segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Moradores de Paranã (TO) fazem protesto e pedem ajuda contra abandono de ponte. Um adolescente morreu no local




Moradores de Paranã, Sudeste do Tocantins, fizeram um protesto neste sábado (18), pedindo a reforma de uma ponte, que já dura mais de dois anos. 


A ponte sobre o Rio São Domingos atende aproximadamente 200 famílias, que dependem diretamente do tráfego para ir a escolas, hospitais, escoar a produção e para dezenas de outras atividades. 

No ato, os moradores cantaram "parabéns", com direito a bolo, pelo aniversário de abandono e empunharam cartazes com mensagens de apelo. 

Um deles segurava um cartaz dizendo que um dos filhos morreu ao passar pelo local.

O apelo é direcionado, principalmente, à prefeitura da cidade. A ponte tem 117 metros de extensão, mas está à beira do colapso.

“Há pouco mais de dois anos um rapaz caiu de moto e faleceu no local. Depois disso, imediatamente começou a reforma da ponte, mas não foi completada.

Foi feita só até a metade e a que não foi feita está em ruínas, caindo em pedaços. 

Veículos pesados não podem fazer a travessia, as crianças para ir para a escola têm que ser escoltadas para não cair nos buracos”, explicou um dos líderes da manifestação.

Os moradores da comunidade estão indignados e buscam uma resposta e ação do Poder Público. 

Uma das mais impactadas é a comunidade quilombola Kalunga do Albino, que fica na divisa com Arraias.

Com informações da Gazeta do Cerrado 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.