domingo, 31 de janeiro de 2021

Alto nível: Monte Alegre e Campos Belos (GO) contam há dois meses com o Clube de Tiro CAC São Jorge

Está em pleno funcionamento em Campos Belos (GO) e Monte Alegre (GO), há dois meses, o Clube de Tiro CAC São Jorge, administrado por Calos Koch, que também é o instrutor.

O CAC SJ está instalado na zona rural do município de Monte Alegre, com toda a segurança para a prática de tiro. 

Há três pistas de ação, para pistola, fuzis e armas longas. 

Um vídeo, muito bem feito, diga-se de passagem, apresenta de forma rápida essa grande novidade na região.

Para quem adorar atirar, como eu, é um lugar perfeito, seguro e com alta qualidade técnica da equipe de treinadores e instrutores. 

Carlos Koch, que é também o dono e presidente do Clube de Atiradores e Caçadores São Jorge-CAC SJ, informou que a sede administrativamente está situada em Campos Belos. 

"Estamos em funcionamento desde outubro de 2020, realizando testes de CR e instrução sobre tiro desportivo. 

Estou lhe encaminhando o nosso vídeo institucional e, na oportunidade, gostaria de lhe convidar a todos para conhecer as nossas instalações", convida. 

O contanto pode ser feito pelo (62) 9985- 86773, que também é ZAP. 

Valorizado: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é eleito o melhor do Brasil e o 25° do mundo



Goiás começa o ano despontando no Turismo mundial. O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV), no Nordeste do Estado, está entre os 25 melhores Parques Nacionais do mundo e o melhor do Brasil. 

É o que aponta a recente pesquisa do site TripAdvisor (Travelers’ Choice Awards 2021), com base em avaliações de internautas.

O único prêmio da indústria de turismo é baseado em milhões de avaliações e opiniões de viajantes de todo o mundo. O reconhecimento anual reflete “o melhor dos melhores” em serviço, qualidade e satisfação do cliente para acomodações, destinos, atrações, restaurantes e experiências. 

Segundo o TripAdvisor, a pesquisa destaca não apenas as escolhas populares, mas as experiências verdadeiramente excepcionais que fazem os viajantes voltarem.

Apenas cinco atrativos turísticos do País apareceram nas listas mundiais de melhores destinos: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) e as cidades de Campos do Jordão (SP), Natal (RN), Armação dos Búzios (RJ) e Ubatuba (SP).

Segundo a avaliação dos internautas, a Chapada dos Veadeiros, composta pelos municípios de Alto Paraíso, Cavalcante, São João D’Aliança, Colinas do Sul, Teresina de Goiás e Nova Roma é ideal para quem quer encontrar cachoeiras de tirar o fôlego, piscinas naturais brilhantes e formações rochosas estonteantes.

Além disso, a natureza foi outro grande diferencial para os turistas o PNCV, já que a área de conservação ambiental é conhecida por suas trilhas e pela observação de animais selvagens nativos. 

Atualmente, o Parque, gerenciado pela iniciativa privada, tem recebido novos investimentos em infraestrutura para estimular o turismo de aventura e ecológico.

Para o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, a Chapada dos Veadeiros é motivo de orgulho para os goianos. 

“O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é Patrimônio Mundial Natural pela Unesco desde 2001. 

O Governo de Goiás tem muito carinho pela região, sempre apoiando e investindo em ações de promoção nacional e internacional. Não é por acaso que estamos em primeiro lugar no Brasil e despontando para o mundo”, afirmou.

PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS VEADEIROS (PNCV)

O Parque abriga 32 espécies da fauna e 17 da flora ameaçadas de extinção, que poderiam desaparecer sem a garantia de proteção integral da unidade de conservação, entre elas o Cervo-do-Pantanal, o lobo-guará, o pato-mergulhão e a onça-pintada.

Sobre a região, a Unesco avalia que “esses locais têm servido de refúgio para várias espécies durante os períodos de mudanças climáticas e permanecerá vital para a manutenção da biodiversidade da região do Cerrado em flutuações climáticas futuras.”

Em outubro de 2017 a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) afastou o risco de o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros perder o título de Patrimônio Natural da Humanidade. 

A decisão foi anunciada na 41ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da entidade, realizada em Cracóvia, na Polônia.

No encontro, a comunidade internacional assegurou a manutenção do título, um mês após a ampliação da unidade de conservação de 65 mil para 240 mil hectares, anunciada pelo governo federal em 5 de junho.

Para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela gestão da unidade na época, a manutenção do título de patrimônio natural foi resultado direto da expansão, por ter afastado ameaças à integridade do parque nacional.

Conservação do Cerrado

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criado em janeiro de 1961 com uma área de 625 mil hectares, mas ao longo dos anos passou por sucessivas reduções de área, até chegar a 65 mil hectares.

A região é uma das áreas mais emblemáticas do Cerrado e tem importância estratégica para o bioma, em especial por ter áreas de Cerrado de Altitude, com representantes de flora e fauna restritos a esse habitat.

Além das localidades Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul, que já faziam parte do parque, os novos limites incluem parte dos municípios de Teresina de Goiás, Nova Roma e São João da Aliança. 

Dessa forma, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros passou a formar – junto com a Área de Proteção Ambiental (APA) estadual do Pouso Alto, 22 reservas particulares do patrimônio natural (RPPNs) e o território quilombola Kalunga – um vasto mosaico de unidades de conservação.

Com ASCOM Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo)

Tá difícil: trabalhadores da saúde reclamam de falta de pagamento em Campos Belos (GO)


Trabalhadores da saúde do município de Campos Belos (GO) estão reclamando de atraso de salários. 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (SindSaúde), o salário referente ao mês de dezembro não foi pago e a prefeitura não deu uma previsão de quando isso será feito.

Uma servidora do município que não quis se identificar afirmou que a situação dos funcionários está muito complicada. 

“Há famílias que já estão passando sufoco e não sabe como vai fazer para comprar o básico. Está faltando alimentação. Há situações em que o chefe de família é mulher e não tem outra renda como é o meu caso. Não sei o que a gente vai fazer”.

O SindSaúde afirmou que já denunciou o caso ao Ministério Público do Trabalho (MPT). 

A entidade afirma ter conversado com o prefeito, Pablo Geovani (PSD), e que ele alegou que recebeu a prefeitura sem dinheiro. Por esse motivo, ainda não haveria previsão de quando o salário de dezembro seria pago.

“É um absurdo o fato de que uma das categorias essenciais para a população, principalmente nesse período de pandemia, esteja passando por isso” disse o presidente do sindicato, Ricardo Manzi. 

“O trabalhador não pode pagar a conta pela ingerência administrativa. O Sindicato está tratando a situação com prioridade e busca outras providências para assegurar o pagamento a esses trabalhadores”.

O Mais Goiás tentou contato com a prefeitura de Campos Belos, mas as ligações não foram atendidas. O espaço está aberto para manifestação.

Fonte: Mais Goiás 

Atraso de salário em Monte Alegre de Goiás deixa servidores indignados



Revoltados com a gestão anterior, trabalhadores da saúde da cidade de Monte Alegre de Goiás realizaram nesta semana, uma assembleia para discutir o pagamento do salário do mês de dezembro do ano passado. 

A reunião foi conduzida pelo diretor de Organização Política e de Base do Sindsaúde, Erivânio Herculano.

Com a mudança de gestão, diversos servidores ficaram sem receber o salário referente ao mês de dezembro, horas extras. Os servidores queixam ainda de desligamentos sem motivos e descaso total com a categoria.

