terça-feira, 3 de dezembro de 2019

“Policlínica de Posse dará tratamento com dignidade aos moradores do Nordeste goiano”, afirma Ronaldo Caiado



“Tinta certinha, fiação elétrica no lugar. Vamos continuar [trabalhando] nos detalhes até instalar todos os médicos, começar a atender, e aí inaugurar”, afirmou o governador Ronaldo Caiado ao visitar pela primeira vez a Policlínica de Posse, nesta sexta-feira (29/11). 

Com 3.775 metros quadrados de área construída, a Policlínica oferecerá aproximadamente 11 mil consultas mensais em mais dez especialidades médicas e até 25 mil exames de diagnóstico por mês, o que vai oportunizar um atendimento de saúde de qualidade a uma população de, no mínimo, 31 municípios do Nordeste goiano.

“Aqui será a nossa base para que o cidadão continue se tratando, de rotina, ou vá para outro hospital se precisar de alta complexidade. 

Mas pequenos procedimentos serão feitos aqui, como cirurgias de menor complexidade”, explicou Ronaldo Caiado. 

O governador percorreu toda a estrutura, que já está praticamente pronta e que aguarda a finalização de uma sala para a ressonância magnética. 

A unidade evitará que os pacientes da região precisem se deslocar por grandes distâncias. Em relação aos equipamentos, já foram licitados e agora está na fase de assinatura de contratos.

“Essa Policlínica será referência não só para Goiás, mas para o Brasil. Nós vamos tratar as pessoas que moram no Nordeste goiano, nas regiões mais carentes, com dignidade”, destacou o governador. 

Com a unidade serão beneficiados diretamente moradores de Posse e cidades vizinhas como Alvorada do Norte, Buritinópolis, Damianópolis, Guarani de Goiás, Iaciara, Mambaí, Nova Roma, Posse, São Domingos, Simolândia, Sítio D’Abadia e Flores de Goiás. 

Os benefícios, no entanto, serão alcançados por toda a população do Nordeste Goiano, que engloba ainda municípios como Alto Paraíso de Goiás, Teresina de Goiás e do Entorno do Distrito Federal, como Formosa e Cabeceiras.

A unidade vai oferecer mais de dez especialidades médicas, exames, incluindo tomografia e imagem, procedimentos médicos e pequenas cirurgias. 

Editais de chamamento público para contratação de Organização Social (OS) para fazer a gestão da Policlínica de Posse, Goianésia e Quirinópolis foram publicados recentemente pelo Governo de Goiás. 

Para administrar as unidades, o investimento será de R$ 18,5 milhões, R$ 17,5 milhões e R$ 16,2 milhões, respectivamente. 

A abertura dos envelopes das OS que se candidatam está prevista para o final de dezembro e início de janeiro.

FONTE: Secretaria de Comunicação (Governo de Goiás)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.