas testemunhas do homicídio.

Fonte: Mais Goiás 

"Antes tarde do que nunca": Prefeitura de Campos Belos (GO) suspende provas objetivas de concurso devido à pandemia



Como já diz o ditado, "antes tarde do que nunca". 

Após muita pressão e severas críticas, a prefeitura de Campos Belos (GO), no nordeste de Goiás, finalmente, resolveu suspender as provas do concurso público, aberto bem no auge da pandemia do novo coronavírus. 

O órgão divulgou na última quarta-feira (29) uma retificação referente ao Concurso Público.

O Concurso deseja selecionar profissionais para o preenchimento de vagas em cargos efetivos em órgãos do município.

Segundo o documento de retificação, o cronograma de atividades do Concurso foi alterado e as provas objetivas foram suspensas devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Além disso, foram excluídos do certame os cargos de professor de artes e professor de ciências. 

Outra atualização feita foi em relação ao conteúdo programático de informática aos cargos de níveis médio e superior.

As inscrições começam no dia 3 de agosto (segunda-feira que vem) e vão até do dia 23 de agosto. 

Fiquem atentos para não perdem o prazo. 

Clique aqui e acesse o site da organizadora do concurso

Dianópolis (TO) sem médicos


Diversos moradores de Dianópolis (TO), sudeste do estado, têm informando que a cidade está sem médico no hospital regional, em plena pandemia. 


Pelas redes sociais, vários cidadãos pedem que denúncias sejam feitas aos órgãos responsáveis.

Dianópolis somou nesta sexta-feira (30) mais de 210 casos de Covid.

Um morador da cidade compartilhou apelo para que a situação seja resolvida.  

"Estamos passando por uma das maiores dificuldades desde que entrei no Hospital", disse um servidor. 

"Está muito difícil trabalhar, assumir pacientes graves, sem médico, sem técnico de raios x, sem motoristas e técnicos parados por falta de pagamento”, disse. 

A maioria sai traumatizado daqui. Pois são plantões puxados para um profissional só, ainda mais com Covid em pleno pico”, escreveu outro servidor.

“Estamos aqui sem médico plantonista, só com a enfermagem na linha de frente, ficamos aqui sem respaldo de nada e temos que nos virar com o que chega”, disse uma profissional do hospital.

A site a Gazeta solicitou informações sobre a contratação e alocação de novos profissionais para o hospital e busca uma resposta.

Em tempo, Dianópolis é referência, em termo de saúde, no Sudeste do Estado.

Irmão do ex-prefeito Divaldo Rinco, assassinado em pleno cargo, é pré-candidato a prefeito de Alto Paraíso de Goiás


O irmão do ex-prefeito Divaldo Rinco, assassinado em pleno cargo, é pré-candidato a prefeito de Alto Paraíso de Goiás, na Chapada dos Veadeiros.  

Marcus Rinco é Engenheiro Florestal, empresário local e residente no município desde 1964.

Agora ele anuncia sua pré-candidatura a prefeito.

Nascido em Espírito Santo do Pinhal (SP), Marcus Rinco chegou ao nordeste goiano ainda menino, aos dois anos de idade, em 1964 junto a seus pais Andalécio e Romilda Rinco e seu irmão Divaldo Rinco, para tornar realidade o sonho da Cidade da Fraternidade, uma comunidade então criada para receber famílias, jovens e crianças em situação de vulnerabilidade, em Alto Paraíso. 

Junto com seu pai Andalécio e seu irmão Divaldo, fundou a primeira empresa na cidade de Alto Paraíso. 

Em mais de 30 anos à frente dos negócios familiares, na área do reflorestamento, Marcus Rinco, segundo diversas pessoas da cidade,  mostrou-se um empresário de sucesso e atualmente emprega diretamente 52 funcionários. 

Ainda de acordo com informações colhidas pelo Blog, a vocação social é um traço familiar de Marcus Rinco.

"A chegada da família em solo goiano tem origem no trabalho social, no desejo de tornar real uma cidade condicionada para receber até 5.000 pessoas, vindas de todos os lugares do Brasil, que se encontravam em situação de vulnerabilidade, especialmente crianças e jovens, a Cidade da Fraternidade existe ainda, apesar de já não trazer consigo a vocação inicial", contou uma fonte local.