Durante a reunião, foi eleita uma comissão para atuar juntamente com o Sindsaúde na negociação com a prefeitura. O objetivo é garantir o pagamento de direitos trabalhistas pendentes.

Ainda durante a visita, o Sindsaúde distribuiu material informativo sobre a Reforma Administrativa nacional que pode afetar a categoria. 

Outro informativo contendo as principais ações no campo jurídico impetradas pelo Sindicato e uma relação de direitos garantidos ao servidor por lei também foi compartilhado com os trabalhadores.

Mães de presos de Arraias (TO) reclamam da falta de privacidade em encontros

Um grupo de mães de presos, encarcerados no presídio de Arraias (TO), sudeste do estado, procurou o Blog para reclamar de que está faltando privacidade entre elas e seus filhos. 

De acordo com uma integrante do grupo, desde quando começou a pandemia, as visitas estão sendo feitas com espaçamento de muitos dias e só um dos familiares próximo podem ter acesso e visitar o preso.

Mesmo assim, nos dias de visitas, a mães e os filhos não podem se tocar, abraçar e ter uma conversa a sós, pois só tem 15 minutos de encontro e ao lado de um agente penitenciário.

"Meu filho está magrinho, sinto que ele quer falar alguma coisa. Mas não fala porque não temos privacidade. Ele tem medo de represálias. Acho que temos o direito de falar a sós com nossos filhos", disse ela. 

A representante também reclama de que a única forma de saber notícias de seus filhos presos é ligando no presídio. "Mas não somos bem tratadas por telefone e não conseguimos ter notícias. É uma angústia", conta ela. 

Comentários deste Blogueiro

Estamos numa sociedade civilizada. 

Mesmo que muitos dos presos não pensam assim e cometem crimes bárbaros e têm pagar por suas dívidas criminais com a sociedade, o Estado não pode também ser um bárbaro. 

O Estado não pode se sucumbir às mesmas ferramentas dos criminosos. 

A partir do momento em que um homem ou uma mulher é preso e passa à tutela estatal tem que ser tratado com a dignidade que todo ser humano merece. 

Assim, os agentes do Estado, principalmente aqueles que labutam diária e perigosamente com essa difícil tarefa, tem que entender esse mister; há que se ter discernimento, maturidade e, antes de tudo, seguir o que preconiza a lei.

Há muita coisa que precisa ser mudada no sistema prisional.  

É inconcebível presos ficarem o dia inteiro ocioso, sem estudar e trabalhar, por exemplo.  

O condenado tem que pagar pelo seu crime, mas também tem que ter a chance se recuperar. Mais que isso, trabalhar. 

Para além dessa complexa sociedade de homens presos, jamais se deve perde de vista a dignidade da pessoa humana.  

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

UEG promove 2º Sarau Mosaicano. Poesia e Arte ajuda a curar, inclusive tristeza e solidão



A Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Campos Belos (GO), promove mais um Sarau.

É a segunda edição do Sarau Mosaicano, que ocorre nesta sexta-feira (30), às 21h, com mediação de Larissa Beltrão. 

É poesia ocorre do início ao fim. Participam, os artistas Junia Garcia, Ari Santana, Laina Matos, Igor Alves, Franciele Rego, Lucas Dourado, Iremar Reis e Roni Rego.

O evento será transmitido pelo canal Youtube, com link aqui neste Blog. Agende aí. Poesia e Arte ajuda a curar, inclusive tristeza e solidão. 



Homem entra em confronto com PM e morre em Arraias (TO)


Um homem, com diversas passagens pela polícia, inclusive por crimes graves, se deu mal ontem (27) ao confrontar policiais da tropa de elite da PM do Tocantins, em Arraias (TO), sudeste do estado.

O episódio ocorreu na zona rural do município, por volta das 19h, numa estrada vicinal, a TO-296.  

De acordo com o registro do Boletim de Ocorrência, uma equipe de militares da Força Tática estava em patrulhamento pela rodovia, quando ouviu um barulho alto de motocicleta se aproximando.

Os PMs desembarcaram e começaram emitir sinal de parada para que o condutor encostasse na lateral da pista.

Ainda de acordo com as informações anotadas no sistema de segurança pública,  o rapaz, supreendentemente, desobedeceu a ordem dada pelos militares e, pior, acelerou a motocicleta em direção aos policiais.

Imediatamente, o motorista da viatura militar, que estava embarcado, arrancou e usou a viatura como escudo da equipe.

O suspeito bateu com a moto na frente da viatura e caiu às margens da rodovia. Em seguida, já se levantou disparando uma arma de fogo contra as autoridade do Estado. 

Por óbvio, os militares reagiram à agressão e revidaram também com disparos. 

O homem foi atingido fatalmente. Um socorro foi tentado. O suspeito ferido foi levado ao hospital Regional de Arraias, mas morreu após dá entrada na área de emergências. 

Após as anotações, peritos da Polícia Civil identificaram ao menos dois tiros no carro da PM. Um no para-brisas e outro na lateral do carro. 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Campos Belos (GO): morre seu Chicô, pai de "Dedê" da "Líder Auto Peças"





Por Jefferson Victor,

Morreu nesta quarta-feira (27), em Goiânia, Francisco Dimas da Silva, conhecido como seu Chicô, aos 82 anos.

Seu Chicô esteve internado na Casa de Saúde de Campos Belos (GO) após sofrer um AVC. Indicado a internação em UTI, ficou por longos três dias a procura de uma vaga em Goiânia, já que na cidade não possui este tipo de leito. 

Isto fez com que muita gente se empenhasse na busca de uma vaga na capital. 

Através de uma matéria neste Blog, que foi amplamente divulgada, o deputado Eduardo Prado mobilizou toda sua assessoria e, finalmente, seu Chicô foi transferido para o Hospital Gastro Salustiano, onde permaneceu entubado e sedado, devido ao seu estado crítico.

Os médicos chegaram a tirar a sedação, mas ele não respondeu aos estímulos e infelizmente na manhã de hoje, por volta de 11h30 veio a óbito.

Ele teve uma linda história de vida. 

Em 1959, casou-se com dona Raimunda Generosa da Silva, com quem teve onze filhos. Nove deles ainda vivos, que são: Gláucia, Lúcia, Célia, Dedê da Lider , Luiz Eletricista de automóveis, Zezinho, Igor, Neide e Fernanda.

Ele deixa também, dezenove netos, cinco bisnetos e três tataranetos.

Seu Chicô era de Picos no Piaui 
e devido à seca que castigava o Nordeste, mudou-se com sua família para Goiás em 1970.

Passou por Combinado, Arraias, Cavalcante e finalmente em 1981 fixou residência definitiva em Campos Belos, onde permaneceu até seus últimos dias.

Glaúcia, sua filha, emocionada narrou o último encontro com seu pai. Eles se reuniram na Chácara de propriedade da família no setor Aeroporto II e falava da satisfação de seu Chicô.

Parecia estar se despedindo, estava alegre, bem comunicativo e esbanjava alegria naquele encontro.

Segundo ela, o seu Chicô era uma pessoa alegre e apesar de ter trabalhado pesado em fazendas, se dizia um homem realizado, que criou seus filhos com dedicação e que todos viraram cidadãos de bem, nunca ninguém lhe deu qualquer tipo de contrariedade, todos honestos e trabalhadores.

Os encontros na chácara eram frequentes. Combinava-se que todos estariam lá a cada domingo.  Na chácara, as crianças jogavam bola, faziam churrasco e todos se divertiam alegremente, só faltava alguém se estivesse viajando.

Eu, particularmente, tenho um grande vínculo com essa família, em especial o meu neto Iago Brunno, com quem convivo desde o seu nascimento, e hoje, coincidentemente trabalhamos juntos.

