sexta-feira, 13 de março de 2020

Durante enchente em Campos Belos, homem se joga de carro ilhado e é salvo por cidadão



Por Jefferson Victor,

As fortes chuvas que caíram na cidade de Campos Belos na tarde do desta terça (10), provocaram muito prejuízo material, tanto para o município, quanto a particulares que tiveram perdas significativas.

As residências que margeiam córregos, pontes e bueiros sofreram danos em suas estruturas, e a prefeitura terá muito trabalho para recuperar tudo aquilo que a chuva danificou.

Conforme foi mostrado pela grande mídia, policiais quase foram atingidos pelo desmoronamento de uma residência na qual faziam uma operação de salvamento de pessoas ilhadas.

Um outro fato inusitado foi um veículo que ficou em meio a uma forte inundação em um bueiro na Go 118, na altura do lava jato quatro irmãos, próximo à rodoviária.

Os vídeos que circulam nas redes sociais mostram uma caminhonete parada bem próxima a uma grande cratera, e uma enchente volumosa e com uma correnteza significativa.

Conforme mostra o vídeo, o homem sai do veículo e fica sobre o teto em busca de socorro, mas diante da inexistência de ajuda naquele momento, se jogou na água e nadou desesperadamente contra a correnteza, já que estava a cerca de um metro do precipício.

Diante daquele cenário, os presentes imaginaram que ele estaria perdido, e não houve ajuda de imediato.

Nesse momento, surge uma caminhonete preta, e dela sai um cidadão que amarra uma corda na cintura e a outra ponta em seu carro para ter certeza que se algo desse errado, não seria arrastado pela correnteza.

Esse ato de bravura foi praticado por Junior Gaúcho, filho de dona Fia do Restaurante Vitória, colocou nem risco sua vida para salvar outra.

Em seguida guinchou o carro envolvido no episódio colocando em um lugar seguro.

Segundo informações que circulam pela cidade, o rapaz subestimou a força da água e tentou atravessar para outro lado, algo que não foi recomendado pelas pessoas presentes na localidade, e que ao entrar o carro apagou em um local muito crítico, gerando todo esse susto.

Há quem diga que ele ficou apavorado em imaginar que sua ferramenta de trabalho, o carro, seria levados pelas águas e que ele teria se desesperado diante do quadro, já que não havia uma equipe preparada para o salvamento.

A essa altura, não importa o porquê, se foi imprudência, imperícia ou qualquer outro fator, o que se leva em conta é que existia uma pessoa correndo perigo de morte e que independentemente da sua decisão teria que ser salvo de qualquer jeito.

Agora deve-se enaltecer a atitude do Junior Gaúcho, que sozinho entrou de roupa e tudo naquela correnteza, e seu único objetivo era salvar aquele cidadão em perigo.

A chuva de ontem(10), foi mais um fato que demonstra o quanto se necessita de uma guarnição do Corpo de Bombeiros em Campos Belos, se estivessem aqui certamente teriam intercedido salvando o rapaz ilhado, com a aplicação da técnica de salvamento.

E também não teriam colocado em risco a vida dos bravos policiais, que correram risco de morrer para salvar as pessoas isoladas necessitando de ajuda e que por pouco não se acidentaram com o desabamento da residência.

As decisões políticas e governamentais devem ser abreviadas, não se pode conviver com tanta burocracia enquanto cidadãos se expõem ao perigo constantemente.

Um comentário:

  1. Parabéns meu irmão vc sempre pronto PR ajuda da pessoas te admiro muito pq tem um coração enorme te amo.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.