Após o período como fundadores e moradores da Cidade da Fraternidade, a família Rinco criou a Associação Assistencial Paulo de Tarso, que inicialmente funcionou em endereço rural na Fazenda Posse e chegou a receber 80 crianças e jovens, que se encontravam em situação vulnerável.

Depois de longo período a Associação Paulo de Tarso mudou-se para endereço na zona urbana da cidade, onde oferece os serviços educacionais de creche e educação básica até os 4 anos e conta com o Abrigo Lar de Luara.

Em parceria com os órgãos competentes recebe crianças em situação de abandono ou com problemas familiares graves, até serem recondicionados. 

Além da assistência voltada aos pequenos, a Associação oferece uma diversidade de cursos e oficinas à população, distribuição de alimentos, um Bazar Social, além da assistência diária à população mais necessitada.

Todo o recurso para manutenção da Associação Assistencial Paulo de Tarso é originário das empresas familiares, doações e parcerias diversas em Alto Paraíso.

O Político

Apesar de nunca ter encabeçado um mandato ou ter alguma participação direta nos processos, Marcus teve grande influência e participação nas campanhas e gestões de Divaldo Rinco.

Divaldo foi prefeito por três vezes e capitalizou-se como a principal liderança política do nordeste goiano por longo período, mesmo hoje de maneira póstuma. 

Os mandatos de Divaldo destacaram-se principalmente pela atenção à sociedade mais necessitada, criação de projetos avançados e sempre voltados ao desenvolvimento humano e econômico da região. 

Sobre não ter participado anteriormente dos pleitos eleitorais, Marcus diz “Eu entendo que em momentos anteriores, eu tinha outra função, tanto politicamente quanto como empresário. Tinha funções que davam o suporte para que Divaldo pudesse ser o grande gestor que foi”.

Conhecedor das realidades da região e bem relacionado na política goiana, o empresário traz consigo o apoio do Deputado Estadual Iso Moreira, além de nomes importantes na articulação política que diz respeito à Região da Chapada dos Veadeiros.

"Sinto-me preparado para enfrentar o desafio de ser gestor de Alto Paraíso, que é a principal cidade do cinturão da Chapada. Acredito que minha experiência bem sucedida como empresário, somada a toda experiência e conhecimento das necessidades e realidades de nosso povo é o que Alto Paraíso precisa para voltar a trilhar o caminho do desenvolvimento, do crescimento.”

Gravíssimo acidente mata três pessoas na rodovia BR-020, agora à tarde



A rodovia da morte não para de fazer vítimas.

Ainda há pouco, na tarde dessa sexta-feira (31), a 10ª Companhia Independente Bombeiro Militar, juntamente com o SAMU de Posse (GO), atendeu gravíssimo acidente de trânsito.

O acidente envolveu dois carros de passeio, com famílias dentro, e um caminhão.

O sinistro foi na BR-020, Km 242, próximo ao Balneário Água Quente, em Posse (GO)

Na ocorrência atendida pelos bombeiros, três vítimas morreram no local e os militares nada puderam fazer.

Outras três vítimas feridas foram transportadas ao Hospital Municipal de Posse (GO).

Enel distribuição Goiás lança campanha online para negociação de dívida e amplia facilidade de parcelamento


Diante do atual cenário de crise econômica em decorrência da pandemia da Covid-19, a Enel Distribuição Goiás lança uma campanha de negociação online com condições especiais para o cliente negociar sua dívida com a companhia. 

Até o final de setembro, os clientes poderão parcelar as contas em atraso em até 10 vezes (entrada + 9 parcelas) na própria fatura, sem cobrança de juros de financiamento.

“Estamos sensíveis ao atual momento pelo qual passam muitas famílias, que tiveram sua renda reduzida em função da pandemia, e queremos facilitar a vida dos clientes, para que possam regularizar sua situação. 

Pelo Portal de Negociação ou App, com poucos cliques, o cliente escolhe opção de parcelamento mais adequada para ele”, afirma Márcia Sandra, Diretora da Mercado da Enel Brasil.

O parcelamento poderá ser realizado por meio do Aplicativo Enel Goiás, que pode ser baixado gratuitamente, ou pelo Portal de Negociação, no site da empresa, no link https://www.enel.com.br/pt-goias/Para_Voce/negocie_sua_divida.html.