Quero aqui externar os meus sentimentos a toda família, pedindo a Deus que console a cada um neste momento de muita dor.

A chegada do corpo está prevista para as 4h da manhã dessa quinta-feira (28), onde será velado na Sala Velatória da Pax Vida no setor Aeroporto, e o sepultamento em horário ainda não definido, mas tudo indica que será as 10 hs.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Campos Belos (GO) registra mais uma morte por Covid; casos ativos vão a 30

 

Aumenta o número de moradores de Campos Belos (GO), nordeste do estado, mortos por Covid-19. 

Hoje (26) o boletim epidemiológico, emitido pela Secretaria de Saúde, informou que os casos de óbitos no município subiram para 12.

O nome, sexo e a idade da vítima fatal não foram divulgados. 

Mas é mais um conterrâneo que perdeu a batalha para essa agressiva e terrível moléstia; é mais uma família, filhos e irmãos que choram por mais uma pessoa querida que parte. 

Uma morte, como repetimos, que bem poderia ter sido evitada se a comunidade se ajudasse, se conscientizasse de que o município, o estado, o país e o planeta passam por um momento gravíssimo e extremamente delicado. 

Tudo indica que a cepa desse vírus que está atacando os moradores de Campos Belos e da região ainda não é aquela extremamente mais mortal e agressiva e que tem dizimado a população de Manaus (AM). 

Mas o perigo ronda. 

O boletim da Prefeitura, desta terça-feira (26), informa ainda que subiu para 30 o número de contaminados ativos na cidade. 

Os suspeitos também cresceram; agora são 36 pessoas em isolamento e a espera dos resultados de exames.

Não adianta atacar governantes, prefeitos, Bolsonaro, o ministro Eduardo Pazuello. 

Não lhes retirando as responsabilidades pela lastimável mortes de 220 mil brasileiros, mas essa conta também tem que ser dividida com cada cidadão; com cada indivíduo; adulto, jovem, mulher ou homem, rico ou pobre, que está decididamente não colaborando com as medidas de segurança e com ações individualistas, apequenadas, infantis e sem qualquer tipo de empatia.

Essa conta é também e tem que ser debitada na "popuanpa" desses brasileiros anônimos, que todos os dias fazem questão de colaborar com o espalhamento do mortal novo coronavírus.   

Campos Belos (GO) e Arraias (TO): Investigação da Polícia Civil promove reencontro de filho com o pai desaparecido há 12 anos

Delegada de Arraias, Melícia Resende, uma das mais notáveis do Tocantins  

Um caso de desaparecimento foi esclarecido pela Polícia Civil do Tocantins e resultou em final feliz. 

Na última segunda-feira (25), pai e filho se reencontraram após trabalho investigativo da Delegacia de Polícia de Arraias. 

O homem havia desaparecido há 12 anos quando saiu de Campos Belos Goiás.

De acordo com a delegada-chefe da 105ª DP de Arraias, Melícia Resende Rocha Ganzaroli de Ávila, um jovem, filho do homem que estava desaparecido, entrou em contato com a autoridade policial e pediu ajuda para encontrar seu pai. 

Conforme a delegada Melícia, após informações de que o homem estaria em uma cidade do interior da Bahia, a 105ª DPC contatou autoridades policiais para que o homem fosse encontrado.

Segundo a delegada Melícia, um morador da cidade do interior colaborou com informações e confirmou que o pai do jovem estaria no interior da Bahia. 

Em seguida, a autoridade policial, em contato com uma assistência social do local, realizou o repasse de informação para que fosse confirmada e repassada ao homem desaparecido de que seu filho o procurava. 

O filho, ao ser informado do paradeiro de seu pai e de confirmar ser ele o homem encontrado no interior da Bahia, agradeceu o empenho da delegada Melícia.

Para a delegada Melícia, o feliz reencontro de pai e filho após 12 anos é gratificante. “É uma satisfação atuar tão diretamente na vida das pessoas, possibilitando reencontros, cumprindo o papel social e legal na vida dos cidadãos”, disse a delegada.


Em Campos Belos (GO), o CEPI, antigo Polivalente, pode ser obrigado a voltar às aulas presenciais



Na última segunda-feira (25/1), a rede estadual de ensino iniciou a retomada parcial das aulas presenciais. 

Cerca de 8% das escolas estaduais optaram pelo retorno e podem atender até 30% dos alunos de forma presencial. 

Os demais estudantes continuam no Regime Especial de Aulas Não Presenciais (Reanp).

As escolas que retomaram suas aulas presenciais adaptaram suas unidades para cumprir o Protocolo de Biossegurança, validado pela Secretaria de Estado de Saúde.

Toda escola conta com um termômetro para medição de temperatura, marcação de distanciamento por toda a unidade e cartazes com orientações de combate ao Coronavírus.

Uma das escolas é o CEPI, antigo Polivalente de Campos Belos (GO, está sendo obrigado a voltar às aulas em situação presencial. 

Professores e sindicato têm reclamado e com razão. 

E agora? Caiado propõe que prefeitos adotem lei seca após as 22h para conter casos de coronavírus


O governador Ronaldo Caiado (DEM) e prefeitos goianos querem proibir a venda de bebidas alcoólicas após as 22h em bares, restaurantes e comércios em geral por meio da lei seca para conter a transmissão do coronavírus no estado. 

Foram ouvidos prefeitos de cidades que têm leitos de UTIs públicas, para apresentar propostas e avaliar a possibilidade de transferência de pacientes graves entre municípios.

A nova medida será implementada pelo governo após os prefeitos responderem a uma enquete se são favoráveis ou não à nova medida. 

Assim que a votação alcançar votos positivos da metade e mais um prefeito, o governo tomará a decisão por meio de decreto. 

Até às 15h50 desta segunda, o governador informou que 50 prefeitos já votaram e 97% deles são favoráveis.

A principal preocupação apresentada por prefeitos é a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais municipais e estaduais. Os prefeitos de Itumbiara, Porangatu, Jataí, Luziânia e Formosa informaram que todos os leitos estão ocupados.

Anápolis, Rio Verde, Aparecida de Goiânia e Goiânia têm vagas de UTI para receber pacientes graves de Covid-19 dos municípios com superlotação, que, segundo o governador, pode ser estudada uma forma de transferência dessas pessoas para as vagas disponíveis.

O prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto, aproveitou o momento para solicitar instalação de novos leitos na cidade pela Secretaria Estadual de Saúde.

Para o governador Ronaldo Caiado, a crescente taxa de ocupação na rede hospitalar pública pode se agravar sem a adoção de medidas restritivas.

"Minha visão médica é que podemos, amanhã, estar numa situação crítica", pontuou o governador.

O presidente da Federação do Comércio de Goiás (Fecomércio), Marcelo Baiocchi, que representa os setores de bares e restaurantes, apoiou a medida, mas de forma momentânea.

"Podemos aumentar os leitos e ofertas de tratamento de Covid-19 e que possamos, na medida que a pandemia for diminuindo a intensidade, reduzir a lei seca para que os comércios voltem ao normal", avaliou Baiocchi.

Crescimento de casos positivos

A superintendente em Vigilância de Saúde do governo, Flúvia Amorim, apresentou um estudo da Universidade Federal de Goiás (UFG) que mostra que a segunda onda da Covid-19 chegou ao estado.

Para Amorim, o temor é que este momento seja pior que o primeiro, como tem sido vista em outros estados, apontando o exemplo do Amazonas, que entrou num colapso da rede pública de saúde.

