terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Arraias (TO): vídeo mostra tristeza de comunidades com a persistente ameaça de fechamento da Escola Agrícola




A constante ameaça de fechamento da Escola Agrícola de Arraias, capitaneada pelo secretário estadual de educação do Tocantins, Danilo de Melo Souza, tem revoltado moradores de várias comunidade do Tocantins e Goiás.

Os produtores deste vídeo foram a comunidades pobres no sertão de Arraias e capitaram a imensa tristeza e desolação de quem mais precisa do apoio educacional da escola. 

A Escola Agrícola contribui, e muito, com melhoria das condições de vida na comunidades através da formação profissionalizante ofertada a juventude do campo. 

Em 2014 continuamos a luta contra o fechamento da escola. 

2 comentários:

  1. A Secretaria de Estado da Educação do Tocantins havia se comprometido com os pais e os alunos da Escola Estadual Agrícola David Aires França que quem já estava estudando na instituição teria o direito a terminar os estudos na mesma.
    As matrículas para o ano letivo de 2014 já estão sendo realizadas, contudo, aos alunos que cursaram o 9º ano em 2013 na Escola estão tendo suas matrículas NEGADAS!!!
    Até o momento, a Secretaria de Educação não deu nenhuma justificativa para a comunidade pelo fechamento da 1ª Sério do Curso Técnico em Agropecuária integrado ao Ensino Médio.

    ResponderExcluir
  2. andO que mais nos deixa indignados é o descaso e a falta de respeito e consideração desses governantes para com os sentimentos da comunidade Escola Agrícola. Sabe-se que as pessoas que estão ali tem um vínculo de amor pela instituição e toda essa situação tem causado muita dor e tristeza no coração de todos que ali convivem. E o que se percebe é que esse secretário tem brincado com os sentimentos alheios, pois no momento em que determina uma coisa, imediatamente decide outra contradizendo a anterior, sem levar em conta as futuras implicações de tais decisões... Aconteceu assim no dia 1º de Agosto de 2013, ocasião do aniversário de Arraias em que o governador Siqueira Campos e seu Secretário de Educação Danilo estiveram na escola para a inauguração dos laboratórios recém construídos e ali garantiram em alto e bom tom, diante de todos que estavam presentes que a escola continuaria desenvolvendo sua atividades como normalmente o tem feito e que a ameaça de fechamento estaria superada, contudo não foi o que aconteceu... Agora, recentemente, em meados de Dezembro de 2013 divulgou em nota no Diário Oficial do Tocantins que a Escola teria seu funcionamento estendido por mais 5 anos, que é o prazo que possivelmente, todas as turmas existentes concluiria o curso técnico, bem como a autorização de construção de um sumidouro e melhoria nas instalação para o internato, no entanto, no final da tarde do mesmo dia, o então secretário retira tudo que havia afirmado em nota com um simples telefonema. E a novidade do momento é que e para esse ano de 2014 ele não autoriza a existência da turma da 1ª série do Curso Técnico que seria os alunos aprovados do 9º , mesmo sabendo que a maioria deles estão na escola desde o 6º ano, sonhando com a conclusão do curso Técnico em Agropecuária e com o agravante de que muitos deles vem de comunidades rurais cujos os pais não tem condições de mantê-los estudando na cidade, o que provavelmente implicará a interrupção da vida escolar de muitos deles, e assim fica claro que a escola tem apenas 2 anos a mais de funcionamento. Isso é um verdadeiro terrorismo social! E mais revoltante é saber de onde vem...

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.