Para acessar os serviços, é necessário fazer login com os dados do cliente, que poderá escolher o número de parcelas e o valor da entrada que quer pagar. A ideia é oferecer para o cliente um canal rápido e de fácil utilização.

A campanha de negociação é uma boa opção para o cliente ficar adimplente com a companhia, evitando, assim, a suspensão do fornecimento de energia, quando ocorrer o retorno desta atividade. 

Vale ressaltar que a suspensão de corte não impede outras ações de cobrança.

Serviço:

Campanha de parcelamento de contas da Enel Distribuição Goiás

Locais para negociação:

• Aplicativo Enel Goiás, que pode ser baixado gratuitamente pelo iOS (https://apple.co/2pb8F66) e Android (https://bit.ly/2HioUtv). Para os clientes que já possuem o aplicativo, a companhia orienta que façam a atualização para visualizar as condições especiais do parcelamento.

• Portal de Negociação: https://www.enel.com.br/pt-goias/Para_Voce/negocie_sua_divida.html

Para comunicar ocorrências, solicitar serviços ou informações, os clientes da companhia podem entrar em contato com a Central de Atendimento, por meio do 0800 62 01 96. 

Além disso, o cliente também pode falar com a empresa pelo WhatsApp, enviando um “Olá” para o número (21) 99601-9608. A atendente virtual Elena irá atender, ingressando serviços como Falta de Energia, Consulta de débitos, Envio de 2ª via da conta e respondendo às perguntas mais frequentes.

Sobre a Enel Distribuição Goiás

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². 

A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia.

Oportunidade: UFT abre seleção para ingresso de professores em especialização em transtorno autista


A Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e do Instituto de Pesquisa e Extensão de Desenvolvimento Regional do Centro Norte Brasileiro (Ipex-Regional), publicou nesta sexta-feira, 31, o edital de seleção de candidatos para ingresso na segunda turma do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Transtorno do Espectro Autista (TEA) no Âmbito das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC), na modalidade remota e com atividades a distância.

A especialização faz parte das ações do Projeto TEA-TDIC e tem como objetivo promover a qualificação de profissionais para trabalhar com estudantes autistas, por meio da inserção das tecnologias digitais de informação e comunicação, visando incrementar a formação dos professores da rede pública municipal e estadual de ensino do Tocantins.

São oferecidas 50 vagas para licenciados no efetivo exercício do magistério na rede pública, sendo 35 para professores da rede municipal e 15 da estadual. 

As inscrições são gratuitas e acontecem no período de 03 de agosto até às 18 horas do dia 04 de setembro, por meio do preenchimento do formulário online, disponível no endereço: https://forms.gle/odqMVGm5tiYwRqpJ8.

Após devidamente preenchido o formulário, os candidatos deverão digitalizar e anexar a seguinte documentação: Currículo Lattes; carta de intenção apresentando os motivos que levaram o candidato a fazer o curso, e como essa formação contribuirá para o desenvolvimento das suas atividades profissionais; e comprovação do exercício profissional, ou seja, declaração da chefia imediata da área em que atua.

Fonte: UFT

Neste sábado (1º), Arraias (TO) completa 280 anos de história, cultura e turismo





Há 280 anos nascia oficialmente Arraias. 

A data do dia 1° de agosto de 1740 foi marcada oficialmente pela transferência, assinada pelo governador da Capitania de São Paulo, D. Luís de Mascarenhas, do povoado de Chapada dos Negros para uma área distante poucos quilômetros. 

O povoamento da região havia iniciado quatro anos antes, para exploração de ouro.

O tempo passou, mas a importância histórica do município distante cerca de 420 km de Palmas permanece viva no orgulho dos arraianos, nas construções históricas, nas tradições culturais, nos muros de pedra do antigo povoado que testemunharam um dos garimpos mais ricos da região e a consequente presença de enorme número de negros escravizados.História

Tudo começou com um arraial, que já nasceu com seu nome definitivo, em referência à espécie que traz um ferrão no rabo, muito comum no ribeirão de mesmo nome. 

Localizada no Sudeste do Tocantins, na Região Turística das Serras Gerais, também é conhecida como a Cidade das Colinas, por estar em um vale e cercada por várias destas formações. 

