quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Outro incêndio de grandes proporções volta a mobilizar a comunidade de Campos Belos (GO). Corpo de Bombeiros, só a 400 km







Passava das 21h30 desta quarta-feira (5), quando imagens de um incêndio, de grandes proporções, voltou a mobilizar a comunidade de Campos Belos, no nordeste de Goiás.

Há pouco menos de um mês, centenas de pessoas se uniram para apagar um grande fogaréu e salvar os bens da Theo Decorações, outro importante empreendimento da cidade, localizado bem no centro da Urbe.

Hoje (5), o fogo atingiu uma residência que fica nos fundos de duas das grandes lojas de Campos Belos, as lojas Morentas e a Tend Tudo. Minutos depois, o fogo chegou às Morentas.

Ambas estão localizadas na Rua do Comércio, bem ao lado da "ponte de Zé Cândido". 


O esvaziamento da loja, segundo quem está no local, se deu com as Lojas Morentas.

As chamas eram tão altas que foram filmadas a quilômetros. 

Foram arrastadas, de dentro para fora das lojas, e postos na rua todo tipo de eletrodoméstico, entre mesas, sofás e uma infinidade de bens. 

As primeiras informações é que não há feridos. Mas o fogo está fora de controle. Não há carros pipas e as pessoas estão usando baldes na tentativa de apagar as chamas.

Ainda não se pode dimensionar os prejuízos materiais. Há pouco voltou a chover em Campos Belos, o que ajudou a debelar as chamas nas partes externas. 

Mas quem está no local diz que dentro do estabelecimento o fogo é intenso. 

Civilidade 

Novamente, um show de civilidade, educação e muita solidariedade foi demonstrado pelas "pessoas comuns do povo", que saíram de suas casas, na hora do descanso noturno, e se dirigiram para o local na intenção de debelar as chamas e salvar os centenas de itens, na maiorias deles produtos à venda.


Diferentemente de outro locais do Brasil, onde se vê, neste tipo de sinistro, são saqueadores e aproveitadores, em Campos Belos, a civilidade dá o tom da educação de sua gente.

Ao contrário das responsabilidades governamentais, que está a anos luz dessa civilidade.

Desde muito tempo (cerca de 10 anos) que se pede um quartel de Corpo de Bombeiros para a cidade. 


O mais próximo, acreditem, está a 400 km, na cidade de Posse ou Formosa. 

Os gestores da segurança pública no estado de Goiás, entre eles a cúpula da segurança pública e o próprio governador Ronaldo Caiado, devem estar esperando é que ocorra uma tragédia.

Só com dezenas de mortos para que tomem as providências necessárias para a instalação de uma unidade militar contra incêndios neste rincão de Goiás, que leva bem a alcunha de "corredor da miséria". 










5 comentários:

  1. PARABÉNS, à comunidade, tão solidária!
    Que vergonha, pro poder publico������

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS, à comunidade tão solidária!
    Vergonha do poder público, neste Estado ..😥😥😥

    ResponderExcluir
  3. Inclusive, no local tinha uma picape do corpo de bombeiros. Talvez vendo de perto a real necessidade, possam tomar alguma providência.

    ResponderExcluir
  4. Não é tão diferente de outros lugares no Brasil não... Pois há vídeos circulando na internet de pessoas saqueando ao invés de ajudar. A realidade é que em todo lugar existem todo tipo de pessoas sim. #MuitoTristeTudoIsso

    ResponderExcluir
  5. Muito lamentável saber q temos a capacidade d ter um corpo d bombeiros, mais quem tem o poder nao faz nada p ajudar a comunidade.pelo o contrário faz é se negar a ajudar. Muita sorte aos proprietários q possa se erguer o mais rapido possível é aos q ajudaram sem aumenos saber quem e o dono,meus parabéns. pq Jesus disse fazer o bem sem olhar a quem.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.