quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Trágico acidente consterna o nordeste de Goiás. Carreta atropela e mata duas crianças em Divinópolis


Pai, irmãos e as vítimas 
A cidade de Divinópolis de Goiás, assim como todo o nordeste do estado, está muitíssimo consternada e triste com um gravíssimo acidente, que acabou matando duas crianças da comunidade, na manhã desta quarta-feira (5).

Cenas horrorosas do acidente fatal já circulam em grupos fechados de redes sociais.  

Segundo as primeiras informações, os dois irmãos, um de 9 e o outro de 12 anos, estavam brincando de bicicleta na rodovia GO-110, entrada da cidade, quando foram atropeladas por uma carreta carregada de calcário. 

O veículo pertence a uma empresa situada na própria cidade e transportava o minério para uma fazenda situada no estado da Bahia.

Ainda são precárias as informações sobre como ocorreu o acidente, que já está sendo apurado 
pela Polícia Civil.

Mas testemunhas chegaram a dizer que as crianças estavam brincando na pista, quando perderam o controle da bicicleta e acabaram entrando debaixo da carreta.

As mortes foram instantâneas. Um deles teve a cabeça esmagada pelos pneus da carreta. 

Uma terceira criança, também irmão, estava brincado no local, mas felizmente não foi atingindo pela tragédia. 

A bicicletinha dele ficou intacta no meio da rua. 

Ainda segundo as testemunhas, o motorista da carreta teria fugido do local, mas foi localizado pela polícia logo depois e já prestou depoimento sobre as circunstâncias dos dois homicídios. 

Uma ambulância da comunidade foi acionada, mas quando chegou no local, já não se podia fazer mais nada.

A Polícia Militar e a Polícia Civil estão no local do acidente e aguardam a chegada do IML para a remoção dos corpos.

Denúncia, dor e sofrimento 

Mesmo após receber a notícia desta terrível tragédia, a família das crianças está com dores e sofrimentos potencializados. 

Tudo porque o acidente ocorreu pela manhã, já passa das 14h e os corpinhos dos meninos estão ainda no local, espalhados na pista, sob o forte sol, à espera dos peritos do IML. 

A mãe, transtornada, não conseguiu chegar próximo dos corpos. 

Agora, sofre com a demora do Estado em fazer um serviço tão básico, necessário e urgente. 

Em Nota, enviada a este Blog e publicada em 7 de fevereiro, a Superintendência de Polícia Técnico-Científica da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) informou que as equipes de Perícia Criminal e de Medicina Legal foram acionadas às 10h35 e às 12h07 estava no local, distante 150 km da base da Polícia Técnico-Científica (em Posse), realizando o trabalho. 

"Sendo que às 13h36, os trabalhos no local já estavam encerrados, com encaminhamento das vítimas fatais à unidade de Medicina Legal de Posse, onde chegaram por volta das 15h20, com liberação dos corpos à família exatamente às 17h45."

Com informações de Antônio Carlos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.