O estudo separou 10 cidades goianas que apresentam grau elevado de transmissibilidade da doença. Flúvia Amorim explica que os municípios que tem taxa média de contágio acima de 1 ponto, está com a transmissão do vírus em estágio "acelerado". Então, cada caso positivo gera mais um. Veja abaixo:

Goiânia: 1.01

Aparecida de Goiânia: 1.52

Rio Verde: 1.75

Águas Lindas de Goiás: 1.54

Luziânia: 1.74

Valparaíso de Goiás: 1.76

Trindade: 1.83

Formosa: 1.27

Novo Gama: 1.75

Senador Canedo: 1.61

"Bar é o local de mais risco, porque as pessoas se aglomeram e retiram a máscara. Quando tem bebida alcoólica, a pessoa fica mais tempo no local. Essa seria medida a restritiva [lei seca] para evitar aglomerações", avaliou Amorim.

Fonte: G1

Caixão com corpo de morto por Covid-19 é achado em estrada entre São Desidério e Correntina (BA)


Um caixão que era transportado em um carro funerário caiu quando o veículo passava em uma estrada, que liga as cidades de Correntina e São Desidério, no oeste da Bahia.

O caso aconteceu no sábado (23). A prefeitura de Correntina informou que o motorista do carro funerário não percebeu a situação. 

O corpo foi encontrado por algumas pessoas que estavam no local. A população pegou o número de telefone da funerária, que estava em um papel preso no caixão, e ligou para o estabelecimento.

O corpo tinha identificação por nome, foto e uma etiqueta de identificação do Hospital Geral do Oeste, que fica em Barreiras, a cerca de 166 km de Correntina.

Segundo informações da prefeitura de Correntina, a identificação é de Misael Vieira da Silva. 

O corpo que estava vedado com um plástico tinha uma identificação sobre risco onde estava escrito "risco biológico classe III Covid-19". Apesar do aviso, não há confirmação se o homem morreu vítima de complicações do coronavírus.

De acordo com o órgão municipal, os funcionários da funerária acionaram a equipe que fazia o transporte, que voltaram ao local e pegaram o caixão.

Em nota, o Hospital Geral do Oeste confirmou que o corpo do paciente foi retirado da unidade de saúde e informou que questões como contratação de funerária encarregada de realizar o transporte do corpo, velório e sepultamento são de responsabilidade da família.

Fonte: G1

Covid mata Marcão Personal, preparador físico de famosos em Goiás



Marcos Leandro da Silva, de 46 anos, mais conhecido como Marcão Personal, morreu, na noite da última segunda-feira (25), após sofrer três paradas cardíacas. 

Apesar de não ter confirmações, a suspeita é que ele tenha sofrido complicações decorrentes da Covid-19.

Segundo familiares do personal, ele contraiu a doença recentemente e conseguiu se recuperar. 

Porém, na noite do último domingo (24), ele apresentou falta de ar e foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Flamboyant, que fica em Aparecida de Goiânia.

Marcão sofreu três paradas cardíacas: um às 20h, às 22h e a última a meia-noite, na qual não resistiu e morreu na unidade. Ainda não há informações sobre enterro e velório do profissional.

Nas redes sociais, Marcão dava dicas para conseguir o corpo malhado. 

Ele era muito requisitado por famosos como os sertanejos Gusttavo Lima, Eduardo Costa, Naiara Azevedo, João Bosco, da dupla com Vinícius, e Cauan, da dupla com Cleber. 

Além como Antônia Morais, filha de Glória Pires e do cantor goiano Orlando de Morais.

Empresa de turismo emite Nota sobre viagem a Ilhéus (BA)


Nota

Eu, proprietária da empresa de turismo, venho através desta retratar o que está circulando nas redes sociais sobre os casos de Covid-19 que está aumentando em Campos Belos (GO).

Primeiramente, a Covid está no Brasil todo. Não existe lugar que não tenha, a única maneira de se prevenir é usar a máscara.

A excursão para ilhéus não foi saída de Campos Belos.

Viajamos com 2 ônibus leitos com mais de 100 pessoas e essas pessoas nenhuma testaram positivo.

Não podemos afirmar onde essas 4 pessoas pegaram, porque é uma afirmação muito grave. 

Não foram feitas excursões para professores nenhum. As pessoas não podem afirmar o que não tem certeza. 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Excursão de professores e familiares a Ilhéus (BA) pode ter sido a fonte do elevado números de casos de Covid em Campos Belos (GO)


Uma viagem de excursão, feita por professores da rede municipal de Campos Belos (GO) à cidade de Ilhéus, no litoral sul da Bahia, pode ter sido a causa do aumento desenfreado dos casos de Covid-19 no município, que fica no nordeste do estado de Goiás.

A informação partiu de um servidor do município, que denunciou ao Blog e pediu o sigilo da fonte. 

Segundo esse profissional, dezenas de pessoas, entre professores e familiares, fizeram o passeio no final do ano passado.

"Não gostaria de identificar, mas o resultado desse aumento de casos, do dia para noite, foi consequência de uma excursão de Campos Belos para a praia e não vejo ninguém falando sobre isso. Foi realmente uma ação irresponsável e que pode ser a causa do boom de casos na nossa cidade", disse a fonte.

Ainda segundo a fonte, no ônibus de dois andares, pessoas que viajaram na parte superior se contaminaram, inclusive um policial militar aposentado. 

O homem precisou ser levado às pressas para internação fora de Campos Belos devido ao alto comprometimento dos pulmões pela Covid-19. 

Procurada para comentar sobre o caso, a representante do Sintego na região (Sindicatos dos Trabalhadores na Educação de Goiás), Leiva Márcia Almeida, disse que não poderia emitir opinião sobre o livre arbítrio ou a responsabilidade individual de cada professor.

Mas fez questão de ressaltar que a posição do Sintego, em relação à Covid, é que os professores só poderão voltar às salas de aula quando tiver segurança do não contágio, ao menos com a repercussão da eficácias das vacinas. Essa é uma posição inflexível do Sintego.  

Não foram apenas professores e familiares que viajaram às praias nos últimos dias. 

As redes sociais estão repletas de imagens que mostram pessoas da região em seus passeios de férias como se nenhuma epidemia grave e letal estivesse acometendo o país. 

Para além de colocar em risco a sua própria saúde e sua vida, os viajantes assumem o papel de transmissores do vírus e elevam as chances, principalmente dos idosos e pessoas de alto risco, que ficaram em casa, de serem contaminadas e morrerem em razão disso. 

O Boletim de hoje do município, por exemplo, já apresentou nova alta de casos.

Agora são 26 pacientes contaminados, com mais 39 pessoas isoladas, suspeitas de estarem com a Covid. Cinco pacientes estão internados em razão da grave doença.   

Campos Belos, Posse e Alto Paraíso estão entre as cidades violentas de Goiás; Caiado diz que homicídio caiu quase 10%


Os indicadores de criminalidade de 2020 em Goiás, apresentados pelo governador Ronaldo Caiado e pelo titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda, nesta segunda-feira (25/01), mostram que em 68 municípios goianos não foi registrado nenhum caso de homicídio. 

Já em outros 16, não há ocorrência de crime violento.  Posse, Campos Belos e Alto Paraíso estão entre as cidade que registrou violência contra a vida em 2020. 

Os números são do Observatório de Segurança Pública da SSP. “Esses índices não são fáceis de serem obtidos”, disse Caiado, ao relembrar que “Goiás tinha se transformado na Disneylândia dos bandidos” em gestões anteriores.

