segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Enel Américas descarta interesse em vender distribuidora de Goiás


A Enel Américas reafirma o compromisso assumido desde a aquisição da distribuidora Celg-D – hoje Enel Distribuição Goiás – em fevereiro de 2017 para trabalhar pela recuperação do sistema elétrico do Estado, depois de anos de baixos investimentos.

“Não temos nenhum interesse em vender a concessão. Vamos seguir dedicando todos os nossos esforços para continuar melhorando a qualidade do serviço, tal como anunciamos quando fomos os únicos ofertantes no leilão de privatização da distribuidora Celg-D. 

Somente este ano, a Enel Distribuição investirá mais de R$ 1 bilhão em sua área de concessão, montante aproximadamente cinco vezes maior do que os níveis históricos investidos antes da privatização”, explicou o gerente-geral da Enel Américas, Maurizio Bezzeccheri.

Desde o início da concessão em 2017, os investimentos realizados em Goiás têm resultado na melhora dos indicadores de qualidade medidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica. 

Em novembro de 2019, o tempo médio de duração das interrupções no fornecimento de energia por cliente (DEC) reduziu cerca de 5 horas, uma melhora de mais de 20%. O número médio de interrupções por cliente (FEC) registrou uma redução de cerca de 40% no mesmo período.

Como resultado do trabalho realizado em Goiás, a empresa recebeu o prêmio Abradee em 2018 e em 2019 na categoria “evolução do desempenho”, pela melhora significativa na performance da companhia, incluindo a melhoria da qualidade do serviço prestado aos clientes.

“Em 2019, a Enel Distribuição Goiás cumpriu todas as metas estabelecidas no plano de ação e investimentos acordados em agosto com o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e o Governo Estadual e, em 2020, continuará cumprindo o plano de forma acelerada. 

A companhia mantém reuniões periódicas com o Ministério de Minas e Energia, o órgão regulador e o Estado de Goiás para monitorar o avanço das ações estabelecidas no plano”, assegurou o gerente-geral da Enel Américas, Maurizio Bezzeccheri.

Durante o segundo semestre de 2019, a Enel Américas, por meio da Enel Distribuição Goiás, acrescentou 102 MVA de potência instalada ao sistema elétrico goiano, totalizando 102% do previsto para o período, e concluiu 709 novas conexões rurais, alcançando 103% do acordado. 

Em dezembro, a companhia entregou duas novas subestações, uma em Mineiros e outra em Anápolis, e uma grande ampliação na subestação Trindade, beneficiando, juntas, mais de 254 mil clientes. 

Nesta semana a Enel Américas inaugurou a ampliação e a modernização da Subestação Caldas Novas, que beneficiará cerca de 47 mil clientes. Até o fim de 2020, mais seis subestações serão concluídas e outras 120 serão ampliadas e modernizadas.

A Enel Américas reafirma o seu compromisso de transparência e, por isso, seguirá informando, tal como tem sido feito até o momento, trimestralmente ao mercado os resultados financeiros e operativos de Goiás nas apresentações de resultados. 

A empresa seguirá trabalhando para melhorar a qualidade do serviço para os clientes de Goiás.

Sobre a Enel Distribuição Goiás

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, serve a 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². 

A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.