segunda-feira, 23 de março de 2020

Pesquisa eleitoral diz que Ninha seria o novo prefeito de Campos Belos (GO), com 53,5% dos votos, se as eleições fossem hoje


Uma pesquisa eleitoral, produzida pelo Instituto Skala, afirma que na corrida eleitoral para assumir a cadeira de prefeito de Campos Belos, nordeste de Goiás, o ex-prefeito Aurolino José dos Santos (Ninha) lidera com razoável folga e seria o novo prefeito da cidade, se as eleições fossem hoje.

De acordo com os dados do Instituto Skala, na intenção de votos estimulado, Ninha está na frente com 53,5% dos votos válidos.

Em sua cola, porém muito longe, está o atual prefeito Eduardo Terra, com 11,3%.

Na terceira posição vem o delegado de Manaus (AM) Pablo Giovanni, com 9,3%. 


Wesley do Sindicato aparece na quarta posição com 4,3% das intenções de votos, seguido por Marcus Vinicius, com 0,5%.

14,1% declararam não saber em quem votar e 7% disseram que não vão votar em nenhum dos candidatos.

O assessor parlamentar Leandro Fox não aparece na pesquisa do Instituto Skala. 


Todos os nomes acima citados já declararam que pré-candidatos a prefeito nas eleições do próximo mês de outubro, se houver, com a questão da crise advinda da pandemia do coronavírus.

A pesquisa foi registrada no TRE de Goiás, com o número 03184/2020, com margem de erro de 3,5% para mais ou para menos.

Foram entrevistados 400 eleitores em todos os bairros da cidade, nos dias 18 e 19 de março de 2020. De acordo com o Instituto Skala, o nível de confiança da pesquisa é de 95%. 


O Instituto Skala é uma empresa do Tocantins, situado na Quadra 106 Sul Avenida Juscelino Kubitschek, S/N - Lote 19 Sala 04 05 Edif Santana E Borges - Plano Diretor Sul - CEP 77020-040 - Palmas/TO -  telefone para contato:
(63) 3215-0857.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.