O governador afirmou que a segurança pública no Estado é referência nacional. Ele citou, por exemplo, a redução histórica de 10,4% em todos os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), alcançada no ano passado em comparação com os números de 2019. 

A taxa reúne as ocorrências de homicídios (-9,39%), latrocínios (-22%) e lesão corporal seguida de morte (-38,9%). 

A queda é a maior desde a criação do Observatório de Segurança Pública, em janeiro de 2011.

“Nossas polícias se ocuparam para que as ações conjuntas não se restringissem a prender ladrões. Elas fizeram aquilo que sempre digo: ou se faz o diagnóstico ou o tratamento é inócuo”, alegou Caiado. O governador reforçou que as questões que envolvem a criminalidade no Estado são resolvidas na raiz do problema.

Segundo o secretário Rodney Miranda, apesar da diminuição verificada, a meta da atual gestão é zerar os casos de crimes em todo o território goiano. 

“Vamos continuar com o trabalho nesse mesmo sentido. Desde o primeiro dia em Goiás, eu falei: não se comemora redução de crimes. Um dia, vamos comemorar o zero total”, garantiu.

Miranda também ressaltou que os números refletem a parceria existente entre Executivo, Ministério Público, Poder Judiciário, e as forças nacionais, como Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal. “Nós temos um inimigo comum, que se chama violência”, pontuou.

Produtividade

Durante os 12 meses de 2020, foram deflagradas 20,4 mil operações, o equivalente a 55 por dia; e realizadas mais de 25 mil prisões em flagrante e 1,3 milhão de abordagens policiais. 

As ações resultaram na apreensão de mais de 56 toneladas de drogas, uma média de 153 quilos a cada 24 horas. As forças de segurança ainda apreenderam 6,2 mil armas de fogo, cerca de 500 por mês. “Trabalhamos como nunca”, enfatizou o secretário.

Além do combate ostensivo à criminalidade, os policiais se destacaram pela agilidade em ocorrências de acidentes e desastres. Foram mais de 79,5 mil resgates e mais de 16 mil buscas e salvamentos realizados em 2020. Já o Serviço de Socorro Rápido com Moto (Garra), implantado na atual gestão do Governo de Goiás, efetuou mais de 450 atendimentos na Região Metropolitana de Goiânia.

A atuação das equipes tem ainda contribuído para romper o ciclo da impunidade. No ano passado, 60,34% dos inquéritos policiais instaurados tiveram a autoria definida. Além disso, foram emitidos 58.661 laudos de criminalística e concluídos 47.885 relacionados à medicina legal.

Lista dos municípios que não registraram ocorrência de homicídio doloso, homicídio tentado, latrocínio consumado e roubo consumado (2020):

Água Limpa; Amorinópolis; Anhanguera; Cachoeira de Goiás; Guarinos; Heitoraí; Ivolândia; Jaupaci; Lagoa Santa; Montividiu do Norte; Nova Aurora; Nova Iguaçu de Goiás; Palestina de Goiás; Santa Rita do Novo Destino; Santa Rosa de Goiás; São Patrício.

Lista dos municípios sem casos de homicídio (2020):

Água Limpa; Aloândia; Amorinópolis; Anhanguera; Aparecida do Rio Doce; Aporé; Aurilândia; Avelinópolis; Barro Alto; Buritinópolis; Cachoeira Alta; 

Cachoeira de Goiás; Campestre de Goiás, Castelândia; Cezarina; Córrego do Ouro; 

Damianópolis; Damolândia; Davinópolis; Divinópolis de Goiás; Estrela do Norte; Fazenda Nova; Formoso; Goiandira; Guaraíta; Guarinos; Heitoraí; Hidrolina; 

Ipiranga de Goiás; Israelândia; Itajá; Itauçu; Ivolândia; Jaupaci; Jesúpolis; Lagoa Santa; Mairipotaba; Mimoso de Goiás; Moiporá; Monte Alegre de Goiás; Montividiu do Norte; Morro Agudo de Goiás; Mossâmedes; Nova América; Nova Aurora; Nova Iguaçu de Goiás; 

Ouvidor; Palestina de Goiás; Palmelo; Panamá; Piranhas; Rubiataba; Sanclerlândia; Santa Cruz de Goiás; Santa Isabel; Santa Rita do Novo Destino; Santa Rosa de Goiás; Santo Antônio da Barra; 

São Domingos; São João da Paraúna; Serranópolis; Sítio D”Abadia; Três Ranchos; Trombas; Turvelândia; Uirapuru; Vicentinópolis; Vila Propício.

Fonte: Governo  

Regionais de Campos Belos (GO) e Posse (GO) recebem doses da vacina de Oxford


Chegaram a Goiás no início da tarde deste domingo (24) 65,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca do lote de 2 milhões de unidades importadas pelo governo brasileiro da Índia. 

O imunizante foi distribuído ainda neste domingo para todas as regionais de saúde do estado após o lote ser conferido pelo secretário de Saúde, Ismael Alexandrino. 

As regionais de Campos Belos e Posse o transporte receberam via avião, devido à distância da capital.

Por decisão do Ministério da Saúde, todas as doses serão destinadas a profissionais que atuam na área de saúde, em unidades públicas ou privadas. “De médicos a profissionais de limpeza”, conforme enfatizou o governador Ronaldo Caiado (DEM).

O chefe do Executivo goiano acompanhou no Complexo Regulador Estadual da Secretaria Estadual de Saúde (SES) o início da remessa das vacinas para o interior de Goiás. 

Em entrevista explicou que, embora aguardasse 140 mil doses, o Ministério da Saúde fez uma nova reformulação da estratégia do Plano Nacional de Imunização para que este lote de vacinas chegasse em primeiro lugar ao pessoal da saúde. 

Desta vez, em Goiás, idosos não serão atendidos porque essa prioridade ficará somente com Manaus (AM) onde a situação da pandemia de Covid-19 é ainda mais grave.

Informe técnico do MS e da SES publicado no site do órgão goiano mostra que a remessa de vacinas da Oxford/Astrazeneca é exclusivamente para vacinação de trabalhadores de saúde das instituições de saúde, seguindo a ordem de prioridade: 

1) – hospitais; 

2) Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergências (Siate); 

3) Unidades Básicas de Saúde (UBSs); 

4) Consultórios/Laboratórios. 

“Quanto aos hospitais, os primeiros que devem ser considerados são aqueles exclusivos e dedicados a atendimentos Covid-19. 

Na sequência, os hospitais gerais que não são dedicados e exclusivos aos casos de coronavírus”, diz a nota, ressaltando que a ordem de prioridade se aplica a hospitais públicos, filantrópicos e privados.

O governador lembrou que as 65.500 doses de vacinas da Oxford/AstraZeneca serão utilizadas em Goiás na totalidade porque a segunda dose será aplicada somente daqui a três meses. 

Ronaldo Caiado disse que recebeu garantia da Fiocruz, que vai fabricar o imunizante no Brasil, de que neste período insumos serão adquiridos na China e haverá tempo suficiente para a fabricação de novas doses. 

O intervalo para a aplicação da segunda dose da Coronavac é de 14 a 28 dias.

Fonte: Governo

Bebê morre após coice de cavalo, em Niquelândia (GO)


Um bebê de 1 ano e nove meses morreu após ser atingido por coice de um cavalo, na zona rural do povoado Vila Taveira Faz Tudo, em Niquelândia, no norte de Goiás. 

O Corpo de Bombeiros conseguiu prestar socorro à vítima e levá-la a uma unidade de saúde, mas ela morreu cerca de 30 minutos depois.

