domingo, 8 de dezembro de 2019

Em Goiânia, pai mata ex-namorado da filha enquanto ele agredia a moça. Juridicamente, pode ocorrer legítima defesa da família


O ex-sogro de um rapaz de 22 anos é suspeito de matar o jovem a tiros, após presenciar agressões à sua filha, no Setor Morada do Sol, em Goiânia, no último sábado (7). 


O acusado foi encontrado neste domingo (8). Ele estava desaparecido desde a morte do indivíduo. 

As informações são do G1 Goiás.

O jovem agressor teria pulado o muro e invadido a casa da ex-namorada, que conversava com a mãe ao telefone. 


Ele teria tomado o celular das mãos dela e feito ameaças. Depois, teria espancado a mulher e a esfaqueado, momento em que o pai dela chegou e viu a cena, que acontecia na sala.

Segundo a polícia, naquele instante o sogro buscou uma arma e atirou contra o ex-namorado da filha, que morreu no local. A jovem foi levada ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, mas ainda não há notícias sobre seu estado de saúde.


É possível que a atitude do acusado se enquadre em legítima defesa, mas vai depender da investigação. 

“Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem”, diz a letra da lei.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.