Sua zona urbana também é a mais alta do Estado, com cerca de 722 metros de altitude, o que proporciona noites bem amenas nos meses de junho e julho.

Seu centro histórico ainda preserva traços da arquitetura em o estilo colonial português. Nos casarões mais antigos, ainda é possível encontrar as iniciais dos patriarcas das famílias que as construíram e o ano de conclusão da obra. 

Um deles, localizado na Praça Dr. João d’Abreu, guarda objetos de época e registros sobre a formação do município: o Museu Histórico e Cultural de Arraias é administrado por meio de acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Prefeitura Municipal e Universidade Federal do Tocantins.

Turismo

Por sinal, é justamente no Câmpus de Arraias que a UFT mantém seu curso Tecnólogo de Turismo Patrimonial e Socioambiental, confirmando a vocação do município para o desenvolvimento desta área.

Riquezas naturais e culturais não faltam, como a Gruta da Fazenda Furnas e as trilhas que leva às ruínas da Chapada dos Negros e ao Morro da Cruz, um mirante com vista para todo o vale.

O Turismo de Base Comunitária (TBC) também tem grande potencial de desenvolvimento nas comunidades remanescentes de quilombo, como Mimoso de Kalunga e Lagoa da Pedra. Nesta última, ainda se realiza a Roda de São Gonçalo, uma tradição trazida pelos portugueses, em pagamento de promessas feitas ao Santo. 

No ponto alto da festa, mulheres desfilam em pares, vestidas de branco, carregando arcos de madeira enfeitados com flores de papel e iluminados com pavios feitos de cera de abelha. Enquanto isso, os homens tocam viola e entoam versos em louvor a São Gonçalo, cuja imagem fica em um altar erguido próximo a um cruzeiro todo iluminado.

Arraias é um dos oito municípios da Região Turística das Serras Gerais, que reúne cidades históricas famosas por suas festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro. 

O turismo de natureza também é destaque, devido à grande quantidade de rios, canyons, cachoeiras, grutas e cavernas. Para quem se interessar em conhecer Arraias, a dica é fazer um circuito maior, visitando outras localidades da região.

“A região sudeste do Tocantins é uma referência em cultura e belezas naturais, e Arraias se destaca por sua rica história. 

O município merece todas as honras em seus 280 anos”, afirma o presidente da Adetuc e secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra.

Tradição

Apesar dos atrativos naturais, os “saberes e fazeres” da população local é o grande destaque. 

Quem nunca ouviu falar na famosa Paçoca de Arraias? Alimento dos sertanejos e viajantes, a paçoca tem uma longa história, iniciada com a ocupação portuguesa e que chegou aos dias de hoje como alimento tradicional do Tocantins, apesar de estar presente em outros estados.

A carne seca, cortada em cubos e frita em óleo quente, é socada no pilão (de preferência sem verniz), com alho picado e farinha de mandioca. 

As batidas ritmadas fazem com que a carne se desmanche e seu sabor seja assimilado pela farinha. 

A produção arraiana teria conquistado fama antes mesmo do desmembramento dos estados de Goiás e Tocantins, com a apreciação do produto em feiras agropecuárias e outros eventos.

Também chama a atenção a produção artesanal, em especial as peças em argila branca, transformada em potes, panelas e objetos decorativos de cerâmica.

Já o seu carnaval preserva uma tradição quase extinta em outras regiões do País, o Entrudo, onde os brincantes jogam água uns nos outros enquanto percorrem as ruas da cidade animados por marchinhas carnavalescas tocadas por uma animada banda.

Comemoração

Com as restrições impostas pela prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), o município terá apenas algumas atividades para marcar a data. 

Conforme a Diretora Municipal de Cultura e Turismo, nesta sexta, 31, será lançado o portfólio virtual Arraias: 280 Anos. 

Para o sábado, está programada palestra on-line sobre o Sisteminha, projeto de produção integrada de alimentos, com seu criador, o pesquisador da Embrapa Luiz Guilherme, às 10 horas. 

O mediador será o secretário de Meio Ambiente, Mauro Barreto. A partir das 16 horas haverá uma live de contação de histórias com Nicinha Castelo. 

A transmissão será feita pelo Youtube, no link.

Fonte: Governo