sábado, 8 de fevereiro de 2020

Jornalista lança livro sobre Bolsonaro, em Brasília, no próximo dia 11



Na próxima terça, dia 11/02, às 20h, a jornalista Thaís Oyama lança o livro "Tormenta - O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos", em Brasília. 

A sessão de autógrafos acontece no Carpe Diem, no endereço 104 Sul, Bloco D - Loja 1. 

Confira abaixo mais informações sobre o livro.

De uma das eleições presidenciais mais polarizadas da história republicana, sai vitorioso Jair Messias Bolsonaro, ex-capitão do Exército que chegou a defender publicamente a tortura, autor de não mais que dois projetos de lei aprovados ao longo de 27 anos de mandato como deputado e merecedor de apenas três dos 512 votos de seus pares na última vez que tentou se eleger presidente da Casa, em 2017.

A partir de um rigoroso trabalho de reportagem, Tormenta revela como opera o governo do 38º presidente da República, que forças se digladiam entre as paredes do Palácio do Planalto e de que forma as crenças e os temores — reais e imaginários — de Bolsonaro e de seus filhos influenciam os rumos do país. 

O livro traz detalhes surpreendentes sobre a crise interna de seu mandato, revelando segredos dos generais que o cercam no Palácio, intrigas que corroem o primeiro escalão do poder e bastidores que não chegaram aos jornais.

Mais do que mostrar as peculiaridades e a dinâmica do governo de Jair Bolsonaro — e de nos situar no calendário dos atribulados primeiros 365 dias de sua gestão —, a narrativa de Thaís Oyama ajuda o leitor a compreender o ano que passou e a vislumbrar o que nos aguarda.

THAÍS OYAMA é jornalista e escritora. Foi editora e redatora-chefe da revista Veja, com passagens na tv Globo (sucursal de Brasília), nos jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S. Paulo e nas revistas Marie Claire e República, entre outros veículos. 

É autora de A arte de entrevistar bem (Contexto, 2012).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.