domingo, 8 de março de 2020

AGU vai processar promotor que ofendeu Bolsonaro. Brondi, que já atuou na promotoria de Campos Belos (GO), chamou o presidente de cafajeste



O advogado-geral da União André Mendonça usou o Twitter para informar que vai abrir um inquérito contra o procurador da 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Jataí, em Goiás, Paulo de Tharso Brondi de Paula Rodrigues.

Paulo Brondi atuou como promotor de justiça em Campos Belos, no nordeste goiano, entre 2013 e 2015.

Em um texto que viralizou na internet, Paulo Brondi se refere ao presidente Jair Bolsonaro como cafajeste.

"Cafajestes são também seus filhos, decrépitos e ignorantes. Cafajeste é também a maioria que o rodeia.

Porém, não é só. E algo que se constata é pior. Fossem esses os únicos cafajestes, o problema seria menor.

Mas, quantos outros cafajestes não há neste país que veem em Bolsonaro sua imagem e semelhança?

Aquele tio idiota do churrasco, aquele vizinho pilantra, o amigo moralista e picareta, o companheiro de trabalho sem-vergonha…

Bolsonaro, e não era segredo pra ninguém, reflete à perfeição aquele lado mequetrefe da sociedade.

Sua eleição tirou do armário as criaturas mais escrotas, habitués do esgoto, que comumente rastejam às ocultas, longe dos olhos das gentes.

Bolsonaro não é o criador, é tão apenas a criatura dessa escrotidão, que hoje representa não pela força, não pelo golpe, mas, pasmem, pelo voto direto.?", disse o texto do promotor.


Em resposta, Mendonça disse que tal atitude por parte de Paulo Brondi é inadmissível, principalmente por se tratar de um membro de instituição séria como o Ministério Público. 

A AGU vai entrar com um processo junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Leia a íntegra do texto feito pelo promotor

Fonte: Pleno.news

Um comentário:

  1. Lamentável.
    Vindo de um defensor dos direitos, que deveria lutar pela ordem e pela paz, neste ato provoca e excita um povo dividido.
    Mais lamentável ainda é quem apoia esse tipo de crítica sem provas, baseado num discurso que esbanja uma retórica de ódio que não difere da propria acusação falaciosa de que o outro é pior.
    Vejo nesse discurso de ódio e ressentimento por uma derrota democrática não só o pensamento e atitude desequilibrada de um defensor da ordem e do respeito mútuo, vejo os aplausos de uma manada de porcos chafurdados na lama da corrupção criticando um João de Barro por sujar o bico enquanto constroe sua casa.
    Vocês que apoiam ate hoje o Petismo Vírus deveriam ser os ultimos a terem coragem de criticar alguém.
    Deveriam ter vergonha de todo escândalo que envolveu os anos de gestão extremamente corrupta.
    Para os que ainda tem vergonha, se dignem ao silêncio a menos que gostem de estarem entre a manada.
    Na bíblia um texto fala sobre o cisco no olho de um contra um galho no olho do outro, quem tem um galho ainda tem coragem de criticar quem tem um cisco?

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.