terça-feira, 26 de março de 2013

Questão ambiental toma corpo em Campos Belos e demais municípios do nordeste de Goiás e sudeste do Tocantins


Exemplo de rio sem mata ciliar 

Exemplo de rio com mata ciliar protegida 

A questão ambiental está tomando corpo em Campos Belos e nos demais municípios do nordeste de Goiás e sul do Tocantins. 

E não era sem tempo. Estamos com pelo menos 20 anos de atraso.

Para quem não sabe, o rio Montes Claros, que provê a cidade de Campos Belos de água, tem boa parte de seu leito assoreado e há muitos anos não tem peixes.

E pior, cresceu assustadoramente a grande quantidade de plásticos e outros  tipos de lixos urbanos encontrados em suas águas.  

A situação arrefeceu um pouco depois da construção das linhas de esgotamento sanitário, que melhorou sensivelmente o despejo inconsequente de dejetos humanos e de lixo na malha hídrica do município.  

Mas o rio ainda pede socorro. 

O rio Montes Claros, ao longo de dezenas de quilômetros, tem sofrido com o desmatamento. 

Alguns proprietários de fazenda, sem entender ainda o quão precioso é o curso d´água que passa em suas terras, continuam a dizimar a matas ciliares, uma das principais proteções contra o assoreamento, a insolação e, obvio, o principal mantenedor da qualidade da água e de sua perenização. 

É muito bem-vinda essa conscientização ecológica. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.