segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Unidos da Retroescavadeira e a crônica de Andra Ribeiro



No Carnaval, as pessoas levam a sério essa parada de usar máscaras, né? A máscara da felicidade.

É uma felicidade que não se explica. É como se o mundo se resumisse num bloco, numa marchinha, numa fantasia, numa coreografia...

No Carnaval, parece que ninguém tem conta pra pagar. Porque o povo não faz contas ( nem de dinheiro e nem de nada). 

Depois da terceira cerveja, todos ficam ricos, cordiais e parceiros. Acho que eu perdi as contas da quantidade de bebidas que me ofereceram. É algo incrível!

E eu fico lá, no meio do povo, me perguntando: Que coisa louca é isso aqui, meu Deus! Que povo feliz e amigo! Que Brasil lindo a gente tem. 

Como é que faz pra essa galera toda não voltar com aquela cara feia e triste na quinta-feira?

Por Andra Ribeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.