sábado, 14 de dezembro de 2019

Morre, em Goiânia, "Cabo Guilherme", uma lenda pioneira da Polícia Militar em Campos Belos (GO)


Morreu nesta sexta-feira (13), em Goiânia, o cabo aposentado da Polícia Militar de Goiás Guilhermino Gualberto do Santos, o Cabo PM "0615" Guilherme. 

Cabo Guilherme morreu de causas naturais, ao 90 anos de idade, ao lado dos filhos e da mulher, dona Primorina Santos.  

Há mais de 15 anos que ele vinha sobrevivendo após um derrame cerebral, que  lhe tinha tirado muito da mobilidade, pouco tempo depois de se aposentar, nos idos de década de 2000.

Desde então, vivia com a mulher, na sua residência, situada na rua Sete de Setembro, no centro de Campos Belos. 


Cabo Guilherme foi um dois pioneiros, quando da instalação de um pelotão destacado da PM na cidade de Campos Belos.

A unidade militar foi criada em novembro de 1976, por iniciativa do Comandante da Companhia PM de Gurupi, então cidade do estado de Goiás.

O pelotão, por muitos anos, funcionou próximo da rodoviária, no setor de indústria, na antiga "Casa do Maranhão".

Depois foi transferida para uma outra casa, ao lado do cinema Cine Reges, onde funcionou até há poucos anos. 

Guilherme era uma lenda viva.  

Possuía o respeito da comunidade e não tolerava a bandidagem. 

Ordeiro, nos tempos de arruaças, assassinatos à faca peixeira e das incansáveis brigas de bares, de bordeis e de botecos, ele e os companheiros de farda eram chamados para por "ordem na casa".

Entre os companheiros de farda, o sargento Oraci Rodrigues, o sargento Ivalnê, os soldados Idari Prado e Carloman Lemos, além do inesquecível capitão Domingos. 

Para além das atividades de policiamento, Guilherme era um ativo colaborador da comunidade, onde prestava serviços na área de educação física em escolas e colégios e também era organizador de desfile cívico-militares, além de muitas outras atividades. 

Há 15 dias, a saúde de Guilherme não estava boa. Sofreu mais um derrame e, por fim, não resistiu às complicações. 

O corpo de Cabo Guilherme não seguiu para Campos Belos, como se esperava. 

Ele foi velado neste sábado (14), em Goiânia, na casa da família, situada no Jardim Guanabara II, e foi sepultado às 17 horas, no Memorial de Goiânia.

À família, Dona Primorina, aos filhos, netos, sobrinhos e demais familiares, nossos sinceros sentimentos de pesar pela passagem do Cabo Guilherme, um nome histórico que a cidade acaba de perder.  








2 comentários:

  1. Tive o privilégio de conviver próximo a ele e os filhos.
    Para " as pessoas de bem", sempre foi um homem honrado e honesto.
    Qualquer problema na cidade, sempre procuravam o CB Guilherme, pois sabiam que o problema era resolvido na mesma hora.
    Quando estive aí em Campos Belos, fui visita-lo.
    O mesmo estava sentado em sua cadeira na porta da sua casa.
    Meus sentimentos à todos os familiares.

    ResponderExcluir
  2. Lembro muito dele em Campos Belos realmente era muito respeitado, meus sentimentos aos familiares

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.