Tudo aconteceu no fim da manhã de domingo (24). O soldado Lucas Rocha participou do atendimento e contou que, segundo a família, o filho estava brincando próximo ao animal quando foi atingido com um coice. 

Como o neném era muito pequeno, ele chegou a ser arremessado pelo golpe do animal.

“Imediatamente os pais viram e vieram levando-o de carro em direção à cidade. Recebemos o chamado e fomos ao encontro deles. Como é uma fazenda na zona rural do povoado, foram cerca de 40 minutos até encontrarmos com a família na rodovia”, explicou.

No caminho até o Hospital Municipal Santa Efigênia, os bombeiros notaram que o paciente tinha sinais vitais, mas que estavam fracos. Ministraram oxigênio para ajudar na respiração e o imobilizaram.

“Chegando ao Hospital, caíram muito os sinais vitais dele. O médico chegou a entubar, mas cerca de 30 minutos depois ele faleceu”, completou.

Ainda de acordo com o soldado, como o golpe foi forte e a vítima ainda era muito frágil, a suspeita é que o coice tenha afetado muitos órgãos vitais, já que atingiu a vítima no tórax.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil para saber se o caso deve ser investigado e aguarda retorno.

Fonte: G1

domingo, 24 de janeiro de 2021

Péssima notícia: produção de imunizante contra a Covid-19 está parada no Instituto Butantan


Desde domingo (17), o Instituto Butantan não produz nenhuma dose de CoronaVac. 

Isso porque todo o insumo recebido da China já foi usado na fabricação da vacina contra a covid-19 e, agora, é preciso esperar uma nova remessa chegar.

Dimas Covas, presidente da entidade, diz que a previsão é que 5.400 litros do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) cheguem até o fim do mês. Outros 5.600 litros de matéria-prima são esperados até 10 de fevereiro. 

Esse volume de IFA permite produzir até 11 milhões de doses de CoronaVac.Covas explica que há quatro instâncias de órgãos estatais chineses responsáveis por dar o aval à liberação. 

Segundo ele, a autorização do envio da carga ao Brasil está na última delas. “A remessa está pronta e aguarda o trâmite burocrático”, comenta.

Das 5.994.576 doses produzidas pelo laboratório chinês Sinovac e aprovadas para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), 1.357.640 ficaram em São Paulo e 4.636.936 foram enviadas para outros Estados. 

Outras 4,8 milhões de unidades estão prontas e aguardam autorização da Anvisa para serem usadas.

Única opção de imunizante

No momento, a CoronaVac é a única vacina contra a covid-19 disponível no Brasil. Isso porque, na semana passada, a aquisição de 2 milhões de doses da fórmula desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford fracassou. Esse imunizante é produzido no Instituto Serum, da Índia. 

A Índia, que começou sua campanha de vacinação recentemente, optou por dar prioridade à imunização de sua população e colocou o Brasil na lista de espera pelo envio das unidades de vacina.

No momento, as doses disponíveis no Estado de São Paulo não são suficientes nem para vacinar os integrantes do segundo grupo programado para receber o imunizante – os idosos seriam atendidos logo após a população indígena e os profissionais de saúde.

Diante da falta de vacinas, o governo do Estado de São Paulo teve de suspender o cronograma inicial. Agora, ainda não há uma nova data para começar a imunização dos idosos.

Com informações do UOL

Ficaria muito feliz em ter você como seguidor; junte-se a nós. Somos mais de 15 mil mentes brilhantes

 


Gostaria de fazer um convite a você, que gosta de receber e ler as informações publicadas diariamente em nosso Blog.

Há uma maneira muito fácil de você receber instantaneamente todos os post publicados. 

Temos uma "Fan Page" no Facebook, que é alimentada assim que a informação é publicada no Blog. 

Quem é seguidor, imediatamente é notificado e recebe o link em suas mãos. 

Venha também ser nosso seguidor; já somos mais de 15 mil mentes.



Vídeo do Dia: em Arraias (TO), "mão na massa" envolveu até o prefeito Herman Gomes

 



sábado, 23 de janeiro de 2021

Compromisso público: vereador Rafael Miranda doa salário a entidade de recuperação social


O vereador Rafael Miranda, presidente da Câmara Municipal de Campos Belos (GO), nordeste do estado, comprometeu-se, na campanha eleitoral, a doar todo o  seu salário para instituições e ações da comunidade, durante o seu mandato no legislativo municipal.

Ele afirmou que, como empresário e produtor rural, veio-lhe como propósito entrar na vida pública com a grande missão de servir ao povo e destinar todos seus ordenados de parlamentar para a comunidades e entidades do município ou para alguma ação especifica de algum cidadão nossa comunidade em um momento de vulnerabilidade e necessária urgência.

Agora em janeiro, ele recebeu o seu primeiro salário como parlamentar, no valor de quase R$ 6 mil, e o doou à Clínica Valor da Vida, sediada em Anápolis (GO).

O vereador atendeu a um cidadão de Campos Belos, um jovem trabalhador, que estava internado nessa clinica de recuperação de Anápolis.  

O rapaz vinha sendo socorrido por membros da comunidade, saiu de lá recuperado, mas devendo quatro prestações. O jovem é neto de D. Maria de Jesus, conhecida por Maria Bocão.

"Uma senhora bastante conhecida em nossa cidade. Tomando conhecimento dessa situação, procurei a Clinica Valor da Vida, após as eleições, e negociei as parcelas que encontravam-se em atraso.

Dei até um valor maior que o salário de vereador, porém, após negociações, consegui convencer a Clínica a dar quitação pelo valor do salário integral", contou Rafael Miranda. 

Desta forma, segundo ele, o jovem pode dar continuidade ao seu tratamento, caso necessite futuramente.

"Além do mais, hoje o jovem está na cidade de Campos Belos (GO), reabilitado e já no mercado de trabalho. 

A ideia é mostrar bons exemplos da política para comunidade. Como Cidadão, sentir-me na necessidade de ajudar a minha comunidade, a minha cidade que já deu tanto para mim e para a minha família em anos da nossa história, não quero e nem preciso promover-me. 

Tomei essa decisão para que seja plantado um exemplo. A minha cidade concedeu-me condições para exercer a profissão de comerciante e na política eu posso contribuir para demonstrar o cumprimento dessa intenção e ação que se torna mais que uma promessa", disse.  

O parlamentar disse ainda que irá repassar, todo mês após o recebimento dos seus salários, um relatório de doações, inclusive deixando livre todos para uma auditoria externa para reforçar a transparência da ação.

"Todo o vereador faz isso, de alguma forma colabora, ajuda a comunidade, em diversas ações. A única diferença é que irei doar meu salário integral, e que manterei anotado tudo, com as cópias de cheques e recibos, para dar transparência ao meu ato." 



Pablo Geovanni refaz ponte sobre o Riachão; obra é esperada há anos



O novo prefeito de Campos Belos (GO), Pablo Geovanni (PDS), já reformou a ponte sobre o Rio Riachão.

A miserabilidade daquela obra de arte foi a cara da vergonha dos diversos prefeitos que passaram pelo município e a deixaram na desgraça, por anos a fio.

No dia 4 de janeiro passado, a ponte foi palco de uma tristeza. 

Cinco vacas nelores pastavam numa fazenda e tentaram fazer a travessia. Mas a madeira do local não suportou o peso dos animais e veio abaixo.

As vacas ficaram presas nos enormes buracos; duas delas ficaram literalmente dependuradas.

Uma de cabeça para baixo, presa apenas por uma das patas. A cena foi de cortar o coração.

Por pouco a mesma tragédia não ocorreu com humanos. 

