sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Prefeito de Posse (GO) rebate Caiado e diz que Estado cancelou convênio para obra em avenida



O prefeito de Posse, Wilton Barbosa (PSDB), disse à Sagres 730 nesta quinta-feira (30) que a Avenida JK, onde fica a policlínica estadual a ser inaugurada no município, está esburacada e com atoleiros porque o governo do Estado cancelou o convênio Goiás na Frente, que havia destinado R$ 5 milhões para infraestrutura no município.

Segundo o prefeito, o governo de José Éliton, que é do município e seu aliado político, liberou R$ 3 milhões do convênio que ele usou para construir a galeria pluvial. 

No entanto, afirmou, faltaram R$ 2 milhões que seriam usados para ligar as bocas de loco à galeria e asfaltar a avenida, o que não aconteceu porque o Estado cancelou Goiás na Frente, criado pelo governo de Marconi Perillo (PSDB).

“Eu passei o ano todo tentando uma audiência com o governador Ronaldo Caiado e não consegui. Sem o convênio a prefeitura não tem os recursos para concluir a obra”.

Em vídeo divulgado em suas redes sociais nesta quarta-feira (29) o governador mostrou as péssimas condições da avenida e cobrou solução da prefeitura para sua trafegabilidade, já que o presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou presença na inauguração da policlínica dia 28 de fevereiro. 

No mesmo vídeo, Caiado também cobrou da Enel a implantação da rede de energia elétrica. 

Em nota, divulgada ontem, a distribuidora informou que concluiu em 7 de agosto a construção da rede de energia e que a ligação entre o posto e a subestação interna da clínica é responsabilidade do Estado.

Fonte: Sagres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.