A ponte sobre o rio Riachão, agora novinha em folha, fica na rodovia GO-498, uma estrada de chão, entre Pouso Alto, no município de Campos Belos e o Povoado Porteiras, em Divinópolis de Goiás, próxima da comunidade do Riacho de Areia.

ENEM ocorre amanhã; simule agora a sua nota


A TRIEduc está oferecendo para os candidatos ao Enem 2021 uma calculadora de nota no site Sua Nota do Enem

Na calculadora o aluno coloca como que ele preencheu o gabarito do ENEM 2020 e aí ela simula a nota. 

Para isto, a TRIEduc utiliza os microdados do ENEM de 2013 a 2019 e os extrapola para chegar a nota próxima da que o aluno terá quando saírem as notas do ENEM. No ENEM a nota é dada pelo caminho (constructo) e não pelo número de acertos.

Diego Camacho, Diretor de Dados da empresa, destaca que "com a TRI, a nota do aluno não representa um desempenho individual absoluto, mas sim a posição que ele ocupou na escala onde todos os demais participantes também são incluídos. 

Essas escalas são como uma reta numérica, em que os números representam posições. 

Para construi-las, a cada edição do Enem a dificuldade das questões é equalizada com a escala de proficiência padronizada do exame, o que faz com que os resultados possam ser comparáveis ano a ano, mesmo com a aplicação de provas diferentes em públicos distintos".

Mateus Prado, especialista em ENEM, destaca que "se a simuladora for bem feita, utilizando todos os parâmetros necessários, consegue-se chegar a um resultado agora bem parecido com o que o aluno vai ter quando sair a nota oficial do exame".

A TRIEduc diz que na edição anterior do ENEM, de 2019, a calculadora teve erro médio de somente 17 pontos (para mais ou para menos).

Repercutiu no G1: Idoso de 83 anos precisa de vaga em UTI após sofrer AVC, em Campos Belos


O Portal da Globo, o G1, repercutiu a notícia publicada neste Blog, nesta semana.

Segundo o site, o aposentado Francisco Dimas da Silva, de 83 anos, aguarda por uma vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde sábado (16), segundo a família. Morador de Campos Belos, na região nordeste de Goiás, o idoso sofre de enfisema pulmonar e teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) há 15 dias, conforme informou a família.

O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Campos Belos, por telefone e e-mail, às 19h e as 19h37 desta terça-feira (19), mas não recebeu retorno até a última atualização desta reportagem sobre a situação do paciente.

Exército autoriza Clube de Tiro de Campos Belos (GO); primeiro curso já tem inscrições abertas



O Exército Brasileiro autorizou e homologou o funcionamento do Clube de Tiro de Campos Belos (GO) - CT CB. 

A sede da entidade foi montada na Rodovia GO-118, no setor Novo Horizonte, próximo ao Posto Asa Branca. 

A associação tem hoje como presidente o empresário Hudson Moreira Cruz e pode funcionar à partir do próximo dia 29 de janeiro.

O Clube de Tiro informou que está filiando e inscrevendo associados.

Os associados poderão, principalmente, participar de cursos de tiro para a concessão de Certificado de Registro para pessoa física para realizar atividades de colecionamento de armas de fogo, Tiro Desportivo e Caça, chamados de CACS.

O primeiro curso de tiro do CTCB está previsto para ocorrer nos dias 27 e 28 de fevereiro. Mais informações e inscrições pelo telefone whatsapp (62) 62 99955-3329. 

A administração é de Claudio Negão.

Real Expresso já está com terminal no aeroporto de Brasília




A Real Expresso já está com terminal em funcionamento no aeroporto Internacional de Brasília.

A agência, da Real Expresso e Rápido Federal, pertencentes ao Grupo Guanabara, principal empresa de transportes rodoviários do país. 

A loja está instalada na Praça Pick Up um complexo de mobilidade construído ao ar livre, em frente ao terminal aéreo.

Inicialmente a agência realizará apenas vendas de passagens de ônibus interestadual, o primeiro serviço do tipo no país a ser inaugurado em um aeroporto. 

Os interessados poderão adquirir passagens para todos os destinos que são atendidos pela Real Express e Rápido Federal, mas o embarque e desembarque serão feitos pela Rodoviária do Plano Piloto. 

Ainda neste semestre, a empresa lançará as operações diretas pelo Aeroporto de Brasília e o ônibus da Rápido Federal começará a embarcar e desembarcar usuários com destino a Goiânia (GO), Anápolis (GO), Campos Belos (GO, Alto Paraíso (GO), Dianópolis (TO), Arraias (TO) e outras conexões para a região Nordeste do país.

O Aeroporto de Brasília é o principal hub aéreo do país, ou seja, que mais recebe passageiros em conexão para outras cidades. 

A Rápido Federal será mais uma alternativa de transporte para os usuários do terminal brasiliense que poderão optar por uma viagem multimodal, ou seja, utilizando diversos meios de transporte para se deslocar até os seus destinos, sem sair do terminal aéreo.

Para Ian Joels, diretor comercial da Inframerica, o serviço complementará a operação aérea do Aeroporto de Brasília.

“Ter no terminal brasiliense a agência da Real Expresso e a Rápido Federal conecta ainda mais o nosso aeroporto. 

Esta é uma oportunidade de acesso para cidades nas proximidades de Brasília que não possuem um aeroporto, ou a capilaridade de voos pelo terminal aéreo dessas regiões não é tão diversificada. Desta forma, estamos oferecendo mais alternativas para aqueles que precisam se deslocar de um ponto a outro do país”, diz.

A agência funcionará diariamente de 7h às 19h na Praça Pick-Up. Este horário poderá ser alterado quando as operações dos ônibus iniciarem no local.

As passagens custam a partir de R$ 59 e os usuários poderão optar por ônibus categoria executivo, leito, semi-leito e cama, todos de dois andares e com sistema de renovação de 99,9% do ar no interior do veículo. 

Os veículos também serão desinfetados antes e depois de cada viagem. Todos os protocolos de prevenção à Covid-19 adotados pela empresa estão sendo frequentemente fiscalizados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Goiás vai receber mais 140 mil doses da vacina contra a Covid. Agora de origem da Índia, feita pela AstraZeneca-Oxford



O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta sexta-feira (22/01), mais 140 mil doses de vacina contra a Covid-19. 

Os imunizantes integram a remessa de 2 milhões da AstraZeneca, produzida na Índia e importada pelo Brasil, e que deve chegar ao país no fim da tarde de hoje.

Deste quantitativo, será feita uma reserva técnica de 5%, destinada a Estados cujas estruturas de saúde estejam colapsadas, como o Amazonas. A medida foi acertada entre os governadores. Assim, Goiás terá acesso a 132,5 mil doses.

O anúncio do governador foi feito durante inauguração do primeiro Ipasgo Clínicas especializado em saúde mental do Estado, que contou com a presença da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Grupo de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado. Caiado também publicou a novidade em seu perfil no Twitter. 

 “Ontem falei com a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e ela garantiu que deverá chegar a carga de 2 milhões da vacina Astrazeneca/Oxford, vinda da Índia ao Brasil”, afirmou.

Segundo Caiado, o imunizante será submetido a análise pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e depois será distribuído aos Estados. 

O plano de vacinação do governo federal estabelece o encaminhamento de 7% das doses nacionais para Goiás, o que totaliza um volume de 140 mil desta nova remessa. A expectativa é de que elas cheguem até a próxima segunda-feira (25/01), apontou o governador. 

A AstraZeneca ainda será destinada à cobertura dos grupos considerados prioritários.

Ao falar sobre a ordem de vacinação, Caiado foi contundente e disse que as regras devem ser rigorosamente respeitadas, sob pena de imputação de responsabilidades a quem infringir o plano nacional, por parte das instituições responsáveis, quais seja, o Ministério Público e o Poder Judiciário. 

“Não vamos admitir de maneira nenhuma ‘fura filas’. Todo mundo quer ser vacinado, mas temos que respeitar regras”, alertou. 

O primeiro grupo, conforme definido pelo Ministério da Saúde, é formado por idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência; profissionais da área da saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19; e indígenas aldeados.

Como não vai ser possível cobrir completamente essa população prioritária com as doses da Coronavac e da AstraZeneca, Caiado voltou a pedir que a população não se descuide das medidas de segurança sanitárias.


Fonte: Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás

Alerta: Lacen-GO vai analisar amostra de paciente de Niquelândia (GO) que pode ter infecção por nova cepa do coronavírus



O Laboratório de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) vai analisar uma amostra de um paciente que chegou a Niquelândia, vindo de Manaus, infectado pelo coronavírus. Há a suspeita de que ele possa ser portador da nova cepa, oriunda do Amazonas.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) informou que uma nova amostra de teste RT-PCR será coletada e enviada ao Lacen-GO para análise. 

Caso tenha os critérios necessários, a amostra será enviada ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, para que seja feito o sequenciamento genético.

O paciente está internado em um leito de enfermaria no Hospital de Campanha de Goiânia desde quinta-feira (21). 

O estado de saúde dele é considerado estável. O homem respira espontaneamente e sem desconforto.

Na unidade, ele passou por exames de imagem e laboratoriais. A SES-GO afirmou que ainda não é possível saber se a infecção é pela cepa amazonense do Sars-CoV-2.

Fonte: Diário de Goiás

Município de Cavalcante (GO) reclama da escassez de vacinas contra a Covid-19



A administração de Cavalcante, município localizado no Nordeste goiano, uma das regiões mais carentes do Estado, tenta encontrar meios para enfrentar os efeitos da pandemia do coronavírus no município. 

Com cerca de 10 mil habitantes, a localidade recebeu 90 doses da vacina contra a Covid-19, insuficientes para atender nesta primeira etapa os 177 trabalhadores da saúde.

Até agora, são 73 casos e 2 mortes pela doença confirmados. Com pouca infraestrutura, Cavalcante, ao norte da Chapada dos Veadeiros, recebe milhares de turistas todos os anos.

No ano passado, agentes de endemias foram deslocados para a barreira sanitária na principal rodovia de acesso ao município, a GO-241. O resultado foi o crescimento vertiginoso de casos de leishmaniose tegumentar, doença provocada por um protozoário que ocasiona feridas difíceis de cicatrizar. 

A Secretaria de Saúde do município montou uma força-tarefa para cuidar dos casos diagnosticados e fazer a prevenção. Em 2019 foram registrados pela pasta 16 casos de leishmaniose tegumentar, já em 2021 foram 41.

Secretária de Saúde de Cavalcante, Gessélia Batista disse que a barreira sanitária foi desativada. Os agentes comunitários de endemias estão em campo tentando identificar casos de leishmaniose tegumentar e veterinários cuidam de animais domésticos. 

A doença, conhecida como “ferida brava”, é transmitida por insetos do gênero Lutzomyia, os conhecidos mosquitos-palha. 

Eles se contaminam após picar pessoas ou animais portadores da doença, principalmente cães, gatos e ratos. Para Gessélia, a falta de veículos da pasta para realizar ações efetivas na zona rural contribuiu para aumentar os casos.

Vacinas

Sobre as vacinas contra a Covid-19, houve uma grande decepção com a chegada do primeiro lote ao município. “Havia uma grande expectativa porque a situação da saúde no município é muito complicada. Não temos estrutura nem para buscar casos mais graves na zona rural. 

Nossos respiradores são portáteis e não há Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).” A única unidade hospitalar da cidade funciona sem alvará sanitário. Casos até mesmo de parto são encaminhados para Goiânia, a 500 quilômetros de distância, ou Planaltina, no Distrito Federal.

Mesmo com orçamento apertado, a nova gestão de Cavalcante, agora comandada por Valmir Souza Costa, o Vilmar Kalunga, ex-presidente da Associação Quilombola Kalunga, tenta estruturar a Patrulha da Covid para fiscalizar estabelecimentos comerciais que têm relaxado com protocolos sanitários. 

Esta semana houve uma reunião, com a participação do representante do Ministério Público, para discutir o assunto.

O município tem em seu território quatro quilombos, compondo grande parte do contingente populacional. Pelo plano de vacinação do governo estadual, mais de 20 mil pessoas integram as comunidades tradicionais quilombola que estão em sétimo lugar na lista de prioritários para receber a vacina.

Em Cavalcante, o acesso às cachoeiras que atraem turistas de todo o mundo está fechado desde março de 2020. Adriano Paulino, presidente da Associação Kalunga do Engenho, onde está a principal delas, de Santa Bárbara, conta que o anúncio da chegada da vacina animou sua comunidade. 

“Estamos vivendo de auxílios e da agricultura familiar. Cerca de 70% da nossa economia está baseada no turismo. Pensávamos em reabrir nossas atrações quando a vacina chegasse, mas não esperávamos que fosse nessa quantidade.”

Embora esteja em andamento a preparação de um plano de reabertura das cachoeiras para março, Adriano Paulino não está seguro de que isso irá ocorrer, mesmo que os 720 membros da comunidade sejam imunizados.

“Não adianta nos proteger e os visitantes não. Haveria um foco de contaminação porque vem gente de todo lugar. Não adianta priorizar somente a economia”, diz. Todo o Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga conta com aproximadamente 8 mil pessoas.

Para a regional de saúde Nordeste 1 foram enviadas 440 doses destinadas prioritariamente aos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à Covid-19. 

Campos Belos, o município-polo, recebeu 198. 

As demais foram para Cavalcante (90), Divinópolis de Goiás (70), Monte Alegre de Goiás (50) e Teresina de Goiás (40).

Vacinação irá alcançar 281 indígenas e começará nesta quinta-feira (21)

Nesta primeira etapa da vacinação contra o coronavírus (Sars-CoV-2) em Goiás, 281 pessoas que moram em aldeias indígenas serão imunizadas. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), o processo de vacinação neste grupo irá começar nesta quinta-feira (21).

A pasta explicou, em nota, que a organização para vacinação compreende uma atuação conjunta com profissionais do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Araguaia e que eles estão sendo deslocados até as comunidades indígenas para dar assistência no início a imunização dessas pessoas.

Dessa forma, ao todo, serão 562 doses desse primeiro lote de vacinas destinadas para esse grupo. 

Neste primeiro momento, apenas indígenas aldeados irão receber a vacina e não precisarão se deslocar até a cidade para serem imunizados, sendo que os profissionais de saúde irão até as comunidades para realizar o procedimento.

Receberão as vacinas os indígenas em moram na Aldeia Avá Canoeiros, em Minaçu; Aldeias Iny / Karajás, Bdé Buré e Buridina, em Aruanã, e os que estão na Terra Indígena Tapuios e Aldeia Carretão, nos municípios de Nova América e Rubiataba.

O titular da secretaria municipal de Saúde de Aruanã, Paulo da Silva, explica que diversos profissionais de saúde da cidade já foram imunizados e estão esperando apenas a chegada dos servidores do DSEI do Araguaia para dar início a imunização dos indígenas. “Esperamos fazer esse trabalho nesta quinta, no máximo até nesta sexta-feira (20)”, diz.

Fonte e